Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

AD Editorial Team

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

I. M. Pei morre aos 102 anos

19:26 - 16 Maio, 2019
I. M. Pei morre aos 102 anos, RIBA via <a href='https://www.telegraph.co.uk/culture/art/architecture/7206598/Lifetime-achievement-award-for-architect-I.-M.-Pei.html?image=9'>The Telegraph</a>
RIBA via The Telegraph

Ieoh Ming Pei, conhecido como I. M. Pei, faleceu hoje, dia 16 de maio de 2019, aos 102 anos, conforme relatado pelo The New York Times.

Upcycling Wood: Madeiras recuperadas transformadas em objetos valiosos e úteis

11:00 - 14 Maio, 2019
Upcycling Wood: Madeiras recuperadas transformadas em objetos valiosos e úteis, 'Taburetes Sociales'. Design by Curro Claret, Arrels Fundació and collaborators. Image © Juan Lemus
'Taburetes Sociales'. Design by Curro Claret, Arrels Fundació and collaborators. Image © Juan Lemus

A necessidade de reduzir substancialmente nosso impacto no planeta deve se traduzir em uma mudança significativa em nosso estilo de vida e hábitos. Uma delas é consumir com responsabilidade e considerar que o desperdício não existe, mas que todo o material pode ser transformado em algo útil novamente seguindo um sistema ecológico circular.

Em seu livro Upcycling Wood, Reutilización creativa de la madera, o arquiteto e artista Bruno Sève escreve e edita um guia sobre os usos e possibilidades da madeira recuperada, como uma estrutura para a reutilização responsável; de pequena escala, como móveis ou telas de artistas, a escala média, com uso em interiores e fachadas. Este livro visa sensibilizar os profissionais e cidadãos em geral, através da análise do ciclo de vida, exemplos de usos e processos de acabamento, levando a uma estrutura ecológica e responsável. O livro é ilustrado por numerosas equipes de design e arquitetura que seguem as diretrizes do design ecológico com madeiras recuperadas.

Hotel Lobby and Nishi Grand Stair Interior / March Studio. Image © John Gollings 'San Cristóbal', by Bruno Sève. Image © Bruno Sève © Uhuru Recycling Woodstore. Image © The Community wood recycling + 20

Pedras Megalíticas inteligentes que podem ser movidas e montadas facilmente com as mãos

16:00 - 22 Abril, 2019
Pedras Megalíticas inteligentes que podem ser movidas e montadas facilmente com as mãos, © Matter Design Studio
© Matter Design Studio

Matter Design Studio fez parceria com a CEMEX Global R&D para desafiar a relação entre a massa de materiais e o esforço físico das práticas de construção contemporâneas, explorando o movimento e a montagem de objetos pesados em escala real, fabricados com computação avançada. O objetivo do Walking Assembly é eliminar o guindaste da equação construtiva, transferindo o esforço de pessoas para objetos, liberando-os para brincar com sua massa.

© Matter Design Studio © Matter Design Studio © Matter Design Studio © Matter Design Studio + 25

Incêndio na Catedral de Notre Dame em Paris: Estrutura principal foi salva

07:00 - 16 Abril, 2019
Incêndio na Catedral de Notre Dame em Paris: Estrutura principal foi salva, © Erieta Attali
© Erieta Attali

A Catedral de Notre Dame, um dos mais adorados monumentos góticos em Paris e na Europa, está envolto em chamas esta noite, quando um grande incêndio irrompeu no telhado da catedral. Conforme detalhado pelo The Guardian, acredita-se que o incêndio pode estar ligado a obras de restauração em andamento. Um vídeo abaixo mostra a icônica torre do prédio gótico de 850 anos em colapso, com o receio de que todo o interior de madeira da catedral esteja ameaçado. A agência Reuters também está relatando que todo o telhado da catedral entrou em colapso, enquanto as três janelas de rosas medievais da catedral teriam explodido no calor intenso. Em um lampejo de esperança, os bombeiros confirmaram que a estrutura principal foi "salva e preservada".

