O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 4 dicas importantes para garantir uma boa apresentação no 2º Prêmio {CURA} Transposições

4 dicas importantes para garantir uma boa apresentação no 2º Prêmio {CURA} Transposições

  • 18:00 - 19 Fevereiro, 2016
  • por Marcus Vinicius Damon e Guilherme Bravin
4 dicas importantes para garantir uma boa apresentação no 2º Prêmio {CURA} Transposições
4 dicas importantes para garantir uma boa apresentação no 2º Prêmio {CURA} Transposições, Imagem produzida por Alessandra Figueiredo, ex-aluno do Curso {CURA}, em parceria com Flavia Bucartovsky, premiadas com a proposta "Experiência e Prática às Margens do Tietê" no Concurso Internacional [Des]Bordes Urbanos na categoria "Instâncias Projetuais"
Imagem produzida por Alessandra Figueiredo, ex-aluno do Curso {CURA}, em parceria com Flavia Bucartovsky, premiadas com a proposta "Experiência e Prática às Margens do Tietê" no Concurso Internacional [Des]Bordes Urbanos na categoria "Instâncias Projetuais"

A pergunta “Como as cidades têm tratado o tema das transposições?” foi lançada no 2º Prêmio {CURA} Transposições, dando continuidade à proposta de realização de concursos de ideias com temas que se alinham às discussões atuais da cidade, buscando aprofundar-se nos temas do desenho urbano. Este artigo complementa o edital, de modo a oferecer alguma orientação para a apresentação para as equipes, uma breve aproximação do que é tratado no {CURA} Curso de Representação Arquitetônica.

Para consultar o edital e fazer a inscrição acesse: www.premiocura.com.br.

1. Composição das pranchas

O exercício do concurso de arquitetura tem suas particularidades.  As estratégias de desenvolvimento, assim como as da sua representação, são muito próprias da modalidade. Uma boa apresentação em arquitetura é aquela que informa o necessário para a boa compreensão em uma determinada etapa de trabalho. No caso do concurso, é necessária uma capacidade de síntese por conta das limitações do espaço para apresentação e a avaliação rápida e direta das comissões julgadoras. Diferente da prancha do projeto executivo, composta por elementos gráficos que possibilitam a construção, o painel do concurso discute o conceito e o partido da proposta, como ilustra a prancha produzida por Karen Evangelisti. O controle da paleta cromática dá força ao projeto gráfico. A organização dos elementos facilita a compreensão da proposta, equilibrando a expressão artística da perspectiva e a expressão técnica dos desenhos de planta, corte e axonométricas. 

Prancha produzida por Karen Evangelisti, ex-aluna do {CURA}, premiada com o 3º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicicletário
Prancha produzida por Karen Evangelisti, ex-aluna do {CURA}, premiada com o 3º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicicletário

Mas por que não explorar a aproximação com outras artes? A prancha produzida por Alessandra Figueiredo, ex-aluna do {CURA}, em parceria com a Flávia Bucartovsky, explorou a combinação de aquarela e desenho simples, apenas com linhas geradas pelo SketchUp, sem qualquer renderização. O painel ilustra a proposta "Experiência e Prática às Margens do Tietê", premiado no Concurso Internacional [Des]Bordes Urbanos na categoria "Instâncias Projetuais"]. A paleta cromática muito bem controlada explora os tons azuis, amarelos e cinzas.

Prancha produzida por Alessandra Figueiredo, ex-aluno do Curso {CURA}, em parceria com Flavia Bucartovsky, premiadas com a proposta "Experiência e Prática às Margens do Tietê" no Concurso Internacional [Des]Bordes Urbanos na categoria "Instâncias Projetuais".  O carimbo superior preto era uma exigência da organização
Prancha produzida por Alessandra Figueiredo, ex-aluno do Curso {CURA}, em parceria com Flavia Bucartovsky, premiadas com a proposta "Experiência e Prática às Margens do Tietê" no Concurso Internacional [Des]Bordes Urbanos na categoria "Instâncias Projetuais". O carimbo superior preto era uma exigência da organização

A mescla e sobreposição de elementos gráficos, pode ser muito elegante se não houverem exageros. A diagramação modular geralmente é mais racional, exigindo atenção aos alinhamentos com o gride para ser eficiente. Nas pranchas abaixo, respectivamente 1º e 2º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicletário, as cores foram bem controladas, aparecendo apenas onde se quer destacar.

