O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. legacy
  3. Clássicos da Arquitetura: Restaurante Los Manantiales / Félix Candela

Clássicos da Arquitetura: Restaurante Los Manantiales / Félix Candela

Clássicos da Arquitetura: Restaurante Los Manantiales / Félix Candela
Clássicos da Arquitetura: Restaurante Los Manantiales / Félix Candela, © Erik Eugenio Martínez Parachini
© Erik Eugenio Martínez Parachini

© Erik Eugenio Martínez Parachini © Erik Eugenio Martínez Parachini © Usuario de Flickr: wework4her. (CC BY-SA 2.0) © Usuario de Flickr: wework4her. (CC BY-SA 2.0) + 25

Este projeto do arquiteto espanhol Félix Candela localiza-se em Xochimilco, local de enorme significado pelas origens pré-hispânicas, hoje Cidade do México, em uma área conhecida por ter tido uma das fontes mais importantes de água doce para a cidade de então. O edifício do restaurante "Los Manantiales" construído no ano de 1957, possui uma grande sala com capacidade para cerca de 1000 pessoas, formada pela intersecção de 4 paraboloides hiperbólicos, constituindo um destacável exemplo desse ramo de projeto estrutural.

Xochimilco foi, durante o século XX, um importantíssimo lugar recreacional para os cidadãos da capital asteca. O arquiteto Candela propôs um desenho integrado com os jardins na forma de um objeto flutuante através da sua estrutura semelhante a uma flor de lótus.

© Erik Eugenio Martínez Parachini
© Erik Eugenio Martínez Parachini

O projeto de uma abóbada, formada pela intersecção de 8 gomos que provêm do encontro de 4 paraboloides hiperbólicas, conformou uma planta de quase 42 metros de diâmetro, com paraboloides de 25x30 metros no início de seu desenvolvimento, contando com uma altura máxima de 8,25 metros no exterior e um pé-direito interno de 5,90 metros, proporcionando uma interessante e espaçosa planta livre. 

© Erik Eugenio Martínez Parachini
© Erik Eugenio Martínez Parachini

Este grande espaço é fechado com painéis de vidro, com perfis metálicos dispostos em uma grade de 2,40 m x 2,40 m, entre as bordas das parábolas centrais. Sob esse espaço localiza-se o restaurante, que em sua parte central conta com uma grande pista de dança. O jogo de luzes que cria a estrutura de paraboloides hiperbólicas define a espacialidade interior do recinto.

Diagrama
Diagrama

As paredes independentes que contem as áreas de serviço do restaurante, como a cozinha, as áreas sanitárias e o vestíbulo de acesso, se alçam ao lado desta grande estrutura. No acesso estão os estacionamentos que comportam até 20 veículos.

© Usuario de Flickr: wework4her. (CC BY-SA 2.0)
© Usuario de Flickr: wework4her. (CC BY-SA 2.0)

Por contar com dois sistemas de geratrizes retas, sua concretagem tornou-se mais simples do que a de uma abóbada formada pela intersecção do cilindro. Além disso, torna-se muito mais rígida por sua dupla curvatura, o que permitiu sua construção com espessuras menores de concreto, que chegam até a 5 centímetros.

© Usuario de Flickr: wework4her. (CC BY-SA 2.0)
© Usuario de Flickr: wework4her. (CC BY-SA 2.0)

A viga de borda foi eliminada e concentrou-se a carga da estrutura nos apoios remetidos na borda exterior dos paraboloides, deixando assim a sensação de que as lajes de concreto flutuam sem tocar a terra. Dessa forma, o restaurante é um projeto que reflete as aptidões estruturais e espaciais deste grande arquiteto.

© Erik Eugenio Martínez Parachini
© Erik Eugenio Martínez Parachini

Arquiteto: Félix Candela
Localização: Calz. Xochimilco-Tulyehuealco 60 col. Nativitas 16450, México, D.F.
Ano do Projeto: 1958
Referências: wikiarquitectura, Princeton University Art Museum
Fotografias: Usuários do Flickr: wework4her, Carlos Zetina; Erik Eugenio Martínez Parachini Usuario do Flickr: core.formula, wikiarquitectura, skyscrapercity

© Erik Eugenio Martínez Parachini
© Erik Eugenio Martínez Parachini

Ver a galeria completa

Cita: Duque, Karina. "Clássicos da Arquitetura: Restaurante Los Manantiales / Félix Candela" [Clásicos de Arquitectura: Restaurante Los Manantiales / Félix Candela] 17 Abr 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/869307/classicos-da-arquitetura-restaurante-los-manantiales-felix-candela> ISSN 0719-8906