© Erieta Attali © Erieta Attali © Erieta Attali © Erieta Attali + 12

"Espaços públicos contemporâneos são projetados sem vida, gênero ou desejo sexual". Entrevista com Nikos Salingaros

19:00 - 9 Abril, 2019
"Espaços públicos contemporâneos são projetados sem vida, gênero ou desejo sexual". Entrevista com Nikos Salingaros, © Diego Hernández
© Diego Hernández

No âmbito do projeto de pesquisa Espacios Oscuros, focado em observar e analisar a experiência da diversidade sexual nos espaços públicos da cidade de Santiago do Chile, os arquitetos María González e José Tomás Franco conversaram com Nikos Salingaros, matemático e pensador conhecido por seu foco teórico alternativo para a arquitetura e o urbanismo, que promove o desenho centrado nas necessidades e aspirações humanas, combinando a análise científica com uma experiência intuitiva profunda.

Nossas cidades são, em sua maioria, hostis às sensibilidades de seus cidadãos. (...) Quase tudo foi alienado, padronizado, esvaziado. Então, como encontrar-se com pessoas diferentes, e como esperar uma mistura entre pessoas estranhas? 

Nesta entrevista, Salingaros não só questiona a maneira como os arquitetos estão desenhando os espaços privados e públicos de nossas cidades, ignorando -quiçá inconscientemente- ao ser humano em sua diversidade, mas também sugere o surgimento de uma série de espaços comunitários privados que estariam suprindo as necessidades de expressão e apropriação de todos os habitantes da cidade.

Tendências de Março 2019: Arquitetura Inclusiva

11:00 - 15 Março, 2019
Tendências de Março 2019: Arquitetura Inclusiva, 114 Public Housing Units / Sauquet Arquitectes i Associats. Image © Jordi Surroca
114 Public Housing Units / Sauquet Arquitectes i Associats. Image © Jordi Surroca

Quando os usuários do ArchDaily começam a coincidir em suas buscas por informação ou demonstram maior interesse por um tema em relação a outros, estes tópicos passam a ser uma tendência. Arquitetura Inclusiva se posicionou como uns dos conceitos mais buscados no ArchDaily durante 2018.

World Architecture Festival e INSIDE World Festival of Interiors 2019 abrem chamada para projetos

19:00 - 14 Março, 2019
World Architecture Festival e INSIDE World Festival of Interiors 2019 abrem chamada para projetos, © Darren Soh. Imagem Edifício do Ano de 2018, apoiado por GROHE: WOHA Architects - Kampung Admiralty, Singapura
© Darren Soh. Imagem Edifício do Ano de 2018, apoiado por GROHE: WOHA Architects - Kampung Admiralty, Singapura

A busca pelo melhor edifício do mundo começou quando o World Architecture Festival lançou seu programa anual de prêmios globais. A 12ª edição do festival acontecerá em Amsterdã de 4 a 6 de dezembro, onde mais de 550 arquitetos e empresas de mais de 68 países deverão competir por prêmios de categorias específicas e gerais.

Juntamente com o World Architecture Festival há seu festival da irmão, o INSIDE - Festival Mundial de Interiores. INSIDE é uma festa de criatividade, inspiração e conhecimento para a indústria de interiores e está agora aberto para inscrições de prêmios. Reunindo os interiores mais originais e emocionantes dos últimos 12 meses, os projetos podem ser inscritos em nove diferentes categorias.

Vencedores dos Prêmios ArchDaily Building of the Year 2019

09:30 - 12 Março, 2019
Vencedores dos Prêmios ArchDaily Building of the Year 2019

Mais de 80.000 votos foram dados nas últimas duas semanas e, depois de uma análise cuidadosa, os resultados do Building of the Year Awards 2019 do ArchDaily, apresentado por Unreal, foram divulgados. O prêmio que comemorou dez anos em 2019, é o maior prêmio de arquitetura crowdsourced baseado em pares no mundo, mostrando os projetos escolhidos por vocês, nossos leitores, como os mais significativos do ano.

