O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Arte e Cidade: "Existe um poder muito lindo por trás de cada mural ou grafite"

Arte e Cidade: "Existe um poder muito lindo por trás de cada mural ou grafite"

Arte e Cidade: "Existe um poder muito lindo por trás de cada mural ou grafite"
Arte e Cidade: "Existe um poder muito lindo por trás de cada mural ou grafite", Bairro Bellavista, Recoleta, Santiago. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Bairro Bellavista, Recoleta, Santiago. Imagem Cortesia de Faya E.C.

No bairro de Recoleta, em Santiago, é possível ver grafites e murais realizados por renomados artistas urbanos, sendo um deles o ilustrador e muralista Fabián Anaya, mais conhecido como Faya El Capitán.

Em 2011, Faya começou a intervir nos espaços públicos do seu bairro quase como uma experimentação. Desde então o artista não parou e imprimiu sua em arte em diferentes cidades do Chile e da América Latina. Além disso, ele tem se aventurado em outras áreas para levar o muralismo a lugares remotos do país e assim vincular, sobretudo as crianças, à pintura.

Este último foi possível graças ao “Project Wallflowers Patagonia”, uma iniciativa desenvolvida por sua amiga e também, muralista e pintora, Pau, que tem como objetivo levar esta mostra de arte a áreas onde a prática não é muito comum.

De fato, como parte deste projeto, ambos muralistas visitaram uma pequena escola de Balmaceda, na Região de Aysén, e pintaram 80% do lugar, enquanto as demais pinturas foram realizadas por crianças entre 4 e 14 anos, além dos trabalhadores do lugar. Sobre esta iniciativa, Faya conta ao Archdaily que juntamente com a Pau "criamos um ambiente grato e único para eles".

Morro Polanco, Valparaíso. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Morro Polanco, Valparaíso. Imagem Cortesia de Faya E.C.

Um segundo projeto que também está vinculado a aprendizagem escolar é o que agora está desenvolvendo no bairro da Estação Central. Neste lugar são oferecidas aulas de grafite e muralismo às crianças de 6 a 13 anos para que, tanto eles como suas famílias, se relacionem com a arte urbana sem conferir uma conotação de vandalismo.

Para conhecer mais da visão de Faya E.C., sobre arte urbana nos espaços público, convidamos o leitor a conferir a entrevista que o artista deu à Plataforma Urbana junto com uma galeria fotográfica dos seus murais.

1. Qual é a importância da arte no espaço público para você?

Acredito que é um oásis, um escape da monotonia cotidiana da cidade. O grafite, muralismo, streetart ou como queriam chamar, para mim, é a liberdade de nos apropriarmos de um espaço público, fazê-lo nosso por um tempo limitado. Sinceramente, acredito que as pessoas que pintam na rua são mais livres e corajosas, não porque é 'ilegal', mas sim porque têm a capacidade de pegar o lugar que seja e transformá-lo em algo belo, simplesmente fazer uma mudança.

2. Qual o impacto que a arte urbana gera na cidade e nos seus habitantes?

Gera uma mudança na rotina das pessoas, existe um poder muito bonito por trás de cada mural ou grafite, já que na sua maioria são uma conjunção de cores que, significando algo ou não às pessoas, nos faz questionar e isto é importante. Questionarmos cada dia para poder avançar.

Mural em Valparaíso. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Mural em Valparaíso. Imagem Cortesia de Faya E.C.

3. Você acha que a arte urbana é valorizada no Chile?

Acredito que o muralismo está sendo cada mais aprovado, isto cria mais valorização e dedicação por parte do pintor. Por isso, alguns de nós conseguimos viver somente disto e os espaços estão cada vez mais acessíveis, tanto para oficinas, como para intervir.

4. Quais são as principais diferenças entre expor em uma galeria privada e no espaço público?

Acredito que é basicamente a mesma coisa, pintar para mostrar ou transmitir algo. A diferença para mim é que uma exposição em uma galeria é uma porta aberta para conhecer o mundo do pintor ou sua intenção mais concretamente, já que é um evento no qual existe diálogo direto entre ele e o público que já há um interesse em conhecer mais do autor.

A rua, ao contrário, é somente uma vitrine, na qual a maioria das pessoas que vê a obra determina uma interpretação pessoal, que aparece de um dia para outro, é algo imposto na maioria dos casos, não há interesse por parte do leitor. Por isso, existe uma responsabilidade maior, acredito que é necessário fazer algo que chame atenção e que acolha o entorno.

Uruguai, Montevideo. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Uruguai, Montevideo. Imagem Cortesia de Faya E.C.

5. O que você procura dar a cidade através da sua obra?

Busco entregar um escape, um questionamento ao leitor, busco desocupar sua mente por um instante para enche-la com ideias novas que não está acostumado a pensar.

6. Para você, que fatores influenciam na permanência de uma obra no espaço público?

Acredito que as pessoas respeitam a obra, seja bonita ou feia, respeita o trabalho que há no muro e o fazem muito mais se o mural lhes provoca uma boa sensação.

“Solo en las montañas” ft. @laliomutay. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“Solo en las montañas” ft. @laliomutay. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Mural realizado com @theartofpau em Avenida Santa, Santiago centro. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Mural realizado com @theartofpau em Avenida Santa, Santiago centro. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Bairro Patronato, Recolecta. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Bairro Patronato, Recolecta. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Bairro Bellavista em Providencia. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Bairro Bellavista em Providencia. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“Fisher”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“Fisher”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Mural em San Pedro de Atacama.Imagem Cortesia de Faya E.C.
Mural em San Pedro de Atacama.Imagem Cortesia de Faya E.C.
“La Energía Absoluta”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“La Energía Absoluta”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
Cortesia de Faya E.C.
Cortesia de Faya E.C.
“Ruidos y Besos”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“Ruidos y Besos”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“La danza de la lluvia”. Imagem Cortesia de Faya E.C.
“La danza de la lluvia”. Imagem Cortesia de Faya E.C.

Convidamos você a acompanhar o trabalho de Faya através do seu Facebook, Instagram, Flickr e Tumblr.

Sobre este autor
Constanza Martínez Gaete
Autor
Cita: Gaete, Constanza Martínez. "Arte e Cidade: "Existe um poder muito lindo por trás de cada mural ou grafite"" [Arte y Ciudad. Entrevista al muralista Faya: “Hay un poder muy lindo detrás de cada mural o graffiti”] 02 Out 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/794372/arte-e-cidade-existe-um-poder-muito-lindo-por-tras-de-cada-mural-ou-grafite> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.