1. ArchDaily
  2. Foster And Partners

Foster And Partners: O mais recente de arquitetura e notícia

Como os drones têm contribuído à Arquitetura

Entre os aparatos tecnológicos aliados à arquitetura, o drone – aparelho eletrônico aéreo não tripulado e controlado por controle remoto via rádio, é um dos instrumentos que vem ganhando destaque nos últimos anos. Sua utilização concentra-se em dois campos: captação de imagens e de dados.

Apple inaugura sua primeira loja própria em Singapura

Em uma avenida arborizada em Singapura, conhecida como Orchard Road, a Apple inaugurou sua primeira loja própria no país, destacando seu papel como centro global de criatividade e inovação. Projetada por Fosters + Partners, em colaboração com a equipe de design da Apple, a Orchard Road Flagship procura criar um novo foco social, trabalhando em conjunto com a natureza e diluindo os limites entre interior e exterior.

Cortesia de Nigel Young l Foster + PartnersCortesia de Nigel Young l Foster + PartnersCortesia de Nigel Young l Foster + PartnersCortesia de Nigel Young l Foster + Partners+ 4

Guia de arquitetura de Madri: 20 lugares que todo arquiteto deveria conhecer

É impossível resumir Madri. Se a cidade em si é imensa, os exemplos de arquitetura de qualidade são arrebatadores. Há mais de meio século Madri tem sido o laboratório de experimentação da arquitetura moderna e contemporânea na Espanha, um lugar em que serviu de palco para a construção de arquiteturas experimentais e inovadoras, muitas das quais fracassadas, mas algumas muito bem sucedidas e reconhecidas. Esta seleção busca mostrar exemplos de obras de qualidade inquestionável, sem, no entanto, se tornar um catálogo exaustivo de projetos. Muitos criticam que faltam grandes edifícios e não poderíamos estar mais de acordo. Essa é, quiçá, a beleza de Madri: há diversidade de opiniões e milhares de locais para conhecer; a cidade surpreende a cada passo.

Poblado Dirigido de Caño RotoHipódromo de la Zarzuela. Imagem © Ana AmadoCiudad BBVA. Imagem © Joel FilipePrimer Puente impreso en 3D del mundo. Image Cortesía de IAAC+ 21

A história dos Centros Maggie: Como 17 arquitetos se uniram para combater o câncer

Os Centros Maggie são o legado de Margaret Keswick Jencks, uma mulher em estado terminal que tinha a noção de que os ambientes de tratamento contra o câncer - e os resultados do processo - poderiam ser drasticamente melhorados através de um bom projeto. Sua visão foi concretizada e continua a se propagar através de inúmeros arquitetos, incluindo Frank Gehry, Zaha Hadid, e Snøhetta - para nomear apenas alguns. Originalmente publicado na Metropolis Magazine sob o título Living with Cancer” (Vivendo com Câncer), este artigo de Samuel Medina apresenta imagens dos Centros Maggie em todo o mundo, detendo atenção nas raízes da organização e seu sucesso que continua através da ajuda dos arquitetos.

Era maio de 1993, e a escritora e designer Margaret Keswick Jencks se sentara em um corredor sem janelas de um pequeno hospital escocês, temendo o estaria por vir. O prognóstico era ruim - seu câncer havia voltado - mas a espera, e a sala de espera, drenavam suas energias. Ao longo dos dois anos seguintes, até sua morte, ela retornou diversas vezes para  sessões de quimioterapia. Em espaços tão negligenciados e impensados, escreveu, pacientes como ela  eram deixados ao léu para "murchar" sob o brilho dessecante das luzes fluorescentes.

Não seria melhor se houvesse espaços privativos, banhados por luz, para se esperar pela próxima série de testes, ou onde se pudesse contemplar, em silêncio, os resultados? Se a arquitetura pode desmoralizar os pacientes - "contribuindo para um nervosismo extremo", como observou Keswick Jencks - não poderia ela também se mostrar restauradora?

Highlands, Escócia, 2005 por Page\Park Architects / Cortesia de Page\Park Architects. Fife, Escócia, 2006 por Zaha Hadid Architects / © Werner Huthmacher.Manchester, Inglaterra, 2016 por Fosters + Partners / Cortesia de Fosters + Partners. Aberdeen, Escócia, 2013 por Snøhetta / © Philip Vile.+ 11

Gehry e Foster selecionados para revitalizar Usina Termelétrica Battersea

Gehry Partners e Foster + Partners foram selecionados para projetar a fase três do redesenvolvimento da Usina Termelétrica Battersea, em Londres. Juntos, a prestigiosa dupla projetará uma rua comercial para pedestres que conectará a usina à extensão da Northern Line. Além disso, cada escritório conceberá um edifício residencial ao longo da avenida; este será o primeiro projeto residencial de Gehry em Londres.

“Nosso objetivo é ajudar a criar um bairro e um lugar para as pessoas viverem que respeite a icônica Usina Termelétrica Battersea e a conecte ao tecido da cidade." disse Gehry. "Esperamos criar um projeto que seja exclusivo de Londres, que respeite e celebre a história vernacular da cidade."