O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Um passeio pelo Fun Palace" - Pavilhão Suíço na Bienal de Veneza 2014

Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Um passeio pelo Fun Palace" - Pavilhão Suíço na Bienal de Veneza 2014

Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Um passeio pelo Fun Palace" - Pavilhão Suíço na Bienal de Veneza 2014
Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Um passeio pelo Fun Palace" - Pavilhão Suíço na Bienal de Veneza 2014, © Nico Saieh
© Nico Saieh

"Nós frequentemente inventamos o futuro com elementos do passado."

Dos Curadores. Dentro do contexto da Bienal de re-examinar os fundamentos da arquitetura do século passado, o Pavilhão Suiço tem como foco o arquiteto inglês Cedric Price (1925-2003) e o sociólogo suíço Lucius Burckhardt (1934-2003), dois grandes visionários cujos trabalhos ressoam e continuam a inspirar as novas gerações do século XXI.

Ambos foram inventores em série. O centro cultural transdisciplinar projetado por Price - Fun Palace - que nunca foi realizado, é emblemático de nossa própria época. Ele se presta mais para a coreografia de exposições do século XXI do que para as exibições baseadas em objetos do século XX; promove uma experiência mais comum, livre, em grande parte, para operar fora dos seus limites materiais, e se aventura em outros domínios da experiência humana. Nas palavras do próprio Price, "um museu do século 21 irá utilizar a incerteza calculada e incompletude consciente para produzir um catalisador para mudanças revigorantes, sempre produzindo frutos para o olhar discreto" .1

© Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh © Nico Saieh + 9

Entre as muitas invenções de Burckhardt está a "Strollology", a ciência por trás do passeio, que ele implementou na Universidade de Kassel. Em suas análises do que marca um espaço urbano, Burckhardt foi muito além das fachadas ou arquitetura das ruas e praças, levando em conta, por exemplo, a sujeira na vizinhança ou a escuridão da noite. O projeto, ele disse, é invisível, e a arquitetura precisa contemplar as circunstâncias ambientais e sociais, que de longe superam os ambientes visíveis dos moradores da cidade.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Poucas de suas edificações foram realizadas, mas sua prática de desenho constituiu uma ferramenta para redefinir a arquitetura e permanece como evidência de suas habilidades para entender e antecipar a contemporaneidade. O Pavilhão da Suíça coloca, portanto, os arquivos de Burckhardt e Price no centro do espetáculo.

Os arquivos, através de uma variedade de materiais—fotocópias, aquarelas, esboços, e vídeos—refletem não somente algo em comum, mas também uma profunda diferença entre as duas figuras: Price, como arquiteto, questionou a realidade física do entorno através de seus projetos, enquanto Burckhardt, como sociólogo, enfrentou a necessidade de alterar o "agora" observando categorias de problemas.

Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Um passeio pelo Fun Palace" - Pavilhão Suíço na Bienal de Veneza 2014, © Nico Saieh
© Nico Saieh

Uma dramaturgia—concebida por Asad Raza e Tino Seghal em conjunto com Herzog & de Meurron, Dominique Gonzalez-Foerster, Dorothea von Hantelmann, e Philippe Parreno, envolve a produção de Price e Burckhardt, selecionando desenhos do arquivo e os representando para o público. Carrinhos de materiais originais são constantemente movidos e rearranjados, refletindo o ato contemporâneo da seleção curatorial que media entre a instituição do século 20 e o futuro do século 21.

A coreografia de uma nova exibição do século XXI inclui homenagens feitas por artistas contemporâneos ao longo do tempo – Olafur Eliasson, Liam Gillick, Dominique Gonzalez-Foerster, Carsten Höller, Philippe Parreno, Koo Jeong A, e Dan Graham – e investiga novos formatos de exibição.

Jacques Herzog e Pierre de Meurron comentaram sobre a exibição, "Quanto mais tempo nós trabalhávamos nela e pensávamos nela, o conceito da exibição se tornava menos "físico", de forma que, no final, somente os universos mentais de Lucius e Cedric estavam flutuando no espaço."

© Nico Saieh
© Nico Saieh

Lucius Burckhardt & Cedric Price – Um passeio pelo Fun Palace (Stroll Through a Fun Palace). Com a colaboração do Atelier Bow-Wow, Stefano Boeri, Eleanor Bron, Samantha Hardingham, Mirko Zardini, e muitos outros arquitetos e artistas, Um passeio pelo Fun Palace apresenta um laboratório no qual a aplicabilidade das ideias de Price e Burckhardt para o nosso tempo podem ser testadas.

Como Rem Koolhaas escreveu sobre Price, e poderia ter escrito igualmente sobre Burckhardt, "Ninguém alterou a arquitetura com menos meios."3 Ambos, através de epigramas lapidares e um espírito polêmico para mobilizar o real, alteraram o terreno da arquitetura.

1 Price, Cedric. Entrevista privada com Hans Ulrich Obrist, 1997.
2 Burckhardt, Lucius: “Urban Design and Its Significance for Residents (1975)” Escritos de Lucius Burckhardt: Rethinking Man-made Environments. Eds. Jesko Fezer and Martin Schmitz. Vienna: Springer Verlag, 2012. 117. Print.
3 Koolhaas, Rem “Introduction”, RE:CP by Cedric Price, Ed. Hans Ulrich Obrist, Basel: Birkhäuser Architecture, 2003. 6.

© Nico Saieh
© Nico Saieh

"Lucius Burckhardt e Cedric Price - Um passeio pelo Fun Palace" - Com curadoria de Hans Ulrich Obrist em colaboração com Herzog & de Meuron, Atelier Bow-Wow, Lorenza Baroncelli, StefanoBoeri, Eleanor Bron, Liam Gillick, Dominique Gonzalez-Foerster, Dan Graham, Dorothea vonHantelmann, Samantha Hardingham, Koo Jeong-a, Philippe Parreno, Asad Raza, Tino Sehgal, Mirko Zardini, e outros.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Nico Saieh
Autor
Cita: Saieh, Nico. "Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Um passeio pelo Fun Palace" - Pavilhão Suíço na Bienal de Veneza 2014" [Hans Ulrich Obrist, Herzog & de Meuron, & Atelier Bow-Wow's "Stroll Through a Fun Palace" - Switzerland's Pavilion for the Venice Biennale 2014] 20 Jun 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/621839/hans-ulrich-obrist-herzog-e-de-meuron-e-atelier-bow-wows-um-passeio-pelo-fun-palace-pavilhao-suico-na-bienal-de-veneza-2014> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.