Prancha produzida por Guilherme Prado Zorzella e Daniela Zavagli Monteiro da Fonseca, premiada com o 2º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicicletário
Prancha produzida por Guilherme Prado Zorzella e Daniela Zavagli Monteiro da Fonseca, premiada com o 2º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicicletário

2. Expressão Gráfica

No começo do ano, o ArchDaily Brasil postou “Os melhores desenhos arquitetônicos de 2015”. Notamos uma gama de linguagens muito ricas, sem o comprometimento com o fotorrealismo, mas sim, peças gráficas comprometidas com o discurso da arquitetura, denotando que a linha simples e a cor sólida podem ser muito mais eficientes em determinados assuntos, como nos diagramas e nas axonométricas.

Casa nº 1 em Curacavi – axonométrica
Casa nº 1 em Curacavi – axonométrica

O concurso em si já abre uma maior possibilidade para o participante arriscar em sua proposta.  Nessa fase de projeto, não existe um cliente direto pedindo para trocar o piso de cimento queimado por porcelanato brilhante. O partido permite mais risco. Então, a experimentação gráfica pode ser muito bem-vinda, mas na dúvida vale o lema “less is more”. A boa representação não está diretamente relacionada a um rendering fotorrealista, mas sim ao suporte adequado dado ao discurso do projeto. O Photoshop entra como principal ferramenta para a valorização das perspectivas, sendo essa fotorrealista ou uma colagem digital que pode ser muito expressiva e eficiente para apresentação de uma proposta, como nas imagens produzidas por Lieve Vermeiren Architect e por Ban Ron Sai.

Lieve Vermeiren Architect, Verbouwing
Lieve Vermeiren Architect, Verbouwing
Ban Rom Sai
Ban Rom Sai

3. Leitura do território e Contexto Urbano

De fato, não existe boa arquitetura sem a leitura adequada do seu contexto, as pré-existências do território e, no caso do 2º Prêmio {CURA} Transposições, sem a boa leitura da cidade. O projeto deve ser representado com seu entorno adequadamente representado, sendo sempre interessante revelando a dinâmica da cidade, podendo ser uma foto inserção mais sofisticada [09] ou uma colagem com uma linguagem mais experimental. O Urbi apresenta uma série de projetos urbanos, sempre apresentando a situação anterior à intervenção e sua consolidação a partir do Google Street View, alias, ferramenta muito importante para auxiliar no desenvolvimento do desenho urbano.

Prague Activators
Prague Activators
WFSmith Architecture
WFSmith Architecture
Imagem produzida por Augusto Zamperlini, Danilo Di Polito, Pedro Petry e Eduardo Saguas Miller, premiada com o 1º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicicletário
Imagem produzida por Augusto Zamperlini, Danilo Di Polito, Pedro Petry e Eduardo Saguas Miller, premiada com o 1º Lugar no 1º Prêmio {CURA} Bicicicletário

A imagem foi produzida pelo Estúdio Módulo para o Concurso Fechado Área 40 em São Miguel Paulista, em parceria com Figueroa.arq e Boldarini Arquitetura e Urbanismo.

4. Tenha à mão uma boa biblioteca 

Para atender uma boa apresentação, é importante termos uma boa biblioteca de materiais, escalas humanas e árvores. Abaixo, lista de sites:

Escalas humanas diversificadas

http://www.archdaily.com/777432/6-websites-for-ethnically-diverse-render-people

Materiais

Referências gráficas

Sobre este autor
Marcus Vinicius Damon e Guilherme Bravin
Autor
Cita: Marcus Vinicius Damon e Guilherme Bravin. "4 dicas importantes para garantir uma boa apresentação no 2º Prêmio {CURA} Transposições" 19 Fev 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/782389/4-dicas-importantes-para-garantir-uma-boa-apresentacao-no-2o-premio-cura-transposicoes> ISSN 0719-8906
Ler comentários

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.