1. ArchDaily
  2. Germen Crew

Germen Crew: O mais recente de arquitetura e notícia

Como os empreendedores transformaram o grafite em um Cavalo de Tróia para a gentrificação

Aconteceu no meio da noite: o museu não oficial do grafite de Long Island City foi apagado. Em 2013, o proprietário da G&M Realty, Jerry Wolkoff,, queria que o edifício fosse destruído para criar novos condomínios de luxo e os artistas processaram-no para preservar seus trabalhos. Um juiz negou o pedido dos artistas e Wolkoff destruiu-os na calada da noite, aparentemente para evitar que eles alcançassem status histórico. Embora os grafites tenham nascido como um ato subversivo, esses artistas pintaram com a permissão de Wolkoff desde 1993 e transformaram o armazém "na primeira mecca do grafite no mundo" e o maior espaço legal em arte de spray nos Estados Unidos. Esta foi uma traição séria.

Arte e Cidade: "Existe um poder muito lindo por trás de cada mural ou grafite"

No bairro de Recoleta, em Santiago, é possível ver grafites e murais realizados por renomados artistas urbanos, sendo um deles o ilustrador e muralista Fabián Anaya, mais conhecido como Faya El Capitán.

Em 2011, Faya começou a intervir nos espaços públicos do seu bairro quase como uma experimentação. Desde então o artista não parou e imprimiu sua em arte em diferentes cidades do Chile e da América Latina. Além disso, ele tem se aventurado em outras áreas para levar o muralismo a lugares remotos do país e assim vincular, sobretudo as crianças, à pintura.

TED Talk com o artista eL Seed: um projeto de paz pintado em 50 edifícios

No início deste ano, o artista franco-tunisiano eL Seed realizou um mural que atraiu a atenção de vários veículos internacionais e das redes sociais por qualificar esteticamente o bairro de Manshiyat Nasr, no Cairo, uma região associada por muitos a um lixão.

Arte urbana, a expressão artística que transformou Girona em um museu ao ar livre

Desde os anos 90 os grafites formam parte da cultura urbana de Girona (Catalunha, Espanha), onde artistas como Zozen Bandido e os NMD deixaram sua marca, tornando-se os pioneiros da arte urbana nesta cidade.

Neste sentido, nos últimos quatro anos, o festival Milestone Project tem enfatizado esta expressão artística e transformando as ruas de Girona em um museu de arte urbana.

Andrea Btoy - Columnes bonastruc. Imagem © Ana RodríguezErica il Cane (2012) - Estacionamento. Imagem © Ana RodríguezPastel (2015) - Font de la Pólvora  . Imagem via @UrbaniteWebzine© Ana Rodríguez+ 8

Coletivo Ella & Pitr cria o maior mural do mundo na Noruega

O coletivo Ella & Pitr é atualmente um dos principais expoentes do muralismo francês, tendo percorrido o mundo pintando personagens e cenas lúdicas que parecem interagir com as superfícies sobre as quais foram desenhadas.

Na última edição do Festival Nuart, organizado pela cidade norueguesa de Stavanger, o coletivo teve a oportunidade de pintar um mural que obteve o título de maio do mundo, com 21 mil metros quadrados, uma área equivalente a pouco mais que dois campos de futebol.

Saiba mais sobre esta obra, a seguir.

Arte e Arquitetura: MacroMural Barrio de Palmitas, México

Próximo à Cidade do México encontra-se Palmitas, no muncípio de Pachuca, uma área que, há alguns meses, começou a criar o MacroMural Barrio de Palmitas, um projeto massivo de arte urbana com a intenção de unir a comunidade local. A ideia surgiu do governo local, o projeto foi executado pelos artistas urbanos autodidatas Germen.

Utilizando a arquitetura existente situada na colina predominante da localidade, o coletivo Germen criou uma intervenção artística em multi-perspectiva, a qual toma como inspiração uma das formas de arte mais reconhecidas do México - o muralismo -, e adiciona um novo sentido de perspectiva e de comunidade a esta tradição histórica.