1. ArchDaily
  2. Tóquio 2020

Tóquio 2020: O mais recente de arquitetura e notícia

Zaha Hadid Architects divulga declaração na íntegra sobre o cancelamento do projeto do Estádio Nacional de Tóquio

Na sequência da notícia do final do mês passado de que seu projeto para o Estádio Nacional para as Olimpíadas de Tóquio 2020 teria sido cancelado, o escritório Zaha Hadid Architects lançou uma declaração abrangente sobre o fato. Apesar de diversas críticas em relação ao projeto - incluindo as de Toyo Ito e Fumihiko Maki - foram, fundamentalmente, os custos excessivos que provocaram seu fracasso. No entanto, a declaração de 1.400 palavras do ZHA procura colocar distância entre o escritório e a alegação do Conselho Desportivo Japonês (JSC), que alega que grande parte do aumento dos custos deveu-se ao projeto complexo. O escritório argumenta que "em cada etapa ao longo dos dois anos de desenvolvimento, o projeto e o orçamento estimado foram aprovados pelo JSC", acrescentando que o escritório trabalhou proativamente para redução dos custos do projeto".

Leia a seguir para descobrir o que o escritório ZHA aponta como responsabilidade para os aumentos dos custos, com a declaração na íntegra.

Japão autoriza a construção do Estádio Nacional de Tóquio de Zaha Hadid

Apesar das ferozes críticas em função de sua enorme escala e custos, o Estádio Nacional de Tóquio, projetado por Zaha Hadid, será enfim construído. Segundo o USA Today, o governo japonês anunciou sua decisão de dar prosseguimento ao projeto, dizendo que modificações mais profundas acarretariam em atrasos na construção.

O estádio de 80 mil lugares já passou por algumas mudanças em função da reação dos Pritzkers Toyo Ito e Fumihiko Maki; sua versão mais atual é considerada mais "eficiente, focada no usuário, adaptável e sustentável." Todavia, a controvérsia continua, já que a cidade e o governo central devem agora decidir como repartir os custos do estádio, estimados em US$ 2 bilhões.

Vídeo: Percorrendo o estádio de Zaha Hadid, sede das Olimpíadas de Tóquio 2020

No final de semana lhes mostramos os três estádios que competiam para ser a sede dos Jogos Olímpicos de 2020.

Já sabemos que Tóquio venceu a disputa e organizará os Jogos e, por isso, convidamos as leitoras e leitores a percorrer virtualmente o projeto do estádio olímpico projetado por Zaha Hadid, que consiste na remodelação do antigo Estádio Nacional do Japão, construído para os Jogos de 1964. O complexo desportivo ampliado poderá receber até 80 mil espectadores.