1. ArchDaily
  2. Barrô

Barrô: O mais recente de arquitetura e notícia

Exposição “Futuro Agora – Revisitando a Arquitetura em Terra” traz novo olhar sobre materiais primários da construção

Um pavilhão de madeira sustentável de reflorestamento formado por 24 painéis fotográficos e tipográficos, em plena Praça Mauá, irá receber, de 8 de setembro a 17 de outubro, a exposição Futuro Agora – Revisitando a Arquitetura em Terra, contribuindo com novas formas de pensar e entender os desafios da arquitetura contemporânea, com questões urgentes. A mostra proporciona uma experiência arquitetônica unindo o conhecimento do que se tem de mais novo na alta tecnologia a um dos primeiros materiais usados na construção, a terra (como a argila e o barro), e suas aplicações contemporâneas.

Como (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquitetura

Ao conhecer e analisar as múltiplas possibilidades construtivas e arquitetônicas do bambu, é natural que surjam as seguintes perguntas: Como aproveitar suas qualidades e potencializar seu uso em climas mais frios, que requerem necessariamente uma espessura que possibilite o isolamento de paredes, pisos e coberturas? O que ocorre se mesclarmos com materiais que complementares?

Conversamos com Penny Livingston-Stark, arquiteta e professora de permacultura que tem trabalhado durante 25 anos no campo dos projetos regenerativos com base em materiais naturais não-tóxicos, para aprofundar as oportunidades na junção entre terra e bambu.

Terra e bambu são extremamente compatíveis. Oferecem diferentes capacidades. Complementam-se maravilhosamente. Ambas requerem condições similares, como a transpiração. 

Como (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquiteturaComo (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquiteturaComo (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquiteturaComo (e por que) integrar terra e bambu em um projeto de arquitetura+ 26

Kéré Architecture vence concurso para projetar a proteção do sítio arqueológico das Termas Reais de Meroe

O escritório Kéré Architecture foi anunciado como vencedor de um concurso para projetar um abrigo nas Termas Reais de Meroe, no Sudão, sítio tombado pela UNESCO. Acredita-se que as termas tenham servido aos palácios do grande Reino Africano de Kush (atualmente o Sudão), vindo a incorporar a lista de Patrimônio Mundial da UNESCO em 2011. Ainda marcadas por templos, palácios e mais de duzentas pirâmides, as ruínas de Meroe são um testemunho das mudanças culturais ocorridas na África. Saiba mais sobre a proposta de Kéré Architecture, a seguir.

Voluntários constroem centro comunitário com barro e junco em Guadalajara, México

Desenvolvido pelos arquitetos do Coletivo bma ,em Barranca de Huentitán, Guadalajara, este projeto consiste em um novo edifício de alojamentos e encontros do Instituto Mexicano para o Desenvolvimento Comunitário (IMDEC).

As novas instalações - erguidas em apenas duas jornadas de trabalho através dos esforços de mais de 100 voluntários - foram construídas a partir de uma estrutura base de concreto, muros de adobe e uma vedação de junco, que percorre grande parte do seu perímetro.

Mais detalhes do processo construtivo, a seguir. 

Voluntários constroem centro comunitário com barro e junco em Guadalajara, MéxicoVoluntários constroem centro comunitário com barro e junco em Guadalajara, MéxicoVoluntários constroem centro comunitário com barro e junco em Guadalajara, MéxicoVoluntários constroem centro comunitário com barro e junco em Guadalajara, México+ 53

Escritórios Revigrés / Carlos Castanheira

Escritórios Revigrés / Carlos CastanheiraEscritórios Revigrés / Carlos CastanheiraEscritórios Revigrés / Carlos CastanheiraEscritórios Revigrés / Carlos Castanheira+ 30

Estrutura de Barro / Architecture for Humanity Tehran - Rai Studio


© Mahsa Masoudi