Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Prix Versailles

Prix Versailles: O mais recente de arquitetura e notícia

MiCasa Vol.C do Studio MK27 vence o Prix Versailles 2019 na categoria "lojas"

Os vencedores do Prix Versailles 2019 foram anunciados na sede da UNESCO em Paris. Ao todo, foram premiados 12 projetos nas categorias Lojas e Lojas, Shopping Centers, Hotéis e Restaurantes. Dentre os vencedores, o único brasileiro é o projeto MiCasa Vol.C, do Studio MK27 - Marcio Kogan + Marcio Tanaka.

O júri foi composto por David Adjaye, Kazuyo Sejima, Francesco Bandarin, Iris Van Herpen, Philippe Starck, Alondra de la Parra, Ferran Adiá e Thomas Vonier. Veja, a seguir, os premiados.

4 Projetos brasileiros entre os premiados na etapa continental do Prix Versailles 2019

Foram anunciados os vencedores de cada continente do Prix Versailles 2019, um reconhecimento anual que celebra projetos de arquitetura comercial de todo o mundo.

A seguir, reunimos os 11 projetos vencedores da região que compreende as América Central e do Sul e o Caribe, dentro das 4 principais categorias: lojas, centros comerciais, hotéis e restaurantes. Em setembro, os vencedores mundiais serão anunciados. 

Conheça os projetos ganhadores do Prix Versailles 2018 mundial

Aconteceu, no dia 15 de maio na sede parisiense da UNESCO, a cerimônia de entrega dos prêmios mundiais Prix Versailles 2018, um reconhecimento anual que celebra projetos de arquitetura comercial em todo o mundo promovendo uma interação exitosa entre a cultura e a economia.

Os doze projetos ganhadores de arquitetura em lojas, centros comerciais, hotéis e restaurantes -dentre as 70 equipes finalistas continentais de 32 países diferentes- evidenciam uma seleção onde a relação arquitetônica com o natural e patrimonial também se tem em conta.

Conheça todos os projetos destacados, a seguir.

Conheça a seleção continental para África, Ásia Ocidental e Europa do Prix Versailles 2018

No dia 26 de abril ocorreu no Centro Internacional de Conférences d'Alger a cerimônia continental do Prix Versailles 2018, e com ela o anúncio da seleção de projetos de arquitetura nas categorias lojas, centros comerciais, hotéis e restaurantes para as regiões da 'África e Ásia Ocidental' e 'Europa'.

Os 24 novos projetos se incorporam à lista dos 46 vencedores continentais - das regiões América Central, Sul e Caribe; América do Norte, Ásia Central e Nordeste; e Ásia do Sul e Pacífico - dando como resultado os 70 projetos que competirão na Final Mundial do Prix Versailles 2018, em 15 de Maio na Sede da UNESCO.

Conheça os projetos escolhidos a seguir.

24 projetos de lojas, hotéis e restaurantes na Ásia são vencedores continentais do Prix Versailles 2018

O comitê do Prix Versailles anunciou os vencedores deste ano para as regiões "Ásia Central e Nordeste da Ásia" e "Sul da Ásia e Pacífico" da cerimônia continental de Pequim.

24 novos projetos de lojas, shopping centers, hotéis e restaurantes foram premiados e agora os vencedores competirão na sede da UNESCO - 15 de maio - para a seleção mundial do Prix Versailles 2018.

Conheça os vencedores da Ásia, abaixo.

22 projetos vencedores do Prix Versailles 2018 na América Central, do Sul e Caribe

No sábado, em Santiago, no Chile, o Comitê do Prix Versailles anunciou os vencedores continentais de seus prêmios anuais celebrando a arquitetura comercial construída.

Dez projetos vencedores na América Central, no Sul e no Caribe e doze na América do Norte foram premiados em quatro categorias: lojas, shoppings, hotéis e restaurantes. Em maio, projetos construídos na África e na Ásia serão premiados em Argel e Pequim. Os vencedores europeus serão anunciados em Paris.

Confira abaixo uma galeria dos projetos vencedores do continente.

Vencedores Continentais da América Central, do Sul e do Caribe:

Prix Versailles premia os 12 melhores projetos comerciais no mundo

O Comitê internacional do Prix Versailles anunciou os ganhadores de seus prêmios anuais que celebram a arquitetura comercial construída. A cerimônia ocorreu na sede mundial da UNESCO, com vencedores provenientes de 6 regiões ao redor do mundo, incluindo o brasileiro Guto Requena. Presidido pelo prefeito de Versalhes François de Mazières, o júri internacional incluiu os arquitetos Manuelle Gautrand, Toyo Ito, Wang Shu e o aclamado chef de cozinha Guy Laroche.

Os 12 projetos foram agrupados em 4 categorias principais: lojas, shoppings, hotéis e restaurantes. Os vencedores foram selecionados de uma variedade diversificada de 70 vencedores regionais apresentados na cerimônia.

Confira a galeria dos 12 vencedores abaixo:

Chanel (Loja Temporária); Amsterdã, Holanda / MVRDV. Image © MVRDV Tokyu Plaza Ginza; Tóquio, Japão / Nikken Sekkei. Image © Koji Fujii, Nacasa & Partners Inc. Lideta Mercato; Addis Ababa, Etiópia / Vilalta Arquitectura. Image © VILALTA Mar Adentro; San José del Cabo, México / Miguel Ángel Aragonés. Image © Joe Fletcher         + 118

Brasileiro Guto Requena recebe o Prix Versailles com o Pavilhão Dançante

O arquiteto e designer brasileiro Guto Requena recebeu o Prix Versailles por seu Pavilhão Dançante, desenvolvido para as Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016. O projeto foi premiado em duas importantes categorias: a MUNDIAL, categoria máxima, e também na categoria Américas. A cerimônia aconteceu na sede da UNESCO, em Paris, em 12 de maio.

Localizado no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, o Pavilhão Dançante foi criado como um espaço para festas, danças, djs e apresentações. A interatividade do pavilhão se dava através de sua pele interativa, em que sensores espalhados na pista de dança captavam a música e a agitação das pessoas dançando, controlando motores para movimentar espelhos na fachada do edifício.