O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Um pavilhão de luz feito com garrafas plásticas recicladas

Um pavilhão de luz feito com garrafas plásticas recicladas

Um pavilhão de luz feito com garrafas plásticas recicladas
Um pavilhão de luz feito com  garrafas plásticas recicladas, © Vía i-ref
© Vía i-ref

Rising Moon é o nome do pavilhão temporário construído pelo estúdio Daydreamers Design para o Festival Hong Kong Mid-Autumn 2013, no Parque Victoria. Esta estrutura semi esférica é composta por 7 mil garrafas de plástico iluminadas com LED e conta com efeitos sonoros e luminosos. Ela causa um impacto visual externo que procura reinterpretar as tradições chinesas através de uma "lua sintética", promovendo, assim, uma mensagem de proteção ao meio ambiente. 

© Vía i-ref © Vía i-ref © Vía i-ref © Vía i-ref + 14

Saiba mais a seguir.

Há mais de cem anos é celebrado o Festival Mid-Autumn, uma tradição chinesa que consiste em encontros com amigos e familiares sob a luz da lua; um símbolo de união. A lua sempre foi o foco principal do festival, com seu intenso brilho, enorme dimensão e seu círculo perfeito no céu. O conceito que norteia o projeto consiste em aproximar a lua, buscando um contato mais direto com o Parque Victoria, oferecendo aos visitantes um impacto visual dinâmico, uma lua sintética. 

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=ciewyF8ra_Q

Nos últimos anos, nossa sociedade tem buscado uma maior consciência do termo sustentabilidade em diferentes aspectos de nossa vida, desde a alimentação até os transportes. Para este pavilhão temporário, propôs-se o uso de materiais sustentáveis que seria reciclados após a desconstrução da estrutura, e também a utilização de materiais reciclados na construção.

© Vía i-ref
© Vía i-ref

Foram utilizadas 7 mil garrafas d'água de policarbonato que envolveram inteiramente a cúpula. Este material apresenta uma textura bastante interessante e reage de formas variadas em contato com a luz. Cada garrafa está conectada a um dispositivo LED que pode ser controlado individualmente, criando diferentes efeitos lumínicos na superfície da "lua".

© Vía i-ref
© Vía i-ref

A lua crescente se localiza na parte superior da piscina refletora. O objetivo era que a meia esfera parecesse uma esfera inteira quando vista do exterior, sendo metade dela o reflexo da outra parte.

© Vía i-ref
© Vía i-ref

A estrutura consiste em uma geodésica de módulos triangulares. Uma vez concluída a instalação, um mar de garrafas com LED criaram um forte impacto visual que atraia os visitantes para dentro o pavilhão.

© Vía i-ref
© Vía i-ref

O projeto recebeu o Gold Award na Competição Lantern Wonderland Design em maio de 2013.

Via

Ver a galeria completa

Cita: Yávar, Javiera. "Um pavilhão de luz feito com garrafas plásticas recicladas" [Un pabellón de luz hecho de 7.000 botellas de plástico recicladas] 07 Dez 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/158085/um-pavilhao-de-luz-feito-com-garrafas-plasticas-recicladas> ISSN 0719-8906