O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Guia de desenho urbano de ruas: Uma nova proposta pensada nas pessoas

Guia de desenho urbano de ruas: Uma nova proposta pensada nas pessoas

Guia de desenho urbano de ruas: Uma nova proposta pensada nas pessoas
Guia de desenho urbano de ruas: Uma nova proposta pensada nas pessoas, © zoetnet, Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© zoetnet, Flickr. Used under Creative Commons

Dezesseis cidades estadunidenses estão agrupadas no NACTO, uma organização que busca melhorar o transporte, público ou privado, e o desenho das ruas para que estas se foquem nas necessidades reais das pessoas.

Para conseguir isso, acabam de lançar o “Guia de Desenho Urbano de Ruas”, um documento que apresenta ferramentas e técnicas para fazer cidades com ruas mais habitáveis, seguras e mais atrativas em termos comerciais. Por isso, o guia funciona como um roteiro para que outras cidades possam implementar estratégias que já tem dado certo.

O guia trata de seis temas: Ruas, Intersecções, Elementos de Desenho de Ruas, Elementos de Desenho de Intersecções, Estratégias de Desenho Provisórias e Controles de Desenho:

Em relação ao primeiro item, propõe os seguintes seis princípios para o desenho das ruas:

© Urban Adventures, Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
© Urban Adventures, Flickr. Used under Creative Commons

  • As ruas são espaços públicos, portanto, devem ser desenhadas para que cumpram um papel importante na vida pública através de circuitos que favoreçam os percursos pela cidade.
  • As grandes ruas são boas para o comércio e negócios quando tem um desenho que as fazem ser mais visíveis, o que gera mais valor para os proprietários.
  • As ruas podem ser mudadas para satisfazer novas necessidades a partir do redirecionamento do trânsito ou da mudança no uso dos espaços, como de um estacionamento de automóveis para outro de bicicletas.
  • As ruas devem ser feitas com um desenho que permitam os cruzamentos de forma segura entre diferentes formas de mobilidade.
  • As ruas devem ter um desenho que permita que funcionem como ecossistemas que assegurem que no futuro, vão manter um desenho sustentável. Desta forma, podem incorporar elementos naturais.
  • Aja agora!
  • O guia também orienta sobre como devem ser as intersecções, entendendo que um bom desenho faz com que o trânsito seja mais intuitivo e que se criem espaços de encontro para as pessoas.

    Para os Elementos de Desenho de Ruas, o guia propõe que os encarregados não apenas levem em conta o ponto de origem das viagens das pessoas, mas também que avaliem o ponto de destino. Assim, poderão considerar quais elementos são necessários durante o trajeto e também para chegar de um ponto até o destino final, com o objetivo de tornar os deslocamentos mais seguros.

    © Abaconda, Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
    © Abaconda, Flickr. Used under Creative Commons

    Tendo em conta que as intersecções são pontos críticos no desenho das cidades, uma vez que concentram vários meios de transporte, faz-se necessário desenhar cruzamentos que cumpram certos padrões que permitam uma mobilidade segura e melhorem o espaço público do entorno.

    As Estratégias de Desenho Provisórias são um conjunto de ferramentas e táticas que as cidades podem utilizar para melhorar suas ruas e espaços públicos em curto prazo. Como em alguns casos os vizinhos estão envolvidos, o projeto pode ser implementado numa fase de teste mais rápida e com menor custo, o que permite que se experimentem várias vezes antes que se instale a versão definitiva. Exemplos disso já foram dados, como a transformação de um estacionamento de automóveis em outro para bicicletas, ou mesmo a transformação de certas ruas para circulação exclusiva de pedestres em determinados horários.

    © robotbrainz, Flickr. Used under <a href='https://creativecommons.org/licenses/by-sa/2.0/'>Creative Commons</a>
    © robotbrainz, Flickr. Used under Creative Commons

    Finalmente, o último grande tema são os Controles de Desenho, parâmetros que focam nos projetistas no momento de iniciar a reconstrução ou o redesenho de uma rua.  Um dos fatores que devem considerar é a velocidade, já que o guia defende que existem certas autoestradas rodovias construídas há vinte anos que têm um desenho que leva as pessoas a dirigir em maiores velocidades. Em longo prazo, isso afeta a qualidade de vida dos bairros mais próximos, e faz necessário mudar o desenho das ruas para que sejam mais seguras.

    Artigo original via Plataforma Urbana
    Tradução: Gabriel Pedrotti. Equipe ArchDaily Brasil.

    Ver a galeria completa

    Sobre este autor
    Constanza Martínez Gaete
    Autor
    Cita: Constanza Martínez Gaete. "Guia de desenho urbano de ruas: Uma nova proposta pensada nas pessoas" 01 Dez 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/157119/guia-de-desenho-urbano-de-ruas-uma-nova-proposta-pensada-nas-pessoas> ISSN 0719-8906