O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 19 playgrounds que provam que arquitetura não é apenas para adultos

19 playgrounds que provam que arquitetura não é apenas para adultos

  • 07:00 - 15 Setembro, 2015
  • por Talia Avakian, Business Insider
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
19 playgrounds que provam que arquitetura não é apenas para adultos
19 playgrounds que provam que arquitetura não é apenas para adultos, © Flickr/jeanphony
© Flickr/jeanphony

O ex-presidente dos EUA, Theodore Roosevelt disse uma vez que brincar é uma necessidade fundamental - tanto que os playgrounds devem ser acessíveis a todas as crianças, assim como são as escolas.

Em países de todo o mundo, os arquitetos estão se tornando cada vez mais inovadores ao criar ambientes onde as crianças podem explorar sua imaginação.

Hoje, os playgrounds podem flutuar no oceano ou tomar a forma de um enorme e colorido crocodilo.

A seguir você verá alguns dos melhores exemplos de parques infantis ao redor do mundo que o farão desejar voltar a ser criança.

© Flickr/njcull © MONSTRUM © Wibit Sports GmbH Cortesia de Bounce Below + 24

A torre de jogos e o parque infantil na Swarovski Kristallwelten (Crystal Worlds), emTirol, Áustria, foram criados pelo escritório de arquitetura Snøhetta.

© Swarovski Kristallwelten
© Swarovski Kristallwelten

Clique aqui para conhecer mais sobre Swarovski Kristallwelten

Quatro níveis diferentes compõem a torre de jogos, onde as crianças podem subir até o ponto mais alto à 13 metros do chão.

© Swarovski Kristallwelten
© Swarovski Kristallwelten

Clique aqui para conhecer mais sobre o Snøhetta

Wibit Sports GmbH é uma empresa de esportes aquáticos alemã que produz playgrounds inovadores - sempre relacionados com a água - criados pelo arquiteto Robert Cirjak. Este está localizado perto de Rat Zlatni em Bol, na Croácia, e dispõe de balanços, escorregadores e estruturas de escalada. É um dos 60 parques infantis que a empresa tem projetado nas águas da Croácia.

© Wibit Sports GmbH
© Wibit Sports GmbH

Clique aqui para conhecer os playgrounds da Wibit Sports

Tezuka Architects traz fantasias para realidade com seus Woods of Net em Hakone, Japão. A artista japonesa Toshiko Horiuchi Macadam tece este ninho de arco-íris com as próprias mãos para que as crianças rastejem, saltem e rolem.

© Flickr/jeanphony
© Flickr/jeanphony

Clique aqui para conhecer mais sobre o trabalho de Tezuka Architects

Artista do Brooklyn, Tom Otterness, criou o Silver Towers Playground em Nova York. O parque infantil dispõe de 27 figuras de bronze com 7 metros de altura e 9 metros de comprimento cujas pernas duplas funcionam como escorregadores.

© Flickr/Daniel Lobo
© Flickr/Daniel Lobo

Clique aqui para conhecer mais sobre o trabalho de Tom Otterness

Em 1990, o arquiteto Rafael Rivera, o artista Manolo Martin e o designer Josep Vincent "Sento" Llobell Bisbal criaram o Parque Gulliver - inspirado nas "Viagens de Gulliver", de Jonathan Swift - em Valência, Espanha.

© Shutterstock/Rostislav Glinsky
© Shutterstock/Rostislav Glinsky

Para o deleite absoluto das crianças do local, a empresa de arquitetura MLRP reformou este parque infantil em Copenhague, na Dinamarca, adicionando uma casa de espelhos para o seu pavilhão.

© MLRP/Photography:Stamers office
© MLRP/Photography:Stamers office

Clique aqui para saber mais sobre o MLRP

Localizado em Lima, Peru, e conhecido como o "Ghost Train Park," este percurso de obstáculos coloridos foi criado pelo coletivo de arquitetura Basurama, que utilizou trilhos de trem abandonados da cidade como materiais de construção.

© basurama.org (CC BY-NC-SA 3.0)
© basurama.org (CC BY-NC-SA 3.0)

Clique aqui para saber mais sobre o Basurama

De fato, quase todo o parque é construído com materiais reciclados, incluindo peças de carros e pneus.

© basurama.org (CC BY-NC-SA 3.0)
© basurama.org (CC BY-NC-SA 3.0)

Em 2012, o artista polonês Olek, que vive no Brooklyn, criou esta instalação de crochê em forma de jacaré na cidade de São Paulo, em meio ao parque infantil projetado pela arquiteta brasileira Márcia Maria Benevento.

© Lost Art
© Lost Art

Clique aqui para conhecer mais sobre o Olek

The National Arboretum, em Canberra, Austrália, é o lar de cerca de 100 florestas cheias de árvores raras e ameaçadas de extinção. O Pod Playground e suas bolotas gigantes, criado por TCL (Taylor Cullity LETHLEAN), está localizado no topo da colina do Arboretum.

