O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casa Outeiro / Ezzo

Casa Outeiro / Ezzo

Casa Outeiro / Ezzo
Casa Outeiro / Ezzo, © João Ferrand
© João Ferrand

 

Os primeiros registros da construção da casa na Rua Outeiro datam do fim do século XIX, onde a estrada para o Romanticismo começou. Construída em alvenaria de granito e estrutura de madeira, o edifício sofreu várias modificações e gestões ao longo dos anos.

© João Ferrand

No início do projeto, a fachada principal e as vigas internas de madeira eram os únicos elementos remanescentes. O objeto deste projeto é a construção de 3 metros de largura por 17 metros de comprimento, em quatro pavimentos irregulares, ocupando toda a parcela do terreno.

© João Ferrand

Foi decidido que todos os elementos estruturais existentes seriam mantidos e, a partir disso, um novo interior pudesse ser construído, tomando uso das plataformas imaginárias e atribuindo uma função para cada nível.

© João Ferrand

A entrada ocupa todo o térreo, o quarto está no primeiro piso e o banheiro e a lavanderia estão locados entre os pisos.

© João Ferrand

O segundo piso é composto pela sala de estar, cozinha e sala de jantar, restando o escritório e o terraço para o último piso. A proposta desta distribuição foi auxiliar na ligação entre as áreas sociais da casa e o cenário, em um gesto voltado para o morro em que está localizada.

© João Ferrand

Para conectar esses espaços, a caixa de escada no térreo foi escondida de forma a não revelar o interior da casa; do primeiro ao último pavimento, os novos pontos de acesso vertical foram executados em escadas de um lance (escadas lineares).

© João Ferrand

Outro aspecto importante do projeto foi a natureza distinta que cada área possui; desta forma, destacam-se não só pelos diferentes pontos de vista, mas também por suas várias texturas e cores que foram selecionadas. No nível térreo, um gesso áspero de areia foi aplicado juntamente com o mesmo tom de marrom usado no exterior, a fim de criar uma ambiência íntima que evoca um abrigo de uma caverna. A escadaria, em um branco brilhante, leva para dentro da casa enquanto dois painéis rosa aparecem no caminho, escondendo de vista o lavabo e o depósito.

© João Ferrand

No primeiro piso foram encontrados grandes blocos de alvenaria em granito amarelo que estavam perfeitamente instalados e, então, foram mantidos em sua totalidade, atribuindo a este pavimento uma cor amarelada em meio aos tons marrom e branco. Nos dois pisos mais recentemente construídos, as paredes são lisas e brancas. A cozinha, que atua como elemento central, sintetiza um espaço único que reúne as salas de estar e jantar, desenhada como uma área para o convívio, onde todos tem um papel no ritual de cozinhar.

© João Ferrand

Ao chegar ao terraço externo, encontra-se, mais uma vez, o marrom em madeira e o rosa em flores, o que leva de volta ao começo do passeio pela casa.

A casa Outeiro aplica um sistema estrutural típico do século XIX: vigas de madeira, piso em deck de madeira – preservação integral na reconstrução.

© João Ferrand

Os primeiros dois pisos são construídos em alvenaria de granito. Nos outros dois pisos mais recentes, as paredes são revestidas na frente e lateralmente com placas curvas de fibra p 177ntfs. No jardim dos fundos, a fachada é feita em placa curva de policarbonato celular para iluminar o interior.

© João Ferrand

No piso térreo, um gesso áspero de areia foi aplicado, acompanhado do mesmo marrom utilizado no exterior e a escadaria em branco brilhante que leva ao primeiro piso. Para conectar todos os espaços, há novos pontos de acesso vertical construídos em escadas de um lance fixadas na parede. As paredes são lisas e brancas e o pavimento em madeira de pinho.

© João Ferrand

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Ezzo
  • Ano: 2006
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Operação projetual:Restauração
  • Status:Construído
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Porto, Portugal
  • Implantação no terreno: Adossado às 2 divisas

Equipe:

  1. Arquitetos: Ezzo – Cesar Machado Moreira
  2. Equipe de projeto: Fátima Barroso

Informação Complementar:

  1. Engenharia estrutural: Eng. Lopes de Oliveira
  2. Serviços: Oval Engenharia
  1. Cliente: Marta Mello Sampayo


Cita: Fernanda Britto. "Casa Outeiro / Ezzo" 06 Fev 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/28308/casa-outeiro-ezzo> ISSN 0719-8906