1. ArchDaily
  2. Zoo

Zoo: O mais recente de arquitetura e notícia

Como serão os zoológicos no futuro? Concurso de projeto propõe repensar o conceito

Archstorming anunciou os projetos vencedores do "Coexist: Rethinking Zoos," seu concurso recente para pensar conceitualmente o zoológico do século 21. O edital pedia aos participantes que redefinissem o zoológico tradicional e transformassem o espaço para algo que não fosse apenas uma exibição de animais, mas também uma ferramenta educacional e um lugar para pesquisa e conservação. A equipe de jurados internacionais selecionou três vencedores de mais de 40 países que enviaram ideias.

O local da proposta era o zoológico de Barcelona, que se comprometeu a priorizar o bem-estar de seus animais. Para promover o bem-estar dos animais e da natureza, as equipes vencedoras criaram alternativas imaginativas para os métodos tradicionais de interação do zoológico, como caminhos não intrusivos e até mesmo animais virtuais em 3D. Os vencedores mostram que há novas formas de os visitantes entenderem animais, de forma ecologicamente correta e sustentável.

Confira as inscrições vencedoras a seguir.

3XN e GERNER GERNER PLUS divulgam projeto para o novo aquário de Viena

Os escritórios de arquitetura 3XN e GERNER GERNER PLUS revelaram os detalhes do seu projeto para o concurso do novo aquário do Zoológico de Schönbrunn, em Viena. O "Reino de Poseidon", como os arquitetos batizaram a sua proposta, foi desenvolvido em colaboração com especialistas da ATT e foi projetado para ser "elegante, simples e misterioso, pousando sobre a paisagem do zoológico como um grande véu". A proposta foi premiada com o segundo lugar neste concurso internacional de arquitetura para o projeto do aquário. O grande vencedor ainda não foi divulgado.

O projeto do "Reino de Poseidon" é definido pela ampla cobertura jardim que paira sobre a paisagem natural, a qual incorpora uma série de caminhos e percursos conectados com o conjunto maior do zoológico. O aquário cobre uma área total de 6.000 metros quadrados, divididos em quatro níveis, com um grande acesso envidraçado em forma de onda, o qual pretende atrair os visitantes à transitar entre às áreas ao ar livre e o novo “mundo das águas”.

Cortesia de 3XNCortesia de 3XNCortesia de 3XNCortesia de 3XN+ 7

BIG projeta jaula de pandas em forma de Yin-Yang para zoológico de Copenhague

BIG, em colaboração com Schønherr Landscape Architects e MOE, divulgou o projeto para uma jaula de pandas em forma de yin-yang no jardim zoológico de Copenhague, que servirá como o repouso novo de dois pandas gigantes chineses a partir de 2018.

Localizado entre vários edifícios existentes, incluindo o premiado Elephant House, de Foster + Partners, o habitat em forma circular será dividido para criar compartimentos separados aos pandas machos e fêmeas. Para aumentar a probabilidade de acasalamento, pandas parceiras não devem ser capazes de ver, ouvir ou mesmo cheirar uns aos outros durante a maior parte do ano.

Cortesia de BIGCortesia de BIGCortesia de BIGCortesia de BIG+ 18

BIG divulga projeto de uma "Zootopia" na Dinamarca

O escritório dinamarquês BIG acaba de divulgar o ambicioso projeto de um zoológico em Givskud, na Dinamarca. Segundo o escritório, trata-se de uma proposta que oferecerá o ambiente mais livre possível para as necessidades dos animais, sua relação uns com os outros e com os visitantes. O escritório passou os dois últimos anos trabalhando para fazer de Zootopia o que os jornais dinamarqueses estão chamando de "o zoológico mais avançado do mundo." Segundo o diretor do Zoológico Givskud, Richard Østerballe, a transformação do parque se beneficiará muito com a abordagem de projeto do BIG - o escritório é conhecido por integrar a paisagem e elementos naturais a uma arquitetura de ponta.

O projeto busca "integrar e ocultar os edifícios" na paisagem. Ao entrar no zoológico, os visitantes poderão se direcionar para uma grande praça central ou subir no "edifício paisagem", de onde todo o parque poderá ser visto. A partir deste elemento central os visitantes acessarão diferentes áreas do zoológico. Uma trilha de caminhadas de 4 quilômetros de extensão conecta as diferentes zonas do parque (que representam a África, a América e a Ásia).

A primeira fase do projeto deve ser concluída em 2019 e coincidirá com o 50° aniversário do parque. 

Leia a seguir o comentário do escritório sobre o projeto.

Cortesia de BIGCortesia de BIGCortesia de BIGCortesia de BIG+ 29