Por que estamos obcecados por espaços de trabalho em planta livre?

Por que estamos obcecados por espaços de trabalho em planta livre?

Em um brilhante artigo para o Der Spiegel, "The New Monuments to Digital Domination" (Os Novos Monumentos para a Dominação Digital), o autor Thomas Schulz não apenas cita os estranhos escritórios das atuais gigantes da tecnologia - do "disco voador" da Apple aos "biodomes" da Amazon - mas também identifica o que eles têm em comum: a horizontalidade. E por quê? Porque um "playground aberto e criativo" sem limites (como pavimentos ou paredes) é "a perfeita fábrica de ideias: o ambiente espacial ideal para trabalhadores digitais extremamente produtivos que continuamente despejam inovações que mudam o mundo". E apesar disso significar que a privacidade já não existe mais nestes espaços de trabalho, Schulz não se mostra tão surpreso - afinal, "as pessoas não têm direito a uma vida privada na era digital." Confira este brilhante artigo aqui.

Sobre este autor
Cita: Quirk, Vanessa. "Por que estamos obcecados por espaços de trabalho em planta livre?" [Why Workspaces are Obsessed with the Open Plan] 23 Dez 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-162562/por-que-estamos-obcecados-por-espacos-de-trabalho-em-planta-livre> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.