© Flickr/njcull
© Flickr/njcull

Clique aqui para saber mais sobre o T.C.L. (Taylor Cullity Leathlean)

O Museu da Cidade, em St. Louis, Missouri, foi originalmente criado pelo escultor Bob Cassilly e continuou recebendo adições após sua morte através de um grupo de 20 artistas conhecidos como Cassilly Crew. O museu de 180 metros quadrados inclui um trepa-trepa feito com aviões reaproveitados, dois escorregadores de 10 níveis e uma roda-gigante no último.

via Wikimedia Commons
via Wikimedia Commons

Clique para saber mais sobre o City Museum

O estúdio dinamarquês Monstrum é conhecido por seus criativos projetos de parques infantis. Aqui apresentamos o Kristineberg Slottspark em Estocolmo, Suécia. O parque infantil é feito de esculturas madeira em forma de coruja - duas das quais possuem mais de 5 metros de altura.

© MONSTRUM
© MONSTRUM

Clique aqui para saber mais sobre o MONSTRUM

Os designers da Monstrum modelaram este playground chamado Brumlebyen em Copenhague, na Dinamarca. O parque infantil apresenta escalada, escorregadores e pontes que conectam as estruturas.

© MONSTRUM
© MONSTRUM

Clique aqui para saber mais sobre o Brumlebyen

Monstrum também construiu esta baleia azul de 15 metros de comprimento em Gotemburgo, Suécia. As crianças podem subir na sua barriga e deslizar por sua cauda. 

© MONSTRUM
© MONSTRUM

Clique aqui para saber mais sobre o Blue Whale Playground

Monstrum foi originalmente fundada por dois cenógrafos, o que explica os elementos teatrais do seus playgrounds. Sua torre é modelada com base em algumas das torres mais populares de Copenhague, e ainda inclui um observatório astronômico. 

© MONSTRUM
© MONSTRUM

Clique aqui para saber mais sobre o Tower Playground

Nosso último exemplo da Monstrum é a Estação de Crianças, um playground interno no Museu Ferroviário Dinamarquês em Odense.

© MONSTRUM
© MONSTRUM

Clique aqui para saber mais sobre a Children Station

Inspirado no projeto da Estação Central de Odense da década de 1960, o parque tem um trem em movimento e uma sala de controle, onde as peças de máquinas e ensinam as crianças como funciona um locomotiva.

© MONSTRUM
© MONSTRUM

O Vail Nests - oficialmente conhecido como Sun Bird Park - está localizado em Vail, Colorado e foi construído através de um Workshop chamado Tres Birds. Rodeado pelos habitats das aves, o parque infantil é feito de ninhos de madeira conectados por cordas e pontes.

© tres birds workshop/Photographer: Brooks Freehill
© tres birds workshop/Photographer: Brooks Freehill

Clique aqui para saber mais sobre o Workshop Tres Birds

O Blaxland Riverside Park, em Sidney, na Austrália é um projeto do escritório JMD Design. O elegante parque infantil possui quase 300 metros quadrados e está equipado com túneis, uma grande rede de escalada, uma área de jogos com água, balanços e escorregadores.

© Flickr/Dushan Hanuska
© Flickr/Dushan Hanuska

Clique aqui para saber mais sobre o JMD Design

Swing Time é um playground interativo criado em um parque temporário perto do Boston Convention and Exhibition Center. Criado por Howeler + Yoon Architecture, a área de jogos apresenta 20 balanços iluminados que mudam do branco ao roxo quando eles estão em uso.

© Flickr/Leslee_atFlickr
© Flickr/Leslee_atFlickr

Clique aqui para saber mais sobre o Höweler + Yoon Architecture

Bounce Below é um conjunto de três trampolins gigantes no interior das cavernas Llechwedd Slate - uma antiga mina de ardósia vitoriana em Blaenau Ffestiniog, North Wales. Criado por Zip Mundial, uma empresa especializada em atividades de aventura, o país das maravilhas subterrâneas é um playground para crianças e adultos.

Cortesia de Bounce Below
Cortesia de Bounce Below

Clique aqui para saber mais sobre o Bounce Below

Este artigo, feito por Talia Avakian, foi originalmente publicado no Business Insider. Confira outros conteúdos do Business Insider, tais como:

Sobre este autor
Talia Avakian, Business Insider
Autor
Cita: Talia Avakian, Business Insider. "19 playgrounds que provam que arquitetura não é apenas para adultos" [19 Playgrounds that Prove Architecture Isn't Just for Adults] 15 Set 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/773517/19-playgrounds-provam-que-arquitetura-nao-e-somente-para-adultos> ISSN 0719-8906