O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Clássicos da Arquitetura: Case Study House #9 – Casa Entenza / Charles e Ray Eames + Eero Saarinen and Associates

Clássicos da Arquitetura: Case Study House #9 – Casa Entenza / Charles e Ray Eames + Eero Saarinen and Associates

Clássicos da Arquitetura: Case Study House #9 – Casa Entenza / Charles e Ray Eames + Eero Saarinen and Associates
Clássicos da Arquitetura: Case Study House #9 – Casa Entenza / Charles e Ray Eames + Eero Saarinen and Associates, Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)

Aninhada nas colinas verdejantes à beira-mar de Pacific Palisades, no sul da Califórnia, a Casa Entenza é a nona das famosas Case Study Houses, construídas entre 1945 e 1962. Com uma vasta sala de estar de planta aberta que se conecta ao jardim através de esquadrias corrediças piso teto, a casa traz o ambiente natural em uma caixa metálica modernista, permitindo que os dois coexistam como um espaço harmonioso.

Como seus pares no Case Study Program, a casa foi projetada não apenas para servir como uma residência confortável e funcional, mas para mostrar como a construção de aço modular poderia ser usada para criar habitações de baixo custo para uma sociedade ainda se recuperando da Segunda Guerra Mundial. O responsável por iniciar o programa foi John Entenza, editor da revista Arts and Architecture. O resultado foi uma série de casas minimalistas que empregavam estruturas de aço e plantas abertas para refletir o modo de vida mais casual e independente que havia surgido na era automotiva. [1]

Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10) Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10) Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10) Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10) + 28

Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)

Uma das casas construídas sob o programa seria utilizada pelo próprio Entenza. Seu projeto foi assumido pelo designer industrial Charles Eames e pelo arquiteto Eero Saarinen, uma dupla que havia trabalhado em colaboração durante anos. Eames projetaria uma casa não somente para Entenza, mas também para sua própria família. Esta, a Case Study House #8, seria implantada no mesmo terreno, de mais de 6.000 m², da Casa Entenza.

As duas casas compartilhavam mais do que um lote. Cada estrutura da casa era composta dos mesmos elementos estruturais: colunas em H de quatro polegadas que suportavam vigas treliçadas de doze polegadas. Este sistema estrutural permitiu que a Casa Entenza encerrasse tanto espaço quanto possível dentro de uma estrutura mínima. [2] A cobertura acima da casa é uma laje simples de concreto, revestida com tábuas de bétula cobrindo os beirais. Apenas quatro das colunas de aço são aparentes dentro da casa, enquanto o restante estão escondidas dentro das paredes. [3]

Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)

A característica principal da casa de Entenza é sua sala de estar vasta, aberta. Quase metade da casa corresponde a esse espaço, com a intenção de criar um espaço de encontro público versátil que pudesse hospedar uma festa de até quarenta pessoas, ou uma reunião de apenas meia dúzia. Uma grande lareira divide a sala em um espaço amplo, ininterrupto e um mais íntimo, proporcionando acomodação para grupos de qualquer tamanho. Esta habilidade de entreter o número de convidados foi um princípio norteador do projeto da casa, graças às exigências profissionais particulares da carreira jornalística de Entenza. [4]

A sala de estar, com quase 11 metros de largura, foi feita para parecer ainda maior pela instalação de portas deslizantes de vidro do piso ao teto ao longo do comprimento da parede traseira. Toda a fachada traseira era vidrada, conectando o espaço interior da sala de estar ao amplo pátio do quintal. De dentro da sala de estar, podia-se ver o Oceano Pacífico emoldurado pelos caixilhos finos das janelas e, mais longe, as árvores pontilhando o quintal.

Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)

Além da sala de estar, a casa Entenza compreende uma sala de jantar, dois dormitórios, dois banheiros, uma cozinha e um escritório. Em contraste com a sala aberta e arejada, o escritório foi especificamente solicitado por Entenza para ser totalmente fechado, sem janelas para conter distrações do mundo exterior. [5]

É difícil não fazer comparações entre as Casas Eames e a Entenza. Além de sua tipologia estrutural compartilhada, as duas casas tomam abordagens radicalmente diferentes para sua aplicação. A Casa Eames é, acima de tudo, uma celebração da estrutura - a estrutura metálica estava em exposição em todo o edifício.

Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)
Case Study House No. 9. (1950) / Julius Shulman Photography Archive. Image © J. Paul Getty Trust. Getty Research Institute, Los Angeles (2004.R.10)

Em sutil contraste, a Casa Entenza não faz quase nenhuma referência explícita ao seu sistema estrutural. A maior parte da estrutura está oculta, com o efeito de que a atenção é focada no espaço e nas vistas, e não no edifício em si. Parece provável que a influência de Saarinen tenha sido responsável por esta forma mais arquitetônica de projeto, distinguindo o esforço colaborativo do trabalho independente de Eames em sua própria casa ao lado.

Entenza viveu nessa residência por somente cinco anos após sua conclusão em 1949. Desde aquela época foi comprada e habitada por uma série de proprietários diferentes, cada um fazendo suas próprias alterações ao projeto original. Enquanto seu vizinho, a Casa Eames, se tornou sede da Eames Foundation, até hoje a Casa Entenza permanece uma residência privada.

A Virtual Look Into Eames and Saarinen's Case Study House #9, The Entenza House

This month's interactive 3D floor plan shows a simple and beautiful steel frame structure designed by Charles Eames and Eero Saarinen. The Case Study House Program, initiated by John Entenza in 1945 in Los Angeles, was conceived to offer to the public models of a low cost and modern housing.

Referências

[1] Curtis, William. Modern Architecture Since 1900. London: Phaidon Press Limited, 1982. p405.
[2] McCoy, Esther. Case Study Houses, 1945-1962. Los Angeles: Hennessey & Ingalls, Inc., 1977. p54.
[3] Koenig, Gloria. Charles & Ray Eames. Köln: TASCHEN GmbH, 2005. p41.
[4] McCoy, p54.
[5] Koenig, p42-43.
[6] McCoy, p55.
[7] Koenig, p43.

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Charles and Ray Eames
Escritório
Eero Saarinen and Associates
Escritório
Cita: Fiederer, Luke. "Clássicos da Arquitetura: Case Study House #9 – Casa Entenza / Charles e Ray Eames + Eero Saarinen and Associates" [AD Classics: The Entenza House (Case Study #9) / Charles & Ray Eames, Eero Saarinen & Associates] 04 Jan 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/802712/classicos-da-arquitetura-case-study-house-number-9-nil-casa-entenza-charles-e-ray-eames-plus-eero-saarinen-and-associates> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.