O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. INTERIORS: Star Wars

INTERIORS: Star Wars

INTERIORS: Star Wars
Cortesia de INTERIORS Journal
Cortesia de INTERIORS Journal

Interiors é uma publicação online de filmes e arquitetura, de Mehruss Jon Ahi e Armen Karaoghlanian. Interiors administra uma coluna exclusiva para o ArchDaily em que analisa e diagrama filmes em termos de espaço. Sua Loja Oficial possui impressões exclusivas desses posts.

Star Wars (1977) é mais que um filme. É um fenômeno mundial. A saga Star Wars é seu próprio universo, e com tais personagens e mitologia distintas, até falar sobre Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança como um filme independente (que faz parte de um todo maior) é um exercício fascinante. É bastante notável que um filme que se passa no espaço, em mundos externos ao nosso, tenha sustentação arquitetonicamente.

Cena da Millennium Falcon. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal
Cena da Millennium Falcon. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal

Os espaços arquitetônicos mais importantes em Star Wars são a Millennium Falcon e a Estrela da Morte. Estes são espaços essenciais para a Aliança Rebelde e o Império Galático, respectivamente. A Millennium Falcon é uma nave espacial, enquanto a Estrela da Morte é uma mega-estrutura móvel e super arma galática. Em nossos diagramas, temos enfatizado cenas-chave nesses locais; na planta baixa da Millennium Falcon, quando Obi-Wan Kenobi e Han Solo conversam sobre A Força e Luke Skywalker pratica com um sabre de luz, e no corte da Estrela da Morte, quando Luke Skywalker e a Princesa Leia balançam sobre uma ponte quebrada.

A Millennium Falcon é comandada por Han Solo e seu ajudante, Chewbacca. Ela passou por vários proprietários e por atualizações e modificações. Han Solo, por exemplo, pegou a Millennium Falcon de Lando Calrissian, que instalou compartimentos embutidos no piso. Este nível adicional é utilizado para o contrabando, mas também é digno de nota já que essa adição posterior acaba por salvar o grupo principal, quando eles se escondem nos compartimentos quando a nave é capturada pela Estrela da Morte. Neste sentido, é a arquitetura - uma adição feita no espaço existente - que protege os nossos heróis.

Planta da Millennium Falcon. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal
Planta da Millennium Falcon. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal

A arquitetura é também importante para estabelecer o poder do Império e a relativa falta de força dos rebeldes. A Millennium Falcon tem 34,37 metros de comprimento, 25,51 metros de largura e uma profundidade de 8,27 metros, enquanto a Estrela da Morte é o seu próprio mundo. A Estrela da Morte possui uma população de 1,7 milhões de militares e 400.000 androides. Essa é a maior arma do Império - uma força aparentemente imparável capaz de destruir planetas inteiros.

A cena arquitetônica fundamental na Estrela da Morte vem quando Luke Skywalker e a Princesa Leia estão tentando correr mais que os Stormtroopers e tentam balançar através de uma ponte quebrada. A equipe de produção teve um cenário da Estrela da Morte que foi construído, originalmente usado para o balanço, e mais tarde foi corrigido para a cena de Obi-Wan Kenobi em que ele desliga o raio trator. Esta cena em particular é interessante por causa da maneira como foi filmada. Existem inúmeros ângulos de câmera do outro lado, abaixo e acima, que permite que o público conecte-se arquitetonicamente à cena.

Cena da Estrela da Morte. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal
Cena da Estrela da Morte. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal

A escala colossal da Estrela da Morte é sublinhada muitas vezes no roteiro e nas vistas externas da estrutura, mas também reforçada por espaços, como a cena da ponte quebrada. A ponte existe em um colossal - e praticamente sem função - shaft vertical, um espaço que enfatiza o tamanho da mega estrutura da Estrela da Morte através do seu uso frívolo do espaço e da forma como verticalmente conecta o que imaginamos que devem ser centenas ou mesmo milhares de pisos.

INTERIORS: Star Wars, Corte da cena em que Luke Skywalker e Princesa Leia fogem. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal
Corte da cena em que Luke Skywalker e Princesa Leia fogem. Imagem Cortesia de INTERIORS Journal

É também uma cena notável por causa de seu contraste com a Millennium Falcon; enquanto que no cenário anterior, os personagens escapam da captura, já que conhecem o espaço por dentro e por fora (literalmente), na Estrela da Morte, Luke Skywalker e a Princesa Leia tentam navegar por um espaço desconhecido, junto com a público. No entanto, os Stormtroopers perseguindo os heróis, são incapazes de capitalizar sobre este desconhecimento usando uma compreensão superior de arquitetura da Estrela da Morte; podemos até supor que, por causa da enorme dimensão da Estrela da Morte, os Stormtroopers são igualmente familiarizados com os espaços em que a ação está ocorrendo.

Neste sentido, é a arquitetura - e a relação dos personagens com ela - que permite que a Aliança Rebelde organize-se contra o poder do Império. Na Millennium Falcon, eles são mantidos seguros graças ao seu controle sobre o pequeno espaço; na Estrela da Morte eles são capazes de escapar por causa da relativa falta de controle sobre seu próprio domínio do Império.

Também é importante notar que a Estrela da Morte é finalmente destruída no episódio IV; como resultado, sua única aparição é neste filme, ao passo que a Millennium Falcon continua fazendo uma aparição em filmes futuros. Star Wars lançou as bases para filmes desse gênero. Em 1977, durante uma época em que efeitos visuais e digitais estavam iniciando, cineastas usavam modelos físicos em um esforço para criar uma sensação de autenticidade. Em Star Wars, temos um filme que é épico e íntimo, um filme em que seus cenários arquitetônicos desempenham um papel fundamental em sua narrativa e ajudam a estabelecer um universo crível que existe por conta própria.

Esses diagramas, junto com outros, estão disponíveis para compra em nossa Loja Oficial.

Cortesia de INTERIORS Journal
Cortesia de INTERIORS Journal

Interiors é uma publicação online onde filmes são analisados e diagramados em termos de espaço. É administrada por Mehruss Jon Ahi e Armen Karaoghlanian. Confira seu Website e Loja Oficial siga no Facebook, Twitter e Instagram.

Sobre este autor
INTERIORS Journal
Autor
Cita: INTERIORS Journal. "INTERIORS: Star Wars" [INTERIORS: Star Wars] 17 Dez 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/778802/interiors-star-wars> ISSN 0719-8906