O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Obras de Álvaro Siza e Fundação Calouste Gulbenkian na nova lista de Portugal para o Patrimônio Mundial

Obras de Álvaro Siza e Fundação Calouste Gulbenkian na nova lista de Portugal para o Patrimônio Mundial

Obras de Álvaro Siza e Fundação Calouste Gulbenkian na nova lista de Portugal para o Patrimônio Mundial
Obras de Álvaro Siza e Fundação  Calouste  Gulbenkian na nova lista de Portugal para o Patrimônio Mundial, Fundação Calouste Gulbenkian, projeto de Ruy Jervis d’Athouguia, Pedro Cid e Alberto Pessoa. Cortesia de Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian
Fundação Calouste Gulbenkian, projeto de Ruy Jervis d’Athouguia, Pedro Cid e Alberto Pessoa. Cortesia de Biblioteca de Arte-Fundação Calouste Gulbenkian

A nova lista indicativa de Portugal ao Patrimônio Mundial que foi recentemente concluída integra a obra construída de Álvaro Siza e a Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa – mais concretamente o conjunto constituído pelo edifício-sede (projeto dos arquitetos Ruy Athouguia, Pedro Cid e Alberto Pessoa) e pelo parque (projeto de António Viana Barreto e de Gonçalo Ribeiro Telles). Também a rota de Fernão de Magalhães, que em 1522 concluiu a primeira viagem de circum-navegação, e os caminhos portugueses de peregrinação a Santiago de Compostela passam a integrar a lista.

Lisboa, com a Gulbenkian, o Aqueduto das Águas Livres, a Baixa Pombalina e o núcleo histórico mais marcadamente transfigurado pelos Descobrimentos ("Lisboa Histórica, Cidade Global", assim o designa a Comissão Nacional da UNESCO), é a cidade com mais indicações nesta lista, que conta agora com 22 obras. Guimarães, que já tem o seu centro histórico classificado, passa agora a ver também indicada a Zona de Couros, e indicações como as do Deserto dos Carmelitas Descalços do Bussaco (juntamente com o conjunto do Palace-Hotel), as pegadas de dinossauros de Sesimbra e Ourém, as Ilhas Selvagens e as Levadas da Madeira repetem-se, assim como as da Costa Vicentina, de Vila Viçosa e do Palácio e da Tapada Nacional de Mafra. A paisagem cultural do montado, no Alentejo, o complexo romano de salga e conserva de peixe, em Tróia, o Santuário do Bom Jesus do Monte, em Braga, as fortalezas abaluartadas da Raia e a vila de Mértola também estão na lista.

A Comissão Nacional da UNESCO dá assim por terminado o processo, iniciado há dois anos, de atualização da lista anterior, que data de 2004. As listas indicativas, que devem ser aprovadas pelo Comité do Patrimônio Mundial da UNESCO, constituem um pré-requisito indispensável para a candidatura a Patrimônio Mundial, recorda a nota emitida pelo gabinete do ministro dos Negócios Estrangeiros.

Existem atualmente nas Listas Indicativas de 175 Estados um total 1.641 bens que um dia poderão vir a ser inscritos na Lista do Patrimônio Mundial. Portugal, com 15 bens inscritos, está entre os 20 países com maior número de classificações.

Via Público.pt

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "Obras de Álvaro Siza e Fundação Calouste Gulbenkian na nova lista de Portugal para o Patrimônio Mundial" 15 Jun 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/789461/obras-de-alvaro-siza-e-fundacao-calouste-gulbenkian-na-nova-lista-de-portugal-para-o-patrimonio-mundial> ISSN 0719-8906