O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Cientistas descobrem o segredo por trás da resistência do concreto romano

Cientistas descobrem o segredo por trás da resistência do concreto romano

Cientistas descobrem o segredo por trás da resistência do concreto romano
Cientistas descobrem o segredo por trás da resistência do concreto romano , Drilling at a ancient Roman marine structure in Portus Cosanus, Tuscany, 2003. Drilling is by permission of the Soprintendenza Archeologia per la Toscana.. Image © J. P. Oleson
Drilling at a ancient Roman marine structure in Portus Cosanus, Tuscany, 2003. Drilling is by permission of the Soprintendenza Archeologia per la Toscana.. Image © J. P. Oleson

Mais de dois mil anos atrás, o Império Romano inventou um tipo único de concreto que permitiu a construção de estruturas enormes e duráveis - mesmo debaixo d'água. Por incrível que pareça, as propriedades químicas exatas desta mistura de concreto não haviam sido identificadas por cientistas até o dia de hoje - mas agora, pesquisadores da Universidade de Utah acreditam que podem finalmente ter encontrado as informações que faltavam.

De acordo com as descobertas na revista American Mineralogist, o segredo reside nas propriedades químicas de dois dos componentes da mistura: cal e cinzas vulcânicas, que continham um mineral raro conhecido como tobermorite de alumínio. Quando exposta à água do mar, a substância se cristalizava na cal enquanto curava. Em vez de ser corroída pela água, sua presença dava mais resistência ao material.

Usando um microscópio eletrônico, microdiferação de raios X e espectroscopia Raman, os pesquisadores conseguiram mapear a distribuição de elementos nas obras arquitetônicas romanas remanescentes. O que eles encontraram foram quantidades significativas de sedimentos de tobermorite na composição do concreto e um mineral poroso e semelhante chamado phillipsite. Através da contínua exposição à água do mar, os cientistas supõem que o composto conseguiu continuar se cristalizando ao longo do tempo, reforçando o concreto e evitando a formação de rachaduras.

"Ao contrário dos princípios do concreto moderno à base de cimento", disse a autora principal, Marie Jackson, "os romanos criaram um concreto parecido com uma rocha que melhora ao passo que permanece em troca química aberta com água do mar. É algo muito raro no mundo".

This microscopic image shows the lumpy calcium-aluminum-silicate-hydrate (C-A-S-H) binder material that forms when volcanic ash, lime and seawater mix. Platy crystals of Al-tobermorite have grown amongst the C-A-S-H in the cementing matrix.. Image Cortesia de Marie Jackson
This microscopic image shows the lumpy calcium-aluminum-silicate-hydrate (C-A-S-H) binder material that forms when volcanic ash, lime and seawater mix. Platy crystals of Al-tobermorite have grown amongst the C-A-S-H in the cementing matrix.. Image Cortesia de Marie Jackson

Os cientistas esperam que as descobertas possam ser usadas para melhorar as técnicas modernas do concreto - resultando em um material duradouro e mais sustentável para o meio ambiente.

"Acredito que a pesquisa abre uma perspectiva completamente nova sobre como o concreto pode ser feito - que o que consideramos processos de corrosão pode realmente produzir cimento mineral extremamente benéfico e levar a uma resiliência contínua, de fato, melhorou talvez a resiliência ao longo do tempo", afirmou Jackson.

Um projeto atual que seria ideal para a experimentação com concreto romano é o dique para a lagoa de Swansea no País de Gales.

"Há muitas aplicações, mas é necessário trabalhar mais para criar essas misturas. Começamos, mas há muitos ajustes que precisam ser feitos", disse Jackson. "O desafio é desenvolver métodos que usem produtos vulcânicos comuns - e isso é exatamente o que estamos fazendo agora".

Saiba mais sobre a pesquisa, aqui.

Via the GuardianBBC.

Sobre este autor
Patrick Lynch
Autor
Cita: Lynch, Patrick. "Cientistas descobrem o segredo por trás da resistência do concreto romano " 11 Jul 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/875474/cientistas-descobrem-o-segredo-por-tras-da-resistencia-do-concreto-romano> ISSN 0719-8906