O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 10 conselhos para arquitetos procrastinadores

10 conselhos para arquitetos procrastinadores

10 conselhos para arquitetos procrastinadores
10 conselhos para arquitetos procrastinadores, Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Ver memes de gatos. Revisar se há algo novo na geladeira a cada dez minutos. Distribuir obsessivamente os livros sobre a mesa. Renomear as pastas do computador. Enfim, qualquer atividade irrelevante para evitar começar sua leitura, ensaio, maquete, projeto. Procrastinar agora, sofrer depois. Que sua versão do futuro se encarregue disso!

Ao entrarmos em longos e extenuantes projetos, é provável que todos já tenhamos caído na procrastinação para evitar nossas próximas tarefas. Não somente pular olimpicamente aquelas metas exigidas no escritório e na universidade, mas também aquelas pessoais que resultariam fundamentais para nos sentirmos realizados como seres humanos. Hoje, baseados em nossas próprias experiências e a opinião de especialistas, apresentamos 10 conselhos para arquitetos procrastinadores, esperando que vocês não estejam procrastinando ao ler esse artigo.

1. Não espere estar animado. Apenas comece.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Quantas vezes você já se propôs começar a fazer alguma coisa e criou um ambiente para estar em um estado de espírito à altura da ocasião? Procurou uma mesa espaçosa, uma cadeira confortável e uma iluminação suave. Ah, faltou um café. Você senta-se com o café na mão. Ah, que música vou escutar? Perde meia hora de mergulho entre os novos hits da música. No final, você descarta seu plano porque você nunca atingiu o clima necessário para enfrentar o que você realmente tinha que fazer.

Timothy Pychyl, psicólogo e acadêmico canadense da Universidade de Carleton (Ottawa) é um estudioso da procrastinação e em um recente artigo do Fórum Econômico Mundial, afirma que nos enganamos crendo que nosso estado de ânimo deva se encaixar com a atividade que estamos fazendo. "Devo reconhecer que raramente sinto [com vontade de fazer minha seguinte tarefa], e não importa se eu não sinto isso", explica.

Ao invés de focar nas emoções, foque em sua próxima tarefa, aconselha.

2. Quebre o seu trabalho em partes menores

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Conquistar o mundo não soa como um plano simples e provavelmente te angustiaria saber tudo o que deveria fazer para conseguir isso. Melhor ir por partes e, por exemplo, criar um movimento político ou uma empresa inovadora que te ajude na missão. Parece ridículo dominar o mundo sem pensar em um plano? Sim, e o mesmo vale para seu trabalho no escritório

A procrastinação geralmente é associada a emoções ruins, dizem estudos. O que parece impossível ou avassalador, é melhor adiar com GIFs de suas séries favoritas. Pynchyl sugere que um bom passo é quebrar o seu encargo em pequenos passos: cada etapa concluída vai fazer você se sentir melhor e aumentar a sua auto-estima para enfrentar os próximos passos.

3. Defina prazos.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Após meses trabalhando em sua tese, na hora da entrega você pensa "se eu tivesse tido mais tempo, faria isso ou outra coisa". Claro, seria maravilhoso ter todo o tempo do mundo e preocupar-se unicamente com seu projeto. O mesmo que sucede com todas as ideias a longo prazo que nunca foram materializadas... porque tens todo o tempo para começar! O que houve com as aulas de natação?. ou conhecer o mundo? Algum dia você vai começar, mas não agora, certo?

Ao não definir prazos, suas ideias sempre permanecerão agradáveis, mas como saber se avançarão ou não, se você não tem prazos? Pense em seus planos e tenha um prazo, quebre-o em etapas e logo em pequenos passos. Não te assegurará o êxito, mas oferecerá uma meta específica e realizável a longo prazo.

4. Planeje seu calendário

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Mas como planejar sem aplicativos? É hora de conhecer Bullet Journal, um sistema muito simples criado pelo designer Ryder Carroll. Você somente precisa de um lápis e um papel, e ao contrário de outros métodos em que carecem de sua adaptação, este é fácil e claro de estruturar.

Bullet Journal te permite visualizar o estado de seus projetos em um registro semestral, mensal, semanal e diário, a partir das tarefas (.), notas (--) e eventos (°). À medida em que são finalizadas as atividades diárias, vai você vai riscando. Se não conseguiu, pode postergá-las (>), e se você postergar muito, se dará conta que pode não ser relevante executá-la, ou melhor, é necessário replanejar ou dividir em uma sequência de atividades mais específicas.

A sensação de avançar é sempre satisfatória, mas se você é mutitask jamais saberá pois sempre há outra coisa por fazer. É nisso que Bullet Journal pode fazer a diferença.

