O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Granja Vertical em Londres: arranha-céus poderiam satisfazer 20% da demanda de alimentos da cidade

Granja Vertical em Londres: arranha-céus poderiam satisfazer 20% da demanda de alimentos da cidade

Granja Vertical em Londres: arranha-céus poderiam satisfazer 20% da demanda de alimentos da cidade
Granja Vertical em Londres: arranha-céus poderiam satisfazer 20% da demanda de alimentos da cidade, © Brandon Martella
© Brandon Martella

A Torre-Granja de Brandon Martella se localizaria na margem sul do rio Tamisa, e permitiria o cultivo de 1.5 milhões de libras de produtos frescos por ano. Este inovador conceito sustentável oferece uma maneira de combater a urbanização e a diminuição das terras agrícolas. Mais informação e imagens a seguir. 

© Brandon Martella

Este arranha-céu funciona muito parecido a uma árvore – em função da energia solar e a água da chuva – e conta com espaços para agricultura na vertical. Foi projetado para satisfazer as necessidades energéticas e os alimentos dentro do edifício mesmo.

© Brandon Martella

Os produtos frescos podem ser cultivados sem levar em conta os câmbios estacionais ou os desastres naturais (como a seca) e as emissões de CO2 são reduzidas ao evitar o uso de tratores e outros veículos para o seu transporte.

© Brandon Martella

Além disso, a torre conserva o vento através de turbinas dispostas no perímetro do edifício, o que contribui para a ventilação natural de toda a estrutura. Seus pisos hidropônicos permitem reciclar o ar úmido gerado através do efeito estufa mediante o recolhimento da água condensada no interior da espuma ETFE (plástico de grande resistência ao calor, a corrosão e aos raios UV); a gravidade conduz a água através de cremalheiras.

© Brandon Martella

A torre aproveita a luz ultravioleta para produzir o crescimento eficiente dos produtos e tem uma capacidade de produção agrícola de 28.000 metros cúbicos, isto se traduz em 20% da demanda de alimentos de Londres. Apesar disto, o edifício destina 100.000 m2 a espaço residencial; a ideia é que os residentes recebam benefícios sociais como educação e emprego, além de serviços como cafeteiras e mercados.

© Brandon Martella

Esta proposta foi concebida para o concurso AWR LOFT 2011.

Cita: Leonardo Márquez. "Granja Vertical em Londres: arranha-céus poderiam satisfazer 20% da demanda de alimentos da cidade" 21 Jun 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/55208/granja-vertical-em-londres-arranha-ceus-poderiam-satisfazer-20-porcento-da-demanda-de-alimentos-da-cidade> ISSN 0719-8906