Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Make It Right

Make It Right: O mais recente de arquitetura e notícia

Places Journal examina os projetos pós-Katrina em New Orleans

Os danos causados pelo furacão Katrina em 2005 nunca serão esquecidos, mas 10 anos após o início da reconstrução de New Orleans em 2006, uma nova arquitetura emergiu, com projetos de ponta sendo amplamente celebrados pela mídia. A fundação Make It Right, criada após o desastres numa tentativa de ajudar na recuperação da cidade, contratou arquitetos e escritórios reconhecidos, como Morphosis, Shigeru Ban e David Adjaye, para projetarem casas seguras e sustentáveis para a região de Lower 9th Ward. Richard Campanella e Cassidy Rosen, no entanto, desconfiam que esta visão esteja afastada da realidade.

"Make it Right" disponibiliza as plantas de mais de 25 residências ecológicas

Criada após a devastação de New Orleans em 2005 pelo furacão Katrina, a Fundação Make it Right, criada pelo ator Brad Pitt, se tornou uma referência em projetos residenciais unifamiliares nos EUA, com projetos desenvolvidos por importantes nomes da arquitetura mundial, como Frank Gehry, MVRDV e Morphosis.

Os protótipos desenvolvidos tem uma especial atenção às questões ecológicas e econômicas e foram criados tendo em mente e situação das milhares de famílias desabrigadas após a tempestade que devastou parte de New Orleans -- cidade localizada em uma das regiões mais desfavorecidas dos EUA.

Recentemente, a Make it Right decidiu disponibilizar os desenhos técnicos de 26 modelos residenciais desenvolvidos ao longo dos 10 anos de trabalho da fundação. Entre os projetos, está uma versão da casa meio-pronta do Elemental e a casa mobília de Shigeru Ban. Veja a lista completa, a seguir.

Brad Pitt fala sobre o projeto Make It Right em New Orleans: "Tenho muito orgulho disso"

The Float House / Morphosis, Make It Right. Image © Iwan Baan
The Float House / Morphosis, Make It Right. Image © Iwan Baan

Dez anos atrás, o Furacão Katrina passou pelo Golfo americano, devastando grande parte da cidade de New Orleans. Dois anos depois da catástrofe, após perceber que a cidade não se reconstruia, a estrela de Hollywood e entusiasta da arquitetura, Brad Pitt, lançou o Make It Right, um projeto que tinha como objetivo construir 150 casas projetadas por 20 arquitetos internacionalmente reconhecidos.

Nos últimos oito anos, Make It Right não apenas ajudou a reconstruir a região mais afetada de New Orleans, mas também começou a difundir seu trabalho nos estados de Missouri, Montana e New Jersey, com mais projetos previstos para os próximos anos. Embora a organização sem fins lucrativos tenha obtido sucesso em seus esforços, ela também enfrentou muitas críticas.

Em uma recente entrevista com NOLA, Pitt comenta algumas destas críticas, refletindo sobre o crescimento da organização e as mudanças que ela causou. Saiba mais sobre a opinião de Pitt, a seguir.

Frank Gehry-designed duplex. Image © Chad Chenier Photography / Make It Right Duplex house. Image Courtesy of Atelier Hitoshi Abe Lower Ninth Ward, New Orleans. Image © Irina Vinnitskaya Flow House. Image Courtesy of William McDonough + Partners + 7

Make It Right divulga projetos de seis casas unifamiliares para a Manheim Park Community

Make It Right, a organização criada por Brad Pitt que constrói casas acessíveis e sustentáveis para pessoas em situação de necessidade, divulgou uma série de novos projetos para casas unifamiliares projetadas por arquitetos locais numa tentativa de expandir os esforços da organização em Kansas City, estado de Missouri, EUA. As novas casas farão parte do trabalho do Make it Right no Manheim Park, complementando o complexo comunitário aberto pela organização em 2013.

Veja os novos projetos, a seguir.

Casa projetada por BNIM. Cortesia de Make It Right Casa projetada por KEM Studio. Cortesia de Make It Right Casa projetada por Pendulum Studio. Cortesia de Make It Right Casa projetada por El Dorado Inc.. Cortesia de Make It Right + 7

A arquitetura não precisa de reconstrução, precisa de críticos mais conscientes

Nas últimas semanas, uma série de comentaristas de arquitetura reacionários saíram da toca para denunciar o que vêem como o rumo atualmente negativo da arquitetura contemporânea. Eles afirmam que a arquitetura deve ser "reconstruída" ou que ela está “implodindo.” A partir de suas indicações, a arquitetura está no limite de sua vida, dando o seu último suspiro. A crítica que eles oferecem é de que a arquitetura contemporânea tornou-se (ou sempre foi?) insensível aos usuários, às condições do local, à história - dificilmente um romance. Todos os anos, este tipo de ataque frontal contra o valor da arquitetura contemporânea é lançado, mas as críticas desta vez parecem especialmente superficiais e equivocadas. Analisando a cena contemporânea da arquitetura global, eu realmente sinto que estamos em um lugar surpreendentemente saudável, se você olhar para além das vitrines óbvias. Temos escapado dos dogmas evidentes do passado e renovamos nosso foco nas questões de meio ambiente e ação social, estamos mais preocupados do que nunca com a tectônica e em como construir com qualidade. Mas os críticos perenes da arquitetura contemporânea parecem não ter analisado profundamente, ou mesmo cuidadosamente. E, infelizmente, as várias contestações às suas críticas, em apoio à arquitetura moderna e experimental, têm sido mal argumentadas.

O Still Museum da Allied Works é um edifício mais tranqüilo e eficaz do que o seu vizinho, Denver Art Museum de Daniel Libeskind. Imagem © Jeremy Bittermann O desenvolvimento Borneo Sporenburg em Amsterdam demonstra uma paisagem urbana de diversas fachadas modernas e integradas. Imagem © Flickr CC user Fred (bigiof) As formalmente radicais 8 House, de BIG acabou sendo socialmente radical, hospedando uma comunidade vital e animada. Imagem © Jens Lindhe Em Pearl District de Portland, edifícios modernos e parques convivem alegremente com variantes semi-tradicionais ou históricos. Imagem via landarchs.com + 12

Organização Make It Right divulga 5 novos projetos habitacionais na Reserva Fort Peck

Make It Right, a organização fundada por Brad Pitt que tem como objetivo proporcionar moradia para aqueles que necessitam, divulgou 5 projetos de sua iniciativa na Reserva Indígena Fort Peck, no estado de Montana, EUA. Os projetos - de GRAFT, Sustainable Native Communities Collaborative, Architecture for Humanity, Method Homes e Living Homes - são inspirados em princípios biomiméticos, terão classificação LEED Platina e foram concebidos através de consultas com as tribos Sioux e Assiniboine que habitam Fort Peck.

A organização planeja construir 20 novas casas na reserva, além de desenvolver um masterplan sustentável para toda a área; o início da construção está previsto para o final deste ano.

Mais sobre a iniciativa de Make It Right para o Fort Peck, a seguir.

Projeto de Method Homes. Cortesia de Method Homes Projeto de Sustainable Native Communities Collaborative. Cortesia de Make It Right Projeto de Architecture For Humanity. Cortesia de Make It Right Projeto de GRAFT. Cortesia de GRAFT + 5

SEEDocs Revitalização da Escola Bancroft

O legado de Frank Gehry para Make It Right