Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Landmarks Preservation Commission

Landmarks Preservation Commission: O mais recente de arquitetura e notícia

Clássicos da Arquitetura: Rampa de Esqui Bergisel / Zaha Hadid Architects

Situado no cume da Montanha Bergisel, sobre a pitoresca cidade alpina de Innsbruck, Áustria, a Rampa de Esqui Bergisel representa a encarnação contemporânea de um marco histórico. Projetado por Zaha Hadid entre 1999 e 2002, o edifício é um estudo de expressão formal: suas linhas fluidas e estética minimalista criam um senso de graça e movimento de alta velocidade, refletindo a sensação dinâmica de um salto de esqui em uma estrutura monumental que se destaca acima do centro histórico de Innsbruck e das encostas das montanhas ao redor.

© Helene Binet Courtesy of Zaha Hadid Architects Courtesy of Zaha Hadid Architects © Helene Binet + 27

Vale a pena preservar edifícios pós-modernistas?

Nova Iorque é o lar de uma infinidade de edifícios pós-modernistas - da impressionante Sony Tower ao Central Park Ballplayers' House - mas muitas dessas construções permanecem desprotegidas pelos registros do patrimônio nacional dos EUA. A Landmarks Preservation Commission de Nova Iorque está para completar seu 50° aniversário mas ainda não reconheceu os sucessos da arquitetura entre 1970 e 1984 (menor tempo que um edifício tem que ter para ser considerado patrimônio). A comissão tem sido desnecessariamente lenta no reconhecimento de estruturas pós-modernistas na cidade, dizem Paul Makovsky e Michael Gotkin da Metropolis Magazine, que argumentam que a ausência de reconhecimento histórico do pós-modernismo já atingiu um alto custo, citando a renovação do revestimento do Takashimaya Building, na Quinta Avenida, como um "sinal de alerta" para a Comissão.

A cidade de Nova York estaria "Atrasando" seu Futuro?

Um estudo recente realizado pela REBNY, Real Estate Board of New York (Conselho Imobiliário de Nova York) concluiu que, ao preservar 27,7% dos edifícios em Manhattan, "a cidade está evitando seu futuro econômico". REBNY vem desafiando a Comissão de Preservação de Monumentos, argumentando que isso tem muito poder quando se trata de decisões de planejamento, e que ao tornar os negócios tão difíceis para os investidores, sufoca-se o crescimento da cidade.

No entanto, três dias antes do lançamento deste estudo, o presidente da REBNY, Steve Spinola, disse em uma entrevista ao WNYC que "se você perguntar aos meus membros, eles dirão a você que [os doze anos de mandato do prefeito Bloomberg] tem sido um grande período para eles ". A conclusão da matéria citada é de que a última década tem sido realmente uma época de maior crescimento para os investidores, em vez de um período de estagnação.

Seria fácil ecoar a opinião de Simeon Bankoff, diretor-executivo do Conselho de Distritos Históricos, que acredita que as ações de REBNY reduzem-se a ganância, mesmo comparando seus membros a Gordon Gekko, o anti-herói do filme Wall Street. Mas é realmente a ganância o que está por trás deste ataque à Comissão de Preservação de Edifícios? Saiba mais a seguir.