1. ArchDaily
  2. Casa De Chá

Casa De Chá: O mais recente de arquitetura e notícia

Cafés e bares na China: os espaços e rituais da bebida

Na China tradicional, tanto o chá quanto o álcool, foram similarmente estetizados e ambos influenciaram a linguagem da literatura e da arte. As pessoas costumavam oferecer o álcool como um presente, posteriormente o mesmo ocorreu com o chá. Hoje, diversas cidades na China abraçaram esta cultura de beber, passada de geração em geração e reinterpretada com uma nova forma contemporânea, em constante evolução nos cafés e bares urbanos.

Casas de chá: reinterpretando espaços tradicionais

Chashitsu, termo japonês para casa de chá ou salão de chá, são construções projetadas especificamente para a realização da Cerimônia do Chá, um ritual tradicional japonês no qual o anfitrião prepara e serve chá aos convidados. As casas de chá são geralmente pequenas e íntimas, feitas de madeira, onde cada detalhe foi concebido para afastar o indivíduo das perturbações materiais do mundo.

Casa de Chá ONE / MINAX Architects

© Zhigang Lu
© Zhigang Lu

Casa de Chá ONE / MINAX ArchitectsCasa de Chá ONE / MINAX ArchitectsCasa de Chá ONE / MINAX ArchitectsCasa de Chá ONE / MINAX Architects+ 21

  • Arquitetos: MINAX Architects
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área :  17
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano :  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes :  Opple, POWER DEKOR, Pilkington, SEENDA

Casa de Chá da Boa Nova, de Álvaro Siza Vieira, pelas lentes de Fernando Guerra

Apresentamos hoje uma sessão de fotos de Fernando Guerra (Últimas Reportagens) do projeto da Casa de Chá da Boa Nova, de Álvaro Siza Vieira, concluído no ano de 1963, uma das primeiras obras do arquiteto português vencedor do Pritzker de 1992. Construída sobre as rochas que avançam sobre o mar em Boa Nova, Leça da Palmeira, está muito próxima de outro projeto icônico do mesmo autor, as Piscinas de Marés, ambas classificadas como Monumentos Nacionais de Portugal.

O projeto decorreu de um concurso organizado pela Câmara de Matosinhos, em 1958, vencido pelo arquiteto Fernando Távora, que acabou entregando o projeto ao seu jovem colaborador, Álvaro Siza, com 25 anos na época. 

Casa de Chá Negra / A1Architects