Isto não é uma tarefa fácil. Mais de 4000 projetos estiveram em disputa neste ano, desafiando os leitores a considerarem cuidadosamente uma grande variedade de projetos de todo tipo, escala e localização. 4000 projetos foram reduzidos a 75 finalistas; 75 foram agora reduzidos para os 15 vencedores - um para cada categoria tipológica.

Os resultados são tão diversos quanto a própria arquitetura. Nomes bem conhecidos estão, como nas edições passadas, presentes entre o grupo, entre eles Zaha Hadid Architects, MVRDV, e Heatherwick Studio.. Para este último, com sede em Londres, sua vitória marca o segundo ano consecutivo em que são premiados por um projeto de remodelação. Mas nomes menos conhecidos dominam as fileiras dos vencedores este ano. O edifício de escritórios serenamente simples do Innocad para uma empresa imobiliária eleva o que a arquitetura corporativa pode ser, enquanto o domínio técnico e material da Biblioteca Somaiya Maya de Sameep Padora é suficiente para fazer qualquer arquiteto olhar duas vezes. A biblioteca é, na verdade, um dos dois projetos indianos a serem homenageados este ano - mostrando para a nação cujo talento em projeto parece finalmente estar em primeiro plano.

Mas, apesar de todas as suas diferenças, os vencedores compartilham um elemento crucial em comum: eles representam os valores de nossa missão, que é trazer inspiração, conhecimento e ferramentas para os arquitetos em todos os lugares. Building of the Year - e na verdade, o próprio ArchDaily - não seria possível sem a generosidade das empresas e dos leitores que investem em nossa missão como nós. Expressamos nossos sinceros agradecimentos a todos que participaram este ano, independentemente da forma. Parabéns a todos os vencedores!



Quem é Arata Isozaki? 20 fatos sobre o vencedor do Pritzker 2019

12:00 - 5 Março, 2019
Quem é Arata Isozaki? 20 fatos sobre o vencedor do Pritzker 2019, © PLANE SITE
© PLANE SITE

A carreira prolífica e variada de Arata Isozaki, vencedor do Prêmio Pritzker de 2019, inclui mais de 100 obras construídas em praticamente todos os continentes e nos oferece uma grande quantidade de informações relevantes para entender sua vida e arquitetura. Considerado o primeiro arquiteto japonês a desenvolver seu trabalho em uma escala verdadeiramente global, Isozaki mostra um cuidado especial em responder ao contexto e aspectos específicos de cada projeto, ampliando a noção de heterogeneidade em seu trabalho, o que resulta em uma variedade de estilos, do vernáculo ao tecnológico.

Conheça, a seguir, 20 fatos fascinantes sobre Arata Isozaki:

As obras de Arata Isozaki, vencedor do Prêmio Pritzker 2019

12:00 - 5 Março, 2019
As obras de Arata Isozaki, vencedor do Prêmio Pritzker 2019, © Nelson Garrido. ImageQatar National Convention Centre
© Nelson Garrido. ImageQatar National Convention Centre

Hoje, o arquiteto e teórico japonês Arata Isozaki foi anunciado como o vencedor do Prêmio Pritzker deste ano, o prêmio mais conceituado do mundo da arquitetura. Desde os anos 60, Isozaki vem apresentando excelentes e inovadoras ideias em seus trabalhos, influenciando os profissionais orientais com uma abordagem inovadora que tem suas raízes no Japão. O arquiteto de 87 anos possui vários projetos construídos de diferentes escalas em todo o mundo - de Tóquio e Xangai a Barcelona e Qatar. Então, vamos dar uma olhada na imensa lista de projetos de Arata Isozaki e recriar o caminho de desenvolvimento profissional do arquiteto desde seus primeiros trabalhos.

© Alessandra Chemollo. ImageALLIANZ Tower Ice Kraków Congress Centre. Image Courtesy of Ingarden & Ewý Architects + Arata Isozaki & Associates Nara Centennial Hall. Image © Hisao Suzuki Palau Sant Jordi. Image © Hisao Suzuki + 17

A obra de Arata Isozaki no Instagram: uma seleção das melhores fotografias

12:00 - 5 Março, 2019
A obra de Arata Isozaki no Instagram: uma seleção das melhores fotografias, Instagram de @reopiiino
Instagram de @reopiiino

O vencedor do Prêmio Pritzker 2019, Arata Isozaki, tem uma vida profissional de mais de cinco décadas; muitas de suas obras são considerados clássicos da arquitetura devido à sua influência e impacto no meio internacional.

