Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

The Indicator: o futuro virtual da arquitetura

The Indicator: o futuro virtual da arquitetura

Robert Miles Kemp será o Inovador do Ano de 2014. Marquem minhas palavras. Se eu trabalhasse para a Autodesk, chamaria ele agora mesmo - ou ao menos tentaria roubar seus segredos.

O que Robert Miles Kemp e sua empresa, Digital Physical, desenvolveram é algo tão simples, tão óbvio, e ao mesmo tempo completamente revolucionário. É uma daquelas invenções que todos os arquitetos, cedo ou tarde, perceberão que precisam - e os clientes logo começarão a pedir.

A invenção se chama Spacemaker VR, o primeiro sistema de realidade virtual de arquitetura concebido para designers. Sim, é preciso usar um óculos de realidade virtual, mas não se preocupe em parecer tolo pois você (e seus clientes) estarão maravilhados pelas coisas que estarão vendo e experienciando em 3D - um modelo de espaço futuro.

Para lançar esta ideia, a Digital Physical lançou uma campanha no Kickstarter. Eles têm até o dia 14 de dezembro para alcançar orçamento de 100 mil dólares.

Kemp, formado pela SCI-Arc, tem sonhado em concretizar isto por mais de 10 anos. Sua tese foi sobre robótica e projeto em tempo real. "Minha ideia original era criar um negócio com espaços de realidade virtual que designers pudessem alugar por hora", disse ele. "Um em cada cidade." Mas haviam questões de custos e espaço.

"A Realidade Virtual avançou tão tanto e tão rápido na última década, contudo, é possível fazer algo acessível e maravilhoso agora mesmo (pode-se conseguir um par de óculos e um Spacemaker por menos de US$ 500)." A primeira versão do Spacemaker é portável e pode ser levada em uma mochila.

O Spacemaker VR (de Virtual Reality) é compatível com muitos formatos de arquivos usados por designers, portanto, eles podem trabalhar com seus próprios arquivos 3D. Ele é intencionalmente simples de usar e a versão atual permite "caminhar através" de ambientes 3D. As versões futuras permitirão manipulação em tempo real de objetos 3D.

No futuro da arquitetura em realidade virtual, arquitetos e clientes não conseguirão se lembrar do tempo em que não contavam com esta ferramenta. Poder navegar em ambientes 3D através de VR é, talvez, um passo tão grande quanto passar de visualizações 2D em CAD para o sistema BIM.

“Quero tornar possível para todos criar e experienciar os espaços com os quais sonham."

Apoie a campanha Spacemaker VR aqui!

Benjamin Luddy (E) e Makoto Mizutani (D) do Scout Regalia testam o Spacemaker VR . Cortesia deDigital Physical
Benjamin Luddy (E) e Makoto Mizutani (D) do Scout Regalia testam o Spacemaker VR . Cortesia deDigital Physical

Guy Horton é autor do "The Indicator” e contribui frequentemente com o The Architect’s Newspaper, Metropolis Magazine, The Atlantic Cities, e The Huffington Post. Também já escreveu para Architectural Record, GOOD Magazine, e Architect Magazine.

Sobre este autor
Cita: Horton, Guy. "The Indicator: o futuro virtual da arquitetura " [The Indicator: Kickstarting Architecture's Virtual Future] 12 Dez 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/160184/the-indicator-o-futuro-virtual-da-arquitetura> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.