O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Em construção: Urbanismo D.I.Y. Almere Oosterworld / MVRDV

Em construção: Urbanismo D.I.Y. Almere Oosterworld / MVRDV

Em construção: Urbanismo D.I.Y. Almere Oosterworld / MVRDV
Em construção: Urbanismo D.I.Y. Almere Oosterworld / MVRDV, Cortesia de MVRDV
Cortesia de MVRDV

A proposta do MVRDV para um desenvolvimento urbano em Almere Oosterworld, nos Países Baixos, é um modelo de projeto D.I.Y. (Do It Yourself, em português: Faça Você Mesmo), que coloca o poder na mão das vizinhanças e comunidades. Esta estratégia de desenvolvimento vem de baixo para cima, é inclusiva e muito intuitiva para as necessidades dos indivíduos e suas comunidades. Ela permite que o projeto se desenvolva organicamente e através de uma extensão do tempo conforme as necessidades de mudanças e aumento das comunidades. MVRDV escreve que esta proposta “é uma revolução no planejamento urbano holandês, assim como caminha distante de burocracias governamentais e faz convite a um crescimento urbano orgânico no qual as iniciativas são estimuladas e os habitantes podem criar seus próprios bairros, incluindo espaços verdes públicos, agricultura urbana e estradas”.

O projeto está em aberto, porém o local de 43 km² possui a previsão da inclusão de 15.000 habitações, oferecem 26.000 postos de trabalho, destinam 135 hectares para empresas e 200.000m² para escritórios e equipamentos urbanos, e 400 hectares para uma nova paisagem. A cobertura do local é compreendida pela iniciativa privada e está completamente em aberto. A data de conclusão não está definida e isso pode significar que este projeto possua um ciclo interminável de construção e arquitetura, quando as mudanças forem necessárias, o que já demonstra um processo orgânico no ambiente construído.

Cortesia de MVRDV

A abordagem também é uma critica as estratégias de planejamento urbano da Holanda, “ficam muito perfeitas e, portanto, previsíveis”. A nova cidade de Almere, da qual Almere Oosterworld será uma parte, foi concebida de uma forma semelhante, permitindo que os indivíduos construam suas próprias casas. Neste caso, MVRDV é o organizador, mas a iniciativa privada é o condutor.

Cortesia de MVRDV

A cidade de Almere prevê que as extensas terras de agricultura comecem a integrar elementos do ambiente construído em formas inovadoras que preservem a paisagem e permita que ambos prosperem. Uma combinação de programas e tipologias de construção será necessária, mas provavelmente irá evoluir organicamente. As designações que foram estabelecidas para orientar o desenvolvimento se destinam a promover a diferenciação e preservação da paisagem.

Cortesia de MVRDV

50% do local foram designados para a agricultura urbana para proporcionar a produção de alimentos especializados para a cidade. Quando os indivíduos começarem a perceber seus projetos, eles também se sentirão responsáveis pelos componentes que fazem a sua parte da terra habitável: o pedaço da estrada, energia, saneamento, coleta de lixo, espaços verdes públicos e agricultura urbana.

Cortesia de MVRDV

A programação geral do local será dividida em 18% de construção, 8% de estradas, 13% de espaços verdes, 2% de água e 59% de agricultura urbana.
O planejamento atribuiu o resto do espaço para iniciativas coletivas que irão ajudar a criar um forte senso de comunidade e o caráter da cidade. Programas como campos de golfe, plantações e vilas coletivas estão previstas na estratégia de desenvolvimento. Este guia ou modelo para o desenvolvimento de uso misto foi projetado para a Visão Estrutural de Almere 2030.

Cortesia de MVRDV

Com um crescimento previsto de habitantes para 100.000 e de locais de trabalho para 60.000, o governo juntamente com MVDRV imaginou uma estratégia de projeto que iria patrocinar o crescimento orgânico das vilas onde as transições do governo possui o papel de “dirigir para facilitar”.

Cortesia de MVRDV

Ficha técnica:

Equipe:

Projeto: MVRDV

  1. Projeto: MVRDV
  2. Equipe de Projeto : Winy Maas, Jacob van Rijs and Nathalie de Vries with Jeroen Zuidgeest en Klaas Hofman, Chiara Quinzii, Mick van Gemert, Sara Bjelke, Jonathan Telkamp, Maarten Haspels, Wing Yun.
  3. Desenhos do Projeto : Development strategy

Informação Complementar:

  1. Landscape DLG : Niels Hofstra
  2. Infraestrutura, energia, saneamento: Grontmij; Alex Hekman, Martin de Jonge, Jasper Groebe
  3. Agricultura Urbana : Wageningen University, Jan Eelco Jansma

 

  1. Nome: Almere Oosterwold, NLYear of design (month + year) : April 2011 – ongoing
  2. Execução incia em : 2013
  3. Cliente : Werkmaatschappij Almere Oosterwold / Municipality of Almere
  4. Programa : 15.000 habitações, 26.000 empregos, 135 ha empresas, 200.000 m² escritórios bvo, instalações, 400 ha nova paisagem

 

Sobre este escritório
MVRDV Architects
Escritório
Cita: Victor Delaqua. "Em construção: Urbanismo D.I.Y. Almere Oosterworld / MVRDV" 26 Abr 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/45526/em-construcao-urbanismo-diy-almere-oosterworld-mvrdv> ISSN 0719-8906