Seu trabalho combina vários estilos, do vernacular ao tecnológico, do orgânico ao brutalista, o que rende aos seus projetos uma aparência escultórica inegavelmente fotogênica. Com tamanha riqueza, não é de admirar que pessoas de todo o mundo queiram fotografar seus edifícios. 

Selecionamos 23 das mais belas fotos do trabalho de Isozaki publicadas no Instagram por usuários em todo o mundo. Veja nossa seleção, a seguir:

6 Reflexões sobre materiais e construção: Decisões que melhoram a qualidade de vida das pessoas

11:00 - 28 Fevereiro, 2019
6 Reflexões sobre materiais e construção: Decisões que melhoram a qualidade de vida das pessoas, © José Tomás Franco
© José Tomás Franco

Materiais, produtos e sistemas construtivos estão em constante evolução e seguem novas tecnologias, descobertas e tendências de mercado. A questão é: nós, como arquitetos, estamos evoluindo com eles? Lemos sobre robôs trabalhando em canteiros de obras, materiais responsivos e inteligentes e o contínuo aumento da impressão 3D, mas será que tudo isso se torna ruído branco quando se inicia um novo projeto? Mais importante ainda, esses novos sistemas poderiam continuar progredindo sem levar em conta a qualidade de vida das pessoas, com sensibilidade e eficácia? 

Como devemos usar os materiais - tanto em suas formas tradicionais quanto em suas futuras concepções - para que nossos projetos estejam contribuindo de maneira relevante para como estamos habitando nosso planeta?

Para evoluir, precisamos saber como. Então vale a pena começar uma discussão sobre esses assuntos.

Votações abertas para o Prêmio ArchDaily Building of the Year 2019

11:00 - 20 Fevereiro, 2019
Votações abertas para o Prêmio ArchDaily Building of the Year 2019

2018 foi um excelente ano para o ArchDaily. Nossa audiencia global continuou crescendo, aproveitando dos quase 40.000 novos artigos e 4.300 novos projetos publicados em nossa plataforma. Estamos orgulhosos e entusiasmados por alcançar leitores em todos os cantos do mundo e aproveitamos a oportunidade para continuar compartilhando inspirações, conhecimentos e ferramentas necessárias para projetar um mundo urbanizado mais amigável e democrático. 

Recentemente compartilhamos com nossos leitores as tendências que definirão o campo da arquitetura em 2019. Pudemos identificar essas tendências de forma confiável, não apenas por nossa experiência acumulada em publicá-las, mas também devido à nossa abordagem baseada em dados. Temos o compromisso de ouvir e compartilhar os interesses de nossos leitores - e nenhum esforço exemplifica melhor isso que nosso prêmio anual Building of The Year.

A edição de 2019 do BOTY, será apresentada em parceria com a Unreal Engine, e isso é particularmente estimulante para o ArchDaily, uma vez que marca dez anos consecutivos de nossos programas de premiação. Com o Building Of The Year, pedimos a você, leitoras e leitores, que compartilhe a responsabilidade de reconhecer e escolher os projetos que causaram impactos na profissão. Ao compartilhar sua opinião, você se torna parte de uma rede imparcial e representativa de jurados dedicados a destacar os projetos mais relevantes da última década.

Nas próximas três semanas, essa sabedoria coletiva irá reduzir os mais de 4.000 projetos publicados no ano passado em apenas 15 destacados finalistas - os melhores de cada categoria do ArchDaily

Esta é a sua chance de premiar a arquitetura que você admira ao nomear seus projetos favoritos para os Building of the Year Awards 2019!



Quem deveria ganhar o Prêmio Pritzker 2019?

10:00 - 23 Janeiro, 2019
Quem deveria ganhar o Prêmio Pritzker 2019?

