Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Living Tebogo / BASEhabitat

Living Tebogo / BASEhabitat

Living Tebogo / BASEhabitat
Living Tebogo / BASEhabitat, © Sabine Gretner
© Sabine Gretner

O escritório de arquitetura BASEhabitat foca seu trabalho no países em desenvolvimento e nas comunidades em risco social. O projeto Living Tebogo responde a necessidade de ampliação de um lar para as crianças deficientes, em Orange Farm, África do Sul.

© Sabine Gretner

Através do trabalho comunitário, se projetou e construiu a ampliação do edifício existente, usando materiais locais e buscando sempre reduzir ao máximo o uso de energia elétrica.

© Sabine Gretner

Orange Farm é um município no sudoeste de Johannerburgo, África do Sul. A região se caracteriza pela difícil situação social, elevado índice de pobreza, AIDS e o desemprego. As construções são principalmente barracos de materiais reutilizados. No verão,as temperaturas são altíssimas, chegando até os 45ºC, enquanto que durante as noites de inverno são muito frias, chegando aos 2ºC.

© Sabine Gretner

No ano de 2005, a ONG SARCH contatou o escritório para se encarregar da ampliação do lar com uma capacidade para 50 crianças. Um grupo de 25 estudantes colaborou no planejamento e construção de um edifício de refeitório com uma nova cozinha, e um edifício para terapias que incluem instalações sanitárias.

© Sabine Gretner

Um pergolado de grandes dimensões conecta os edifícios entre si. O edifício mantém uma temperatura interior agradável durante todo o ano, sem a necessidade do uso de energia. Através do projeto e da materialidade, conseguiu-se reduzir a variação de temperatura a somente 9ºC.

© Sabine Gretner

A mão de obra foi acompanhada por trabalhadores locais, especialmente mulheres. Os materiais de construção foram adquiridos diretamente do município: blocos de concreto, terra, barro, madeira – fortalecendo a economia local e fazendo mais fácil o translado.

© Sabine Gretner

Um dos principais objetivos era fazer que os edifícios se adaptassem as necessidades das crianças. A luminosidade e o colorido do novo lar transmite justamente a sensação de segurança .

© Sabine Gretner

Ficha técnica:

  • Arquitetos:BASEhabitat
  • Ano: 2011
  • Tipo de projeto: Hospitalar
  • Operação projetual:Ampliação
  • Status:Construído
  • Materialidade: Madeira e Otro
  • Estrutura: Madeira e Pedra
  • Localização: Orange Farm, Johannerburgo, África do Sul
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Projeto e Construção: BASEhabitat / 25 estudantes da Universidade de Arte e Desing de Linz + Comunidade Local
  2. Supervisão: Professor Roland Gnaiger, DI Lotte Schreiber, DI Richard Steger, Anna Heringer
  3. Colaboradores: Oskar Pankratz (construção), Martin Rauch (movimento de terras), Erich Heiligenbrunner (pedagogia)
  4. Parceiro: SARCH – Education Africa

Sobre este escritório
Cita: Leonardo Márquez. "Living Tebogo / BASEhabitat" 27 Jun 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/56267/living-tebogo-basehabitat> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.