O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. A Galeria de Arte Móvel de Gillot+Givry: um espaço vazio para abrir a mente

A Galeria de Arte Móvel de Gillot+Givry: um espaço vazio para abrir a mente

A Galeria de Arte Móvel de Gillot+Givry: um espaço vazio para abrir a mente
A Galeria de Arte Móvel de Gillot+Givry: um espaço vazio para abrir a mente, © Gillot+Givry
© Gillot+Givry

"No início", conta Gillot+Givry, "queríamos projetar uma arquitetura que - como os tradicionais salões de chá japoneses -, não fosse caracterizada por uma função específica". Este projeto nasce, sem dúvida, deste aforismo. Que resposta se pode dar a este paradoxal desejo? Restando os poucos elementos que definem este espaço, o que acontece? Um espaço vazio, e é esta a questão. Este vazio é habilmente preenchido, tão habilmente definido que se abre a novos universos imaginativos e, através da aspiração, dá lugar a ricas manifestações artísticas.

Desencantados com as políticas culturais atuais que saturam os espaços de exposições, os arquitetos da firma Gillot+Givry inventaram um novo espaço: uma mini galeria, uma estação que pode se ajustar e multiplicar infinitamente, um veículo da matéria que pode ser transportado para outras cidades, montanhas, áreas rurais e costeiras.

Continue lendo para saber mais detalhes do projeto.

© Gillot+Givry © Gillot+Givry © Gillot+Givry © Gillot+Givry + 16

O espaço vazio concebido por Gillot+Givry é construído com madeira comercial e se volta diretamente aos artistas de hoje em dia. Célia Gondol foi a primeira convidada a entrar. Os arquitetos instalaram o objeto em um terreno rural em Gers, orientado segundo o curso do sol. A artista, então, converteu-o em uma máquia de visão. A estrutura libera uma faixa levemente colorida que recobre as terras aradas do entorno. As aberturas verticais da cápsula, vestígios do projeto original, cortam a paisagem em movimentos de cor filtrados pela artista, gerando uma espécie de pintura.

© Gillot+Givry
© Gillot+Givry

As aproximações visuais e arquitetônicas estão aqui perfeitamente sincronizadas e trabalham em harmonia. Através desta pequena instalação, esperamos que se inicie uma série de várias colaborações, estabelecendo uma estreita relação entre os artistas e os arquitetos. 

© Gillot+Givry
© Gillot+Givry

Estes jovens são especialmente críticos com as justaposições estéreis resultantes da maioria dos recentes cruzamentos entre a arte e a arquitetura, e buscam deslanchar um verdadeiro diálogo interdisciplinar através de colaborações autênticas. 

© Gillot+Givry
© Gillot+Givry

Como podem os arquitetos contemporâneos convidar artistas a contribuir em seus projetos? Qual pode ser o papel do arquiteto no ateliê de um artista? Que ferramentas podem utilizar conjuntamente? Que características devem ser defendidas e preservadas nestas empreitadas conjuntas? Ha tantas perguntas, simples e essenciais, que derivam desta construção experimental.

© Gillot+Givry
© Gillot+Givry

Mais, além de seu aspecto, o objeto parece agir como uma ponte efetiva entre as artes, um vínculo entre estas áreas do conhecimento que são aparentemente compatíveis, uma interface fértil entre os especialistas contemporâneos.

Axonométrica
Axonométrica

Colaboradores: Vincent GILLOT, Eleonore GIVRY, arquitetos / Celia GONDOL, artista
Tipo: Papelão/ Instalação
Localização: Barran, Gers, Sudoeste da França
Área: 4 m²
Custo: 1000€
Texto Original: Tony CôME

Ver a galeria completa

Sobre este autor
José Tomás Franco
Autor
Cita: Franco, José Tomás. "A Galeria de Arte Móvel de Gillot+Givry: um espaço vazio para abrir a mente" [La Galería de Arte Móvil de Gillot+Givry: un espacio vacío para abrir la mente] 11 Dez 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/158761/a-galeria-de-arte-movel-de-gillot-plus-givry-um-espaco-vazio-para-abrir-a-mente> ISSN 0719-8906