O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Eventos
  3. Biorealismo: Paisagens e ruínas de Hans Broos e Burle Marx

Biorealismo: Paisagens e ruínas de Hans Broos e Burle Marx

  • 19:00 - 6 Dezembro, 2016
Biorealismo: Paisagens e ruínas de Hans Broos e Burle Marx
Biorealismo: Paisagens e ruínas de Hans Broos e Burle Marx, Foto: João Serraglio
Foto: João Serraglio

Um tótem paira sobre o mar de uma praça. não é mais um monolito, é um organismo: torna-se ruína sob o sol da américa do sul. Biorealismo trata do encontro entre a tecnologia e o biológico, quando o funcionalismo torna-se perecível.

Tomando emprestada a expressão de Richard Neutra, apresentamos projetos urbanos de Hans Broos e Burle Marx no estado de Santa Catarina, procurando aproximar modos de operar surgidos desses modernismos periféricos.

Biorealismo refere-se a uma abordagem da arquitetura tendo como base as ciências naturais - biologia, geografia, botânica - e humanas - uso consciente da história e fundo filosófico. um funcionalismo que olha para a natureza das coisas.

Os projetos de Hans Broos para Blumenau, nunca realizados plenamente, apresentam um pouco da forma como o arquiteto enxergava o futuro das cidades. Os croquis exibidos mostram a ênfase no desenho e redesenho do centro histórico e geográfico da cidade, procurando tornar este local um ponto de encontro e contemplação, com pouco ou nenhum trânsito de automóveis, mas servido de variados espaços públicos abertos.

Já o parque do aterro da baía sul, em Florianópolis, obra construída de Burle Marx, José Tabacow e Haruyoshi Ono, hoje se encontra em estágio avançado de arruinamento. Assim que a obra foi finalizada passou a ser engolida pelo loteamento do parque do aterro em pequenos terrenos com usos diversos, dilacerando sua continuidade planejada, privando a cidade de um grande espaço público e apagando sua presença da memória dos cidadãos.

Estas duas grandes intervenções na cidade - uma projeção de futuro e uma ruína insólita - dialogam, enquanto deciframos as pistas de uma urbanidade fantástica perdida nas malhas de nossas cidades.

Este evento foi enviado por um usuário de ArchDaily. Se você quiser, pode também colaborar utilizando "Enviar um evento". As opiniões expressas nos anúncios enviados pelos usuários archdaily não refletem necessariamente o ponto de vista de ArchDaily.

Cita: "Biorealismo: Paisagens e ruínas de Hans Broos e Burle Marx" 06 Dez 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/800877/biorealismo-paisagens-e-ruinas-de-hans-broos-e-burle-marx> ISSN 0719-8906