O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Diversos
  3. Cinco obras que exemplificam a versatilidade do LED

Cinco obras que exemplificam a versatilidade do LED

Cinco obras que exemplificam a versatilidade do LED
Cinco obras que exemplificam a versatilidade do LED, © vía embelezzia
© vía embelezzia

Após o anúncio do Prêmio Nobel de Física 2014 para os inventores dos LEDs azuis, apresentamos a seguir 5 obras de exemplificam a versatilidade das aplicações do LED.

No dia 7 de outubro do ano passado, a indústria da iluminação recebeu a atenção de todo o mundo após o anúncio do prêmio de física mais prestigioso do mundo - o Prêmio Nobel - a três cientistas do Japão e Estados Unidos pela invenção do diodo de emissão de luz  azul (LED). Os vencedores são os professores Isamu Akasaki, Hiroshi Amano e Shuji Nakamura. 

Mais informações a seguir.

Profesores Akasaki, Amano e Nakamura criaram os primeiros LEDs azuis no início dos anos 90. Imagem © Vía BBC
Profesores Akasaki, Amano e Nakamura criaram os primeiros LEDs azuis no início dos anos 90. Imagem © Vía BBC

Realizado seus estudos no início dos anos 90, hoje, mais que nunca, a invenção de Akasaki, Amano e Nakamura é apreciada, já que os LEDs demonstraram nos últimos anos que seu uso como substitutos de lâmpadas incandescentes e, por vezes, fluorescentes, permitiram baixar os níveis de consumo de energia em todas as partes do mundo.

A Dra. Frances Saunders, presidente do Instituto de Física, explica: "20% do consumo de energia no mundo é usado na iluminação. Calcula-se que o uso de luzes LED reduziria essa porcentagem para 4%." Para os arquitetos e designers de iluminação, isso significa maior interesse pela tecnologia sustentável, de modo que hoje em dia percebe-se que os LEDs têm uma função primordial na iluminação, aplicados de diferentes formas nos espaços arquitetônicos.

A seguir, mostramos 5 obras que são exemplos das diversas aplicações da tecnologia LED na arquitetura:

1. Iluminação externa: YAS Hotel em Abu Dhabi

Cinco obras que exemplificam a versatilidade do LED, © vía embelezzia
© vía embelezzia

Desde seu início, dois grandes atrativos das lampadas LED foram a opção de mudar a coloração da luz e programar a ativação das luzes através de computadores. Essas características são muito utilizadas na iluminação de exteriores onde grandes superfícies podem ser iluminadas de modo dinâmico. O YAS Hotel foi concluído em 2012, convertendo-se em uma estrutura icônica em Abu Dhabi. A iluminação das fachadas do hotel é muito importante para criar a identidade arquitetônica da obra. Foram instalados cerca de 5 mil painéis de LED programados para mudar de cor através de um sistema de controle inteligente de vídeo mapping.

2. Iluminação de parques deportivos: Estádio Maracanã no Rio de Janeiro

© Estádio Mineirão em  Belo Horizonte. Cortesia de Schréder
© Estádio Mineirão em Belo Horizonte. Cortesia de Schréder

Para instalações que requerem altos níveis de iluminação, as lâmpadas de LED são ideais pois atingem a potencia necessária com um consumo baixo. Para os grandes espaços de circulação do estádio do Maracanã, a empresa encarregada da iluminação, Schréder, forneceu suas luminárias Akila com consumo de 70W para cada 50 mil lúmens.

3. Iluminação de espaços públicos: Centro Histórico da Cidade do México

Cortesia deDaniela Arceo
Cortesia deDaniela Arceo

É cada vez mais frequente vermos postes com iluminação de LED nos centros urbanos. Assim como para iluminação de parques desportivos, as lâmpadas LED são uma opção muito boa para atingir o alto grau de iluminação necessário e ter baixo consumo de energia. Ano passado o governo da Cidade do México concluiu uma exaustiva substituição as antigas lâmpadas dos postes por LEDs.

4. Iluminação de interior: Loja My.Suit em Nueva York

Cortesia deDaniela Arceo
Cortesia deDaniela Arceo

Há menos de 5 anos, o uso de LEDs para aplicações internas não era muito recomendado pois o efeito gerado por essas luzes não era agradável, gerando uma sensação de falta de cor nos espaços. Hoje em dia esse problema não existe mais e os LEDs estão sendo amplamente utilizados em espaços internos. A loja My.Suit em Nova Iorque é um dos exemplos onde esse tipo de luz é usada: um forro quadrado com luz indireta, fitas de LED demarcando algumas vitrines e lâmpadas de LED embutidas no teto iluminam os manequins.

5. Iluminação artística: Jardin Botânico da ilha de Nagashima em Kuwana, Japão

Em seu estado mais natural, por assim dizer (antes de fazer parte de uma lâmpada), o diodo emissor de luz é, resumidamente, um ponto de luz que, ao replicar-se milhares ou milhões de vezes, cria um efeito visualmente efêmero e transcendente. Esse é o efeito que foi criado no jardim botânico japonês na ilha de Nagashima. Deixando de lado a importância funcional do LED, esse uso da tecnologia enfatiza a construção de novos espaços urbanos temporários que transformam a maneira com a qual o ser humana interage com seu entorno.

Sobre este autor
Cita: Arceo, Daniela . "Cinco obras que exemplificam a versatilidade do LED" [5 Obras que ejemplifican la versatildad de las aplicaciones LED] 07 Jan 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/759886/cinco-obras-que-exemplificam-a-versatilidade-do-uso-do-led> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.