O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Vivendo em cavernas: Setenil de las Bodegas

Vivendo em cavernas: Setenil de las Bodegas

Vivendo em cavernas: Setenil de las Bodegas
Vivendo em cavernas: Setenil de las Bodegas, © Flickr CC user Feli García
© Flickr CC user Feli García

A cidade de Setenil de las Bodegas, localizada na região de Andaluzia, Espanha, parece uma espécie de cenário de um filme de aventura, com suas cavernas usadas como residências. Estando tão próxima da placa continental africana, forças geológicas criaram cordilheiras de montanhas e vulcões que são perfeitamente adequadas para a habitação. As rochas e cavernas podem ser facilmente ocupadas e uma delas - a Cueva de la Pileta - mostra evidências de presença humana há mais de 25 mil anos.

© Flickr CC user manuelfloresv © Flickr CC user manuelfloresv © Flickr CC user manuelfloresv © Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa + 9

© Flickr CC user manuelfloresv
© Flickr CC user manuelfloresv

Um uso mais compreensível do solo como habitação surgiu apenas durante ocupação moura da Espanha - no entanto, este modo de vida era uma tradição local imitada pelos ocupantes mouros e data de muito antes, derivando de uma tradição árabe de habitações subterrâneas. É fácil entender o porquê desta tradição ter permanecido mesmo após o fim da ocupação muçulmana da região: é simples e barato tornar uma caverna habitável e climaticamente confortável; além disso, estas formações rochosas são resistente ao fogo e a terremotos.

© Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa
© Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa
© Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa
© Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa

Construir dentro e em torno destes grandes afloramentos rochosos pode parecer estranho, mas é, na realidade, uma decisão bastante prática das pessoas que compreendem como aproveitar ao máximo o solo da região. Dadas as relações hostis entre a Espanha islâmica e seus vizinhos do norte, católicos, a ocupação das cavernas era importante também em termos estratégicos; o castelo no topo da cidade, construído no século XII, era tido como quase impenetrável pelos católicos da época e impediu o avanço cristão em Granada por cerca de 50 anos.

© Flickr CC user manuelfloresv
© Flickr CC user manuelfloresv

Embora Setenil atraia a atenção dos turistas por seu cenário espetacular, ela também nos ensina uma importante através da naturalidade com a qual a cidade e outras cavernas da região são tratadas pelos habitantes. Estas moradias incrivelmente eficientes e de baixo impacto têm sido usadas há séculos e são um belíssimo exemplo de como um aspecto que normalmente impede ou dificulta o estabelecimento humano pode se tornar uma grande vantagem para aqueles que vivem ali.

© Flickr CC user Juanjo
© Flickr CC user Juanjo
© Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa
© Flickr CC user José Luis Sánchez Mesa

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Dario Goodwin
Autor
Cita: Goodwin, Dario. "Vivendo em cavernas: Setenil de las Bodegas" [Living Under a Rock: Setenil de las Bodegas] 04 Mar 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/782970/vivendo-em-cavernas-setenil-de-las-bodegas> ISSN 0719-8906