O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Fachada interativa em São Paulo se transforma de acordo com o ruído e a poluição

Fachada interativa em São Paulo se transforma de acordo com o ruído e a poluição

Fachada interativa em São Paulo se transforma de acordo com o ruído e a poluição
Fachada interativa em São Paulo se transforma de acordo com o ruído e a poluição, © Ayla Hibri, via Folha de S. Paulo
© Ayla Hibri, via Folha de S. Paulo

Em meados do mês de dezembro foi instalada em um hotel na avenida Rebouças uma fachada interativa que muda de cor e intensidade de acordo com os níveis de poluição sonora e atmosférica.  Projeto de Guto Requena, a proposta se insere no que o arquiteto chama de “cidade haqueada”, um cenário em que edifícios operam na interface entre o mundo analógico e digital, transformando-se de acordo com as ações de seus usuários.

Intitulado “Criatura de Luz”, o projeto ocupa a fachada do hotel WZ Jardins, construído nos anos 1970 e localizado entre as ruas Oscar Freire e Lorena. Através de sensores sonoros, a nova fachada de LEDs reage aos diferentes sons da cidade - frenagem de ônibus, sirenes de ambulância, tráfego de automóveis e motos e mesmo o barulho do vento – modificando os padrões e a coloração das luzes.

Outro conjunto de sensores analisa a qualidade do ar e, dependendo dos resultados obtidos, reage de formas diferentes. Em dias com níveis de poluição mais elevados, tons alaranjados e avermelhados assumem a fachada luminosa; por outro lado, quanto melhor a qualidade do ar, mais frias as cores se tornam, e tons de verde e roxo são emitidos pelas luzes.

© Ayla Hibri, via Folha de S. Paulo
© Ayla Hibri, via Folha de S. Paulo

De caráter interativo, o público pode se relacionar com a obra de dois modos: através do toque e da voz. Para isso basta baixar o aplicativo “WZ Hotel Luz”, já disponível para o sistema Android e, a partir desse mês, também para iPhone.

O projeto contou com dois anos de pesquisa e trabalho de uma equipe de designers, programadores e arquitetos chefiada por Requena. Para ele, a cidade construída deve ser aproveitada, “precisamos aplicar nela novas formas de comunicação.”

Cita: Romullo Baratto. "Fachada interativa em São Paulo se transforma de acordo com o ruído e a poluição" 05 Jan 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/759669/fachada-interativa-em-sao-paulo-se-transforma-de-acordo-com-o-ruido-e-a-poluicao> ISSN 0719-8906
Ler comentários