Começa o ano de 2019 e, assim, tem início também a discussão sobre quem será o vencedor do próximo Prêmio Pritzker. Uma revisão dos últimos laureados permite concluir que tudo é possível. Será que o júri elegerá alguém da "velha guarda", como fizeram com Frei Otto em 2015? Ou reconhecerão um jovem profissional, assim como Alejandro Aravena?

Queremos saber sua opinião não sobre quem provavelmente ganhará o prêmio, mas quem deveria ganhá-lo!

Vote na lista que acompanha este artigo e deixe suas opiniões na seção de comentários abaixo.

Primeiro hotel subaquático do mundo é inaugurado nas Maldivas

15:00 - 12 Janeiro, 2019
Primeiro hotel subaquático do mundo é inaugurado nas Maldivas , © Conrad Hotels & Resorts
© Conrad Hotels & Resorts

Após anos de construção, o primeiro hotel subaquático do mundo abriu oficialmente nas Maldivas. O hotel, parte da Conrad Maldives Rangali Island, é considerado pelos desenvolvedores como "uma exibição ambiciosa de arquitetura, design e tecnologia" e permitirá que os hóspedes desfrutem das águas do Oceano Índico.

Aeroporto de Changi de Safdie Architects encontra beleza em uma tipologia desafiadora

16:00 - 11 Janeiro, 2019
Aeroporto de Changi de Safdie Architects encontra beleza em uma tipologia desafiadora, © Safdie Architects
© Safdie Architects

A arquitetura aeroportuária é uma tipologia complexa para inovar. Exigências técnicas, de segurança e circulatórias forçam os projetos a seguirem caminhos limitados (e precedentes); pouco orçamento é deixado para criar espaços de descanso e muito menos esteticamente interessantes.

O que torna o espaço central do projeto de Safdie Architect para o Aeroporto de Changi, em Cingapura, ainda mais incomum. O Jewel Changi Airport reinventa o hall não apenas como um espaço intermediário para os viajantes, mas também como uma grande atração pública. O transporte público atravessa a cidade chegando até o aeroporto e fazendo com que o grande jardim e espaço comercial dentro da cúpula central sejam estabelecidos como um nó para o encontro. No futuro, um espaço no lado norte do parque sediará eventos públicos para até 1.000 pessoas.

© Safdie Architects © Safdie Architects © Safdie Architects © Safdie Architects + 6

Por que sua casa e seu escritório afetam seu humor e sua saúde

12:00 - 2 Janeiro, 2019
© Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin
© Saint-Gobain / illustration by Elisa Géhin

Se perguntado sobre conforto, qual é a primeira coisa que vem à mente? Acabamentos de luxo, cadeiras caras e interiores elegantes? Poucos pensariam em seu escritório, e o provável culpado é uma ignorância fundamental de uma definição alternativa de conforto. Quando definido como um estado de bem-estar físico derivado das disposições necessárias para que os ocupantes desempenhem tarefas específicas no espaço, é evidente que os arquitetos possuem um papel fundamental - e que o conforto não não diz respeito a apenas espaços confortáveis para atividades de lazer.

Arquitetos e designers são responsáveis pelas qualidades visuais, térmicas e acústicas dos espaços, sem mencionar a qualidade do ar interior dos nossos escritórios e residências. Isso é fundamental, considerando que o típico cidadão urbano do século XXI gasta em média 90% do seu tempo em ambientes fechados. Estamos constantemente experimentando as consequências físicas, psicológicas e fisiológicas do equilíbrio (ou desequilíbrio) dos desenhos nos espaços internos.

Com isso em mente, o conforto térmico parece óbvio (e é), mas infelizmente o conforto como objetivo holístico da arquitetura nunca foi levado a sério o suficiente. Além de medir os aspectos acústicos e visuais de um espaço construído, os arquitetos devem ter uma sólida compreensão dos conceitos subjacentes que orientam as melhores práticas. Uma compreensão sólida de como as seleções de materiais afetarão as avaliações qualitativas de salas de conferências, residências, teatros etc. melhora a tomada de decisões tectônicas básicas que podem, por sua vez, criar espaços mais confortáveis.