Pavilhão holandês na Bienal de Veneza 2018 explora modos alternativos de vida, trabalho e lazer

Pavilhão holandês na Bienal de Veneza 2018 explora modos alternativos de vida, trabalho e lazer

Het Nieuwe Instituut (HNI) anunciou WORK, BODY, LEISURE como o tema do Pavilhão Holandês na Bienal de Arquitetura de Veneza de 2018. Entendido como "um esforço de pesquisa colaborativo por uma rede nacional e internacional", Marina Otero Verzier, chefe do Departamento de Pesquisa da HNI e membro da After Belonging Agency, equipe de curadoria da Trienal de Arquitetura de Oslo de 2016, atuará como mediadora criativa de uma série de contribuições colaborativas, agrupando a experiência de "arquitetos, designers, instituições de conhecimento e setor privado".

Uma chamada aberta foi lançada para envolver pesquisadores e profissionais no desenvolvimento e disseminação de "ideias críticas não convencionais". As propostas de projetos para o programa ampliado do Pavilhão holandês serão apoiadas por um orçamento máximo de € 50.000 (US $ 60.000).

Da Nova Babilônia ao Porto de Roterdã a Holanda é, sem dúvidas, um campo de testes onde o futuro do trabalho foi e continua sendo reimaginado.

De acordo com os comissários, a exposição abordará "as configurações espaciais, as condições de vida e as noções do corpo humano engendradas por mudanças disruptivas no espírito e nas condições laborais", promovendo "novas formas de criatividade e responsabilidade no campo arquitetônico em resposta a emergentes tecnologias de automação". O projeto pretende "tornar-se um catalisador para uma conversa global a longo prazo sobre modos de vida alternativos, trabalho, corpo e o lazer, aproveitando a longa história da Holanda como um terreno fértil para visões arquitetônicas e societárias inovadoras".

"Além dos estudos de caso históricos e atuais de paisagens automatizadas na Holanda, o projeto analisará arranjos espaciais e protocolos que são moldados para a interação entre homem e máquina, explorará espaços que desafiam as distinções tradicionais entre trabalho e lazer; abordará as formas em que as noções evolutivas de trabalho categorizaram e definiram corpos em momentos específicos no tempo e discutirão as infraestruturas legais, culturais e técnicas que permitem a sua exploração ".

Sobre este autor
Cita: AD Editorial Team. "Pavilhão holandês na Bienal de Veneza 2018 explora modos alternativos de vida, trabalho e lazer" 24 Set 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/880183/pavilhao-holandes-na-bienal-de-veneza-2018-explora-modos-alternativos-de-vida-trabalho-e-lazer> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.