Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Urban Growth

Urban Growth: O mais recente de arquitetura e notícia

SOM Foundation lança novo prêmio para pesquisas que busquem "humanizar altas densidades"

15:00 - 12 Agosto, 2018
SOM Foundation lança novo prêmio para pesquisas que busquem "humanizar altas densidades", One World Trade Center / SOM. Cortesia de  James Ewing
One World Trade Center / SOM. Cortesia de James Ewing

As populações estão se mudando para áreas urbanas em ritmo acelerado. De acordo com as Nações Unidas, a população urbana mundial aumentou de 751 milhões em 1950, para 4.2 bilhões em 2018. Até 2050 é esperado um acréscimo de 2.5 bilhões de pessoas em áreas urbanas. Em resposta a esse crescimento, arquitetos e urbanistas estão sendo desafiados a criar espaços sustentáveis e resilientes, que acomodem as necessidades, vitais e desejáveis, da sociedade.

SOM, o escritório de arquitetura, urbanismo, design de interiores e engenharia Skidmore, Owings & Merrill, convida educadores e estudantes dos Estados Unidos a se inscreverem no 2018 SOM Foundation Research Prize: "Humanizando Altas Densidades". O prêmio busca uma pesquisa acadêmica interdisciplinar com potencial de "avançar na prática de arquitetura, estrutura, desenho urbano e todas as disciplinas relacionadas". 

Algoritmo genético prevê o crescimento vertical de áreas urbanas

16:00 - 29 Junho, 2018

O crescimento e expansão das áreas metropolitanas foram evidentes ao longo da última década. Os edifícios estão ficando mais altos e as áreas urbanas, maiores. E se houvesse uma maneira de prever esse crescimento e expansão?

Um recente estudo realizado por pesquisadores espanhóis da Universidade da Coruña descobriu que o aumento do número de arranha-céus em uma cidade reflete o padrão “de certos sistemas biológicos auto-organizados”, conforme relatado pela ScienceDaily. O estudo usa "algoritmos evolutivos genéticos" para prever o crescimento urbano, mirando especificamente o distrito de Minato em Tóquio. O arquiteto Ivan Pazos, principal autor do novo estudo, explicou a ciência por trás do algoritmo: "Operamos dentro da computação evolutiva, um ramo da inteligência artificial e aprendizagem automática que usa as regras básicas da genética e a lógica da seleção natural de Darwin para fazer previsões."

Leia mais sobre o estudo e o que isso pode significar para as estimativas de verticalização dos centros urbanos.