5. Não conecte sua conta do Whatsapp no computador. Jamais.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Se as redes sociais distraem você enquanto trabalha, o mais lógico seria não adicionar sua conta de Whatsapp ao seu computador. Agora que você adicionou e uma aba no seu navegador para ver quem lhe enviou o último meme, é pior. Você tem na mesma tela o projeto no CAD, documentos PDF, os vídeos de concentração e a caixa de entrada do email sempre aberta, tudo isso junto com os chats do WhatsApp.

É importante separar os espaços: é como dormir, almoçar e estudar na cama. Quando você saberás que está descansando ou trabalhando se faz tudo no mesmo lugar?

6. Deixe seu celular sem internet enquanto trabalha. Se é urgente, te chamarão.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Se você já questionou isso de não instalar o WhatsApp no seu computador, pensando, "E se precisarem de mim?" A resposta é muito simples: deixar o celular sem internet e conectar-se quando tiver um descanso. Se é urgente te ligarão.

Esse meme que te enviaram por Whatsapp pode esperar.

7. Separe o urgente do importante.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Auto-definido como um "procrastinador profissional", Tim Urban, criador do blog Wait but Why, diz que existem diferentes tipos de procrastinadores (alguns se distraem vendo GIFs e outros limpando a sala), mas nenhum deles foca em seus objetivos a longo prazo. Todos vêem o urgente, mas não o importante.

Apoiado na Eisenhower Matrix, Urban aponta que todos deveríamos gastar nosso tempo no realmente valioso, ou seja, o "importante e urgente" (a primeira entrega ao cliente) e no "importante, mas não urgente" (receber o Pritzker, por exemplo), pois é aí onde, segundo Urban, que "prosperamos, crescemos e florescemos".

Como é de se esperar, a maioria dos procrastinadores gastam suas energias no "urgente e não importante", exceto quando os prazos de entrega aproximam-se perigosamente. Aí os procrastinadores focam no "importante e urgente". O que é o importante para você?

8. Estruture sua semana e seus tempos segundo suas habilidades.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

É ridículo pedir que todos sejamos eficientes 24 horas por dia, 7 dias por semana, mas sabemos que há momentos em que funcionamos melhor do que outros. No meu caso: segunda de manhã sobre sexta-feira à tarde. No início da manhã, do que à tarde. Após o café melhor do que após o almoço. Por isso, é mais provável que, no primeiro caso eu me concentrar melhor e não me perca em tarefas triviais, assim posso definir meus dias segundo minhas próximas tarefas e como poderia resolvê-las melhor. Qual a sua rotina?

9. Enfrente o medo de falhar.

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Sim, parece uma citação de Paulo Coelho, mas é verdade: a procrastinação e o perfeccionismo muitas vezes caminham de mãos dadas. Conforme Julie Morgenstern, consultora de produtividade, explica ao jornal The New York Times, esperar até o último minuto dá aos perfeccionistas a desculpa perfeita: de que não tiveram tempo suficiente. Se você não começar a trabalhar, não poderá falhar em uma tarefa porque não há projeto  e, assim, postergarás a possibilidade de algo dar errado.

A este respeito, Rory Vaden, treinador corporativo americano, explica que "as pessoas mais produtivas tendem a se concentrar sobre os progressos sobre a perfeição." Como você vai apresentar, em todos os projetos, os primeiros esboços diferem amplamente do projeto final. O caminho é longo e cheio de confusões, erros, acertos e muita perseverança.

10. A concentração chega enquanto você trabalha

Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia
Collage: "La tormenta" de Pierre-Auguste (87.15.134). The Metropolitan Museum of Art, 2000–. [1] (Janeiro, 2007), domínio público + Emoji One [Wikipedia], sob licença CC BY-SA 4.0. Imagem © Nicolás Valencia

Há alguns anos apresentamos o trabalho do escritor Mason Currey, autor de Daily Rituals, uma publicação que explora as rotinas das grandes mentes de nossa sociedade. Seja priorizando longas caminhadas para concentrar-se como Tchaikovsky ou Beethoven; organizando extenuantes jornadas laborais como Frank Lloyd Wright, ou pintando pelado como Le Corbusier, todos eles construíram seus horários para realizar o melhor trabalho possível, pela paixão que finalmente os empurra a trabalhar

E quando você trabalha, a concentração inevitavelmente chegará em algum momento. Esse é o melhor conselho.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Nicolás Valencia
Autor
Cita: Valencia, Nicolás. "10 conselhos para arquitetos procrastinadores" [10 consejos para arquitectos procrastinadores] 18 Mai 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/871562/10-conselhos-para-arquitetos-procrastinadores> ISSN 0719-8906
Ler comentários