Teatro Nacional / Haworth Tompkins

Teatro Nacional / Haworth Tompkins

© Philip Vile© Philip Vile© Philip Vile© Philip Vile+ 50

  • Arquitetos: Haworth Tompkins
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  16309
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fotógrafo Fotografias:  Philip Vile
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Cambridge Architectural Precast
  • Empreiteira:Lend Lease, Rise Contracts
  • Gerente De Projeto:BuroFour
  • Consultor Em Teatro:Charcoalblue
  • Engenharia Estrutural:Flint & Neill
  • Engenharia De Serviços:Atelier Ten
  • Engenharia Acústica:Arup Acoustic Consulting
  • Paisagismo:Gross.Max
  • Vegetação:The Plant Specialists
  • Designer Loja:Lumsden Design
  • Quantitativos:AECOM, Bristow Johnson
  • Consultoria De Incêndio:LWF Fire Consulting
  • Consultoria De Acessibilidade:All Clear Designs
  • Consultoria Em Buffet :Keith Winton Design
  • Consultoria Viária:Vectos
  • Consultoria De Sinalização:Jake Tilson
  • Consultoria De Fachada:Montrésor Partnership
  • Cidade:Londres
Mais informaçõesMenos informações
© Philip Vile
© Philip Vile

Descrição enviada pela equipe de projeto. Haworth Tompkins anuncia a conclusão do NT Future, uma remodelação de £ 80 milhões do Teatro Nacional de South Bank, em Londres. Inaugurado em 1976, o NT (National Theatre) é um dos edifícios mais importantes da Grã-Bretanha do século 20, e, sem dúvidas, a obra-prima do arquiteto Sir Denys Lasdun. O novo projeto equipa o Teatro Nacional de sustentar sua posição na vanguarda do teatro, enquanto regenera o edifício para resolver um contexto urbano alterado radicalmente.

© Philip Vile
© Philip Vile

O Teatro Nacional foi projetado para ser receptivo, e a abertura encontra-se no cerne do novo projeto. O público vai se beneficiar do Teatro Dorfman (anteriormente o Cottesloe). Grupos de aprendizagem de todas as idades serão recebidos no novo Clore Learning Centre. Foyers foram atualizados, e estendidos com um café e bar na orla do rio, enquanto o paisagismo foi regenerado em torno do terreno. Enquanto isso, as oficinas de bastidores - talvez a maior fábrica que restou no centro de Londres - oferecerá um novo compromisso com o público tanto através de uma maior visibilidade da rua como uma galeria interna de exposição pública. Desde que o edifício de Lasdun foi concluído, o passeio público do rio foi aumentado, Waterloo foi regenerado, e o South Bank tornou-se um novo centro para Londres. O novo NT incorpora o Teatro Nacional no centro dessa transformação.

Planta Baixa - Térreo
Planta Baixa - Térreo

O projeto teve um longo desenvolvimento. Haworth Tompkins foi nomeado em 2007 para escrever um Plano de Gestão de Conservação para o edifício, em colaboração com o London Borough of Lambeth, English Heritage e a Twentieth Century Society. Esta abordagem criou uma compreensão detalhada da arquitetura de Lasdun como base para as propostas futuras para o Teatro Nacional.

© Philip Vile
© Philip Vile

As mudanças resultantes incluem um novo edifício de produção, o Max Rayne Centre, ao sul do NT; a reconfiguração do Teatro Cottesloe para criar o novo Teatro Dorfman e o Clore Learning Centre; abrindo-se para a esquina nordeste, anteriormente um pátio de serviço, para abranger o passeio do rio com um novo bar e café; a remodelação da entrada principal; a transformação do paisagismo e terraços; e a reforma dos foyers. O novo NT dá ao Teatro Nacional novos espaços para educação, design, produção digital e montagem de oficinas. A sustentabilidade, baseada no trabalho de ambientalistas do Atelier Ten, será altamente fortalecida. As atitudes públicas para a arquitetura do século XX estão mudando rapidamente. O novo NT visa tornar o grande edifício de Lasdun acessível a uma nova geração, permitindo que desenvolva seu papel na vanguarda do teatro mundial.

© Philip Vile
© Philip Vile

O programa principal é o Max Rayne Centre, um novo edifício de produção para o sul do Teatro que abriga uma oficina de pintura bem equipada, escritórios de produção, e um estúdio para designers, bem como departamentos realocados para permitir alterar outras partes do edifício. Revestido com aletas de alumínio e malha de aço amassado, o Centro foi concebido para complementar, e não replicar a linguagem de alvenaria do edifício, harmonizando-se com as formas ortogonais austeras de Lasdun. Suas varandas viradas a oeste permitem que o NT vire-se para a Ponte Waterloo e Upper Ground, enquanto uma fachada envidraçada para o leste abre a oficina de pintura aos transeuntes.

