O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Banco 50: fifty bench / algo+ritmo

Banco 50: fifty bench / algo+ritmo

Banco 50: fifty bench / algo+ritmo
Banco 50: fifty bench / algo+ritmo, Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

O grupo de pesquisa algo+ritmo, do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), vem se dedicando desde o começo de 2013 ao estudo da cultura digital e dos processos digitais de projeto, buscando verificar diversas possibilidades de aplicação desse processos, tanto na produção contemporânea das cidades como em sala de aula no ensino de projeto de arquitetura, do design e das artes digitais. O grupo é coordenado pelos professores Gilfranco Alves e Juliana Trujillo, do Curso de Arquitetura e Urbanismo da UFMS, e suas motivações são fundamentadas por participações anteriores em outros grupos de pesquisa como o Nomads.usp e o Hyperbody, assim como nos workshops da Architectural Association no Brasil e no Festival de Arte e Tecnologia de Campo Grande/MS [FAT]

Banco 50 ::: Fifty bench

O Processo de Projeto Paramétrico é um método fundamentado em técnicas de criação e modelagem digital, a partir de sistemas de programação que antecipam a tomada de decisões para uma etapa bastante inicial do processo de projeto - a fase de definição dos parâmetros (inputs).  Umparâmetro pode ser entendido como o valor de uma variável que, ao mudar, fornece uma característica diferente ao componente, mas mantém uma relação tipológica indicial com este componente em seu estado original.

O projeto do banco foi desenvolvido com a utilização dos software Rhinoceros e Grasshopper , e a partir de várias propostas desenvolvida pelo grupo, escolheu-se a que melhor atendia as necessidades dos usuários do bloco do Curso de Arquitetura e Urbanismo da (UFMS). Tradicionalmente, o hall do curso constitui-se em um espaço de convívio e integração, onde atividades de descanso, espera e lazer desenvolvem-se naturalmente pela comunidade acadêmica que frequenta o lugar, especialmente pelos alunos do Curso de Arquitetura e Urbanismo.

Scrip do banco – Rhino + Grasshopper. Image Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Scrip do banco – Rhino + Grasshopper. Image Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

Explorando geometrias complexas e novas possibilidades de apropriação de um espaço coletivo, o banco considera como parâmetros, várias utilizações possíveis: do sentar – em grupo ou sozinho – ao deitar. Assim o resultado surge dos inputs pré-definidos pelos projetistas e a forma emerge das necessidades dos usuários relacionadas ao espaço.

Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

O banco foi fabricado digitalmente a partir da utilização de uma CNC Router, que permitiu o desempenho em relação à velocidade e à precisão de corte necessária para materialização do design e para a montagem, especialmente no nível das furações e encaixes.

Fabricação digital do banco – CNC Router. Image Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Fabricação digital do banco – CNC Router. Image Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

O processo de planificação e numeração do banco permitiram à equipe, especialmente aos alunos, vislumbrar todo o potencial da fabricação digital, proporcionando o entendimento em relação ao processo e facilitando a posterior montagem . Além disso, o processo digital de projeto fomenta a discussão que atualiza o conceito de ganho de escala por repetição, a partir da produção em série estabelecida como paradigma da revolução industrial. Com a fabricação digital foi possível verificar na prática, a produção de elementos customizados em série. No caso do banco 50, nenhuma de suas peças é igual a outra, porém, todas são controladas digitalmente, desde sua concepção até a sua produção.

A escolha pela técnica de fatiamento teve um caráter educativo em relação à atualização das possibilidades paramétricas e das geometrias complexas. Tem-se observado muitas produções em ambientes digitais, mas muito pouco ainda foi feito no sentido de materializar fisicamente as experimentações. Para os acadêmicos e usuários da UFMS, experimentar e usufruir de um equipamento projetado e fabricado a partir de processos digitais de projeto é uma oportunidade de verificar diretamente as possibilidades que se abrem a partir da mediação digital aplicada em projetos de Arquitetura e Urbanismo.

Montagem. Image Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Montagem. Image Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

Deste modo, o banco foi montado e encontra-se em utilização plena no espaço para o qual foi concebido. Os alunos do curso que não conheciam o projeto surpreenderam-se com sua concepção e com o processo de montagem, e o grupo de pesquisa algo+ritmo pode materializar, ainda que em um projeto modesto, um experimento que envolveu poucos recursos mas que demonstra todo o potencial relacionado ao design paramétrico e à fabricação digital.

Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

Esta é uma condição atual, que reflete os modos de vida atuais e o nosso paradigma tecnológico, e que se apresenta não apenas para o desenvolvimento dos processos digitais de projeto, mas também para o ensino de Arquitetura e Urbanismo. Acreditamos que uma revisão nos métodos seja extremamente necessária, no sentido de aproveitar as potencialidades tecnológicas disponíveis. Cabe retomar um célebre conceito de Mies van der Rohe, que dizia que a verdadeira arquitetura é sempre objetiva e é a expressão da estrutura inerente ao nosso tempo. E o espírito do nosso tempo parece apontar cada vez mais para o desenvolvimento do potencial criativo dos processos digitais de projeto.

Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

EQUIPE

Metadesign: algo+ritmo
Design: Adalberto de Paula
Script: Adalberto de Paula e Adriano de Lima
Fabricação Digital: NBS Móveis Planejados
Produção: algo+ritmo
Arquitetos: Dr. Gilfranco Alves (coord.), Me. Juliana Trujillo (coord.), Adriano Lima, Julian Vargas.
Acadêmicos: Adalberto de Paula, André Fernandes, Ariel Pinto, Gabriela Mascarenhas, Geovana Hinoue, Henrique Lucas Rodrigues, Jéssica Rabito Chaves, Julia Andrade, Natacha Figueiredo Miranda, Priscila Sati, Rafael Mareco, Silmara Jacques Neves, Sol Ztt, Vinicius Gonçalves.
Local: Bloco de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), Campo Grande/MS/Brasil, Dezembro de 2015

Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues
Cortesia de André Fernandes, Silmara Jacques Neves e Henrique Lucas Rodrigues

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "Banco 50: fifty bench / algo+ritmo" 05 Jan 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/779876/banco-50-fifty-bench-algo-plus-ritmo> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.