O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. O entorno do Convento de Carmo pelas lentes de Fernando Guerra

O entorno do Convento de Carmo pelas lentes de Fernando Guerra

O entorno do Convento de Carmo pelas lentes de Fernando Guerra
O entorno do Convento de Carmo pelas lentes de Fernando Guerra, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Continuando com nossa série de publicações de fotografias de Fernando Guerra de obras icônicas, temos hoje o projeto de Álvaro Siza para a revitalização do entorno do Convento de Carmo, na cidade de Lisboa.

Após um incêndio em 1988 o bairro do Chiado teve boa parte de seus edifício danificados ou parcialmente destruídos. Contratado para um projeto urbano que já dura mais de uma década e prevê planos mais amplos para área, Siza criou um passeio de pedestres e pátios públicos que permitem amplas vistas de Lisboa, intermediando os lances de escada que vencem a diferença de nível.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Acima de tudo, o projeto objetiva a valorização do patrimônio histórico presente no local, ao passo que também conforma diversas área de lazer e convívio nos seus patamares. Em suma, conforma a ligação entre o chamado “Pátio B”, as ruínas da Igreja do Carmo, ao largo do Carmo e ao elevador de Santa Justa. De acordo com a Câmara de Lisboa, era “necessário concluir um percurso de lógica urbana e refazer o que antes existiu, promovendo a revitalização de espaços abandonados no coração da cidade”.

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

O projeto utiliza materiais usuais na arquitetura portuguesa, tanto na tradicional como na contemporânea, conectando-se sem romper ao patrimônio construído. A pavimentação é realizada com pedras portuguesas brancas e escuras em alguns pontos. Já bancos e acabamentos são construídos em pedra natural polida e os guarda-corpos em metal fosco escuro. Alguns planos verticais são pintados na mesma cor que as paredes das edificações históricas, interligando ainda mais as duas camadas históricas. 

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Confira todas as imagens da obra a seguir:

Cita: Eduardo Souza. "O entorno do Convento de Carmo pelas lentes de Fernando Guerra" 08 Ago 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/877301/o-entorno-do-convento-de-carmo-pelas-lentes-de-fernando-guerra> ISSN 0719-8906