© Philip Vile
© Philip Vile

O Teatro Dorfman, em homenagem a uma doação de Lloyd Dorfman, fundador da Travelex e apoiador antigo do Teatro Nacional, mantém o espírito do Cottesloe, aumentando simultaneamente os assentos, a capacidade e equipamentos de palco. Realizado em colaboração com consultores de teatro Charcoalblue, as mudanças oferecerão uma melhor experiência para o público e mais flexibilidade aos profissionais. O Dorfman também estará disponível para o uso educacional durante o dia, em conjunto com o Centro de Aprendizagem Clore, cujas instalações educacionais foram convertidos a partir de antigas oficinas. O foyer do Teatro Dorfman foi reconfigurado para a abertura durante todo o dia, com acesso ao público da passarela Sherling que permite aos visitantes observarem as oficinas recém-renovadas.

© Philip Vile
© Philip Vile

A esquina nordeste, anteriormente um pátio de serviço de frente para o rio, foi convertida para uso público com a criação do The Understudy, um novo bar, cozinha, um café realocado, e uma nova entrada externa para o House, restaurante reformado do NT. Todos os espaços de restaurantes serão geridos pelo próprio Teatro. Eles irão ativar uma parte da fachada do rio que era anteriormente a parte de trás da casa, animando a caminhada do rio, e oferecendo uma nova recepção para os visitantes que chegam do leste.

© Philip Vile
© Philip Vile

A entrada principal do Teatro Nacional, que foi muito alterada na década de 1990, foi remodelada para melhorar a conexão com o passeio do rio, auxiliar a sinalização, especialmente a partir da aproximação leste, e restaurar a entrada a 45 graus original para o edifício. A livraria ribeirinha foi relocada para criar vida no coração dos foyers. Os principais foyers foram remodelados, com sinalização baseada no projeto original, marcenaria e acabamentos restaurados, e uma camada mais transitória de mobiliário e iluminação para refletir o próprio calor e abertura do Teatro Nacional.

© Philip Vile
© Philip Vile

O paisagismo foi redesenhado em todo o entorno do edifício, em colaboração com arquitetos paisagistas Gross.Max, de Edimburgo, para proporcionar um ambiente mais consistente para o NT. O Terraço Bank of America Merrill Lynch foi criado como um jardim para o uso dos moradores locais, bem como a audiência. Sinalização, iluminação e mobiliários foram transformados.

Planta Baixa - 1º Pavimento
Planta Baixa - 1º Pavimento

Um projeto tão complexo como o NT Futuro exigiu de Haworth Tompkins desenvolver uma gama de diferentes respostas arquitetônicas. Desde melhores práticas de conservação de concreto (investigado com a ajuda da Twentieth Century Society), por meio de uma cirurgia guiada para melhorar a funcionalidade e adjacências, até o desenvolvimento de uma linguagem arquitetônica para o novo trabalho sensível o suficiente para respeitar o prédio de Lasdun, e robusta o suficiente para permanecer ao lado dele. Essas mudanças foram realizadas dentro de uma estrutura intelectual que salvaguarda o tecido primário precioso do NT, enquanto encontra espaço para o próprio dinamismo e frescor do NT, a ser refletida nos seus espaços públicos.

© Philip Vile
© Philip Vile

Haworth Tompkins disse: "O Teatro Nacional de Denys Lasdun é um dos grandes edifícios do século XX. Propusemo-nos a construir sobre a visão de Lasdun de abertura pública, de modo a revelá-la a novos públicos e um contexto de mudança. O NT futuro irá manter o Nacional no topo do teatro mundial. Com o South Bank vindo à vida, esperamos que nossas mudanças ajudem uma nova geração a comemorar a extraordinária qualidade de sua arquitetura. "

© Philip Vile
© Philip Vile

Lisa Burger, diretora executiva do Teatro Nacional, disse: "Nós trabalhamos com Haworth Tompkins por muitos anos para concretizar o NT futuro. Tem sido um processo colaborativo e imensamente gratificante, e estamos muito contentes com os resultados, que abrirão o maravilhoso edifício do Lasdun para o público e os profissionais de teatro do futuro".

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:South Bank, Londres SE1 9GY, Reino Unido

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Teatro Nacional / Haworth Tompkins" [National Theatre / Haworth Tompkins] 17 Out 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/775211/teatro-nacional-haworth-tompkins> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.