1. ArchDaily
  2. Arquitetura Clássica

Arquitetura Clássica: O mais recente de arquitetura e notícia

Pilares redondos na arquitetura: da coluna clássica ao suporte escultural moderno

Pilares redondos na arquitetura: da coluna clássica ao suporte escultural modernoPilares redondos na arquitetura: da coluna clássica ao suporte escultural modernoPilares redondos na arquitetura: da coluna clássica ao suporte escultural modernoPilares redondos na arquitetura: da coluna clássica ao suporte escultural moderno+ 47

O pilar adornou exemplos monumentais da arquitetura desde a antiguidade, das colunas dóricas do Partenon aos capitéis coríntios do pórtico do Panteão. No Ocidente, os legados dessas formas clássicas foram evoluindo ao longo dos séculos e nos tempos modernos podemos encontrá-los nas dóricas do Lincoln Memorial, as colunas