Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Sete obras do arquiteto Vilanova Artigas ganham proteção

Sete obras do arquiteto Vilanova Artigas ganham proteção

Sete obras do arquiteto Vilanova Artigas foram protegidas nesta segunda-feira (16) pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo).

Duas casas construídas pelo arquiteto para moradia própria no bairro do Campo Belo, na zona sul de São Paulo, tiveram processo de tombamento aberto. Com isso, ambos os imóveis, construídos no mesmo terreno (em 1942 e em 1949), ficam protegidos contra intervenções até que se decida pela proteção definitiva.

© Gabo Morales, residência Rio Branco Paranhos

Mais dois imóveis ficaram provisoriamente protegidos ontem. Outra casa, no bairro do Pacaembu, conhecida como residência Rio Branco Paranhos (de 1943), e o Santa Paula Iate Clube, que já era tombado pela prefeitura.

O Iate Clube, construído em 1976, apresenta grandes vãos livres e estruturas de concreto armado, a exemplo do edifício da FAU-USP, tombado desde 1982 pelo Condephaat.

© Pedro Kok, FAU-USP

Também ontem, três edifícios projetados por Artigas foram definitivamente tombados. O ginásio do município de Guarulhos (de 1961), a rodoviária da cidade paulista de Jaú (1975) e a escola estadual Conceiçãozinha (1976), no Guarujá.

O edifício Louveira, em Higienópolis (centro), outra obra muito divulgada do arquiteto, já havia sido tombado em 1992.

© Pedro Kok, Edifício Louveira

Via: Folha.com

Sobre este autor
Cita: "Sete obras do arquiteto Vilanova Artigas ganham proteção" 18 Jan 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/23367/sete-obras-do-arquiteto-vilanova-artigas-ganham-protecao> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.