1. ArchDaily
  2. Menilmonde

Menilmonde: O mais recente de arquitetura e notícia

Nova Iorque submersa: vídeo mostra as consequências de um aumento de 2°C na temperatura global

James Hansen, professor de Ciências da Terra e do Meio Ambiente da Universidade de Columbia, ex-funcionário da NASA e notável climatologista, foi um dos primeiros a alertar sobre a mudança climática durante seu depoimento em 1988 no Congresso dos EUA. Desde então, ele continuou a falar do problema através de palestras, entrevistas, conversas TED e seu blog. Advertiu que um pequeno aumento de 2 graus célsius na temperatura global poderia resultar em um aumento do nível do mar de cinco a nove metros até o final do século, inundando boa parte das as cidades costeiras e tornando-os inabitáveis.

Inspirados por Hansen, os cineastas do estúdio Menilmonde imaginaram Manhattan submersa. Os vídeos anteriores da dupla francesa apresentam subversões sutis do mundo real, e este mais recente, intitulado two ° C New York City, é indiscutivelmente o mais poderoso até agora.

Cortesia de Menilmonde via screenshot do vídeoCortesia de Menilmonde via screenshot do vídeoCortesia de Menilmonde via screenshot do vídeoCortesia de Menilmonde via screenshot do vídeo+ 4

Vídeo: "Apparences" - Paris de fachada

Museus, restaurantes, lojas, teatros, este são alguns tipos de espaços com os quais o público interage diariamente em uma cidade. Mas estes espaços apenas não fazem uma cidade - com efeito, a vasta maioria dos edifícios contém espaços que 99 porcento da população nunca verá. 

Ainda assim, uma verdadeira experiência de cidade não existiria sem estes edifícios. Qual é o verdadeiro valor dos edifícios privados para aqueles que caminham nas ruas? Seria simplesmente uma questão de estética e identidade? Poderia o mesmo resultado ser alcançado com uma rua delimitada apenas por fachadas? 

Vídeo: Shanghai, Archi'llusion / Menilmonde

Em sequencia ao vídeo “Paris, Archi'llusion”, que mostra, através de uma linguagem lúdica, como seria a capital francesa se seus edifícios não ultrapassassem os segundo andar, a dupla Claire e Max, fundadores do estúdio Menilmonde, compartilhou conosco desta vez seu vídeo “Shanghai, Archi'llusion”.

Um pouco diferente da técnica utilizada no primeiro vídeo, em que os edifícios haussmannianos eram literalmente cortados e rebaixados, a dupla desta vez optou por suprimir completamente algumas das 20 mil torres da maior cidade chinesa, recriando-as através de uma linguagem estilizada que se aproxima do croqui.

Vídeo “Paris, Archi'llusion”, por Menilmonde

Imagine se não houvesse mais que um ou dois pavimentos em todos os edifícios e monumentos de Paris. Perceberíamos a diferença? A dupla de viajantes Claire e Max, fundadores do estúdio Menilmonde, produziu este belo vídeo mostrado acima onde experimentam uma realidade em que Paris não ultrapassa o segundo andar.

Para produzir o efeito desejado, como se os edifícios tivessem de fato sido construídos com um ou dois pavimentos, foi necessário registrar os monumentos em dois planos distintos: o primeiro frontal, mostrando o que vemos no vídeo; e o segundo com a câmera orientada para o céu, enquadrando apenas o topo dos monumentos.