O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Aidah: uma instalação artística que representa a história do Oriente Médio

Aidah: uma instalação artística que representa a história do Oriente Médio

  • 15:00 - 10 Dezembro, 2017
  • por
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Aidah: uma instalação artística que representa a história do Oriente Médio

Como parte da Dubai Design Week 2017, os arquitetos de Boano Prišmontas e Ricardas Blazukas construíram "Aidah", uma instalação flutuante que consiste em uma representação esquemática de parte da história do Oriente Médio traduzida em formas arquitetônicas. 

Essa intervenção, composta por 50 balões pretos, 500 metros de corda e 50 blocos de espuma, pretende identificar a cidade de Dubai evocada como uma sensação de fragilidade transitória que informa sua audácia e distinto caráter.

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

Descrição pelos arquitetos. A região do Oriente Médio nos últimos 50 anos experimentou um auge com uma economia baseada no petróleo. Essa taxa de crescimento e a incrível riqueza tornou possível o inimaginável. As cidades floresceram desde o árido deserto e toda a região converteu-se em um lugar incrível e atrativo, atraindo pessoas de todo o mundo. Mas esse desenvolvimento semi-utópico aproximou-se do seu clímax há quase 10 anos. A região teve de voltar a imaginar seu futuro e criar sua própria identidade nova e atrativa. Esse processo foi planejado e não ocorreu espontaneamente sob a atenção niveladora da história, das pessoas e do tempo.  

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

A escala de tempo de Dubai cresce "com esteroides" e seu futuro sucede precisamente agora. Além da evidente vocação empresarial, a nova identidade desconhecida centrou-se no turismo, na diversão e no espanto. Agora, eventos como a Dubai Design Week pretendem ampliar o espectro de fundações da cidade e centrar-se na arte, no design e na arquitetura como ferramentas ativas para fazer da cidade uma cidade. 

Aidah é um projeto que brinca com essa descrição. É uma representação provocadora de um processo, uma ilustração esquemática de uma parte da história do Oriente Médio traduzida em formas arquitetônica. Acima de tudo, Aidah é um sonho, uma sugestão, uma cidade imaterial que tem como objetivo investigar o que faz com que uma cidade seja, de fato, cidade. 

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

Com respeito e humilde admiração, o projeto homenageia as "Cidades Invisíveis" de Ítalo Calvino imaginando um capítulo adicional ao famoso livro. Desta vez, o imperador narra a história de Dubai a Marco Polo. As palavras podem ser libertadoras, podem explorar os conceitos sem nenhuma demanda de realidade. Começar o projeto criando essa história nos permitiu focar no conceito, dando grande importância para a ideia central que logo foi transformada em relações espaciais reais e formas arquitetônicas. 

Ilustração por Maria Eugenia Beizo. Imagem Ilustração Eimis Prismontas. Imagem Ilustração por Alessandro Ripane. Imagem + 17

A instalação está composta por 50 balões negros, 500 metros de corda negra e 50 blocos de espuma. Esses elementos combinam entre si gerando uma paisagem flutuante que pertence e está em diálogo constante com o deserto, a origem de Dubai. Essas frágeis estruturas evocam uma sensação de vulnerabilidade transitória e, ao mesmo tempo, informam o caráter audacioso e peculiar de Aidah. 

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

As esferas flutuantes são o elemento fundamental da cidade, mas ao mesmo tempo, seu calcanhar de Aquiles. Como a bolha da riqueza criada pelo recurso finito de petróleo, a cidade poderia explodir ou flutuar e precisa de estruturas para firmá-la no solo. A estabilidade econômica do Oriente Médio está garantida por seus investidores estrangeiros que estão representados pela espuma negra "London Bricks" que criamos especialmente para essa instalação.

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

Ao construir no deserto, Aidah também tem como objetivo questionar a ideia do "valor da terra". A instalação mostra que os metros quadrados ocupados podem ter zero "valor ", desde o ponto de vista imobiliário, mas geram um espaço fascinante, agregando um valor qualitativo, simbólico e artístico à terra deserta.

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

Arquitetos: Boano Prišmontas + Ricardas Blazukas
Localização do projeto: Dubai (Dubai Design Week 2017)
Ano de finalização: 2017
Área construída: 350 metros quadrados
Fotografias: Jonas Prišmontas

© Jonas Prišmontas
© Jonas Prišmontas

Sobre os arquitetos

Boano Prišmontas é um jovem estúdio de arquitetura com sede em Londres, fundado por Tomaso Boano e Jonas Prišmontas em 2014. O estúdio centra-se na arquitetura de pequena escala e auto-construída que são inspiradoras e funcionais. Seu foco é investigativo e desafia a forma em que vivemos e a forma como criamos. 

Ricardas Blazukas é um artista independente e arquiteto em exercício que nasceu e cresceu na Lituânia pós-soviética, foi educado no Reino Unido e atualmente reside no Kuwait. Ricardas é um artista publicado em revistas internacionais e locais de design, cuja eclética gama de trabalhos abarca desde murais e pinturas abstratas a grande escala até instalações de escultura e design. Geometria e cor nos elementos-chave que definem o trabalho criativo de Ricardas. 

Cita: Rojas, Piedad. "Aidah: uma instalação artística que representa a história do Oriente Médio" [500 globos negros dan forma a Aidah, una interesante manera de representar la historia del Medio Oriente] 10 Dez 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/884859/aidah-uma-instalacao-artistica-que-representa-a-historia-do-oriente-medio> ISSN 0719-8906