O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Cinema e Arquitetura: "Cidade Cinza"

Cinema e Arquitetura: "Cidade Cinza"

Cinema e Arquitetura: "Cidade Cinza"
Cinema e Arquitetura: "Cidade Cinza", Divulgação. Cartaz "Cidade Cinza"
Divulgação. Cartaz "Cidade Cinza"

Em 2008 a prefeitura de São Paulo, durante a gestão de Gilberto Kassab, resolveu iniciar uma política de limpeza urbana, na qual os muros da cidade seriam pintados com a cor cinza de forma a apagar as intervenções neles realizadas. Artistas como Os Gêmeos, Nunca e Nina, que tiveram importantes obras destruídas pela iniciativa, se juntam para repintar um muro de 700 metros.

Saiba mais, a seguir.

A primeira tomada de "Cidade Cinza" nos apresenta o mar de edifícios de São Paulo. Os Gêmeos, talvez os grafiteiros mais famosos do país, falam sobre o caos da cidade e sua verticalização, colocando as paredes grafitadas como uma vitória contra o concreto. O ponto de vista do documentário se torna claro: a cidade é feita para as pessoas e não para seus políticos, manifestações de arte urbana deveriam ser vistas como uma solução e não como um problema na paisagem da cidade.

Assim, o documentário transita entre os mundos de arte e cultura versus o que seria considerado vandalismo. É neste campo que surge a maior virtude do filme, a discussão sobre a noção de arte e como estas intervenções urbanas se inserem (ou não) neste delicado campo. 

FICHA TÉCNICA

Ano de lançamento: 2013
Gênero: Documentário
Diretores: Marcelo Mesquita e Guilherme Valiengo
Roteiristas: Peppe Siffredi, Felipe Lacerda e Marcelo Mesquita
Produzido por: Marcelo Mesquita, Pepe Siffredi, Raphael Bottino e Guilherme Valiengo
Trilha Sonora: Criolo e Daniel Ganjaman
Estreia no Brasil: 22/11/2013
Classificação indicativa: Livre
Duração: 80 minutos

Para mais informações, acesse o facebook oficial do filme. Para alugar ou comprar o filme, clique aqui.

Sobre este autor
Victor Delaqua
Autor
Cita: Victor Delaqua. "Cinema e Arquitetura: "Cidade Cinza"" 20 Mai 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/787917/cinema-e-arquitetura-cidade-cinza> ISSN 0719-8906