Arquitetos japoneses protestam contra Estádio Olímpico de Zaha Hadid

Arquitetos japoneses protestam contra Estádio Olímpico de Zaha Hadid

O arquiteto Fumihiko Maki, laureado com o Prêmio Pritzker em 1993, juntamente com outros arquitetos japoneses - incluindo Sou Fujimoto, Toyo Ito e Kengo Kuma -, se manifestou em oposição à escala gigantesca do projeto vencedor da competição para o National Stadium, proposto por Zaha Hadid. Previsto para ser o principal espaço dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2020, o estádio de 290.000 m² está sendo apontado como "muito grande e muito artificial" para seu contexto.

"Espero que este protesto consiga fazer com que o projeto diminua para se adequar ao contexto", comentou Fujimoto ao Architects’ Journal. "Não estou brigando com Zaha, A competição para o estádio era muito rigorosa e não podemos reverter tudo. Mas o projeto poderia ser melhor."

© ZHA
© ZHA

Num esforço para conduzir o protesto, Maki organizou o simpósio "Repensando o Novo Estádio Olímpico nacional no contexto histórico de Gaien", que será transmitido ao vivo hoje. Toyo Ito, Hidenobu Jinnai, Shinji Miyadai eTetsuo Furuichi devem participar do evento.

© ZHA
© ZHA

© ZHA
© ZHA
Sobre este autor
Cita: Rosenfield, Karissa. "Arquitetos japoneses protestam contra Estádio Olímpico de Zaha Hadid " [Zaha Hadid’s 2020 Olympic Stadium to Be "Scaled Down"] 11 Out 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-145920/arquitetos-japoneses-protestam-contra-estadio-olimpico-de-zaha-hadid> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.