O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Zurique: “Você é bem-vindo na cidade, mas seu carro não”

Zurique: “Você é bem-vindo na cidade, mas seu carro não”

Zurique: “Você é bem-vindo na cidade, mas seu carro não”

Em Zurique, a cidade mais populosa da Suíça, 32% dos deslocamentos são feitos em transporte público e 42% a pé ou em bicicleta - números que fizeram com que esta cidade europeia se tornasse um exemplo de mobilidade urbana. Mesmo que para muitos seja um exemplo menos conhecido do que Amsterdã, Copenhague e Hamburgo, isto não a torna menos admirável.

Zurique conseguiu desenvolver um sistema de transporte eficiente, integrado e multimodal, que permite aos seus cidadãos ir até quase qualquer lugar da cidade sem a necessidade de utilizar um automóvel. Hoje, 26% dos deslocamentos são feitos em veículos motorizados privados (automóveis ou motos).

No vídeo no início desse artigo, a Streetfilms conta – através dos depoimentos de cidadãos, funcionários do departamento de transporte da cidade e outros profissionais relacionados a indústria da mobilidade – como Zurique se converteu em uma cidade que está sempre nos primeiros lugares dos rankings de qualidade de vida.

Zurique: “Você é bem-vindo na cidade, mas seu carro não”, © Thomas8047 vía flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© Thomas8047 vía flickr. Used under Creative Commons

Compromisso Histórico

Uma das medidas fundamentais que alçou Zurique à posição que se encontra hoje foi um decreto promulgado em 1996, conhecido como “Compromisso Histórico”, o qual estabeleceu um número máximo de estacionamentos dentro da cidade.

Desde a promulgação do Compromisso Histórico não é possível construir novos estacionamentos, a menos que o novo estacionamento esteja substituindo um já existente. Este decreto também estabelece o uso do espaço viário como forma de assegurar que ele não seja projetado exclusivamente para os automóveis.

© Thomas8047 via flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© Thomas8047 via flickr. Used under Creative Commons

Sistema anti-congestionamento veicular

A cidade também estabeleceu um sistema de controle do trafego que, através de 4.500 sensores, monitora o número de automóveis circulando nas zonas centrais da cidade. Quando o número de automóveis supera a quantidade máxima que a cidade pode acolher sem risco de congestionamentos, o fluxo de automóveis que vêm das rodovias e das principais avenidas é interrompido até que o congestionamento diminua.

Além das medidas anteriores, nos últimos anos foi ampliada a rede de VLT que é conectada com trens e ônibus, além disso, as autoridades implementaram programas de incentivo a bicicleta (hoje 6% dos deslocamentos são feitos em bicicleta, número que está crescendo), aumentaram as áreas de pedestres, melhoram os espaços públicos e estabeleceram ruas livres de automóveis e outras zonas 30 e zonas 20, onde só é possível circular a 20 ou 30 km/h.

imagem via flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
imagem via flickr. Used under Creative Commons

A união de todas estas medidas faz com que Zurique esteja se transformando em um grande exemplo de uma cidade pensada para as pessoas e não para os automóveis, seguindo uma tendência mundial que procura melhorar a qualidade de vida nas cidades, tornando-as mais caminháveis e agradáveis para os cidadãos.

Fontes: Gizmodo.com, Thefixcitybrasil.com, TreeHugger, Streetfilms, Moma.biz
Via Plataforma Urbana. Tradução Camilla Ghisleni, ArchDaily Brasil.

Sobre este autor
Equipe Editorial
Autor
Cita: Equipe Editorial. "Zurique: “Você é bem-vindo na cidade, mas seu carro não”" 25 Dez 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/759437/zurique-voce-e-bem-vindo-na-cidade-mas-seu-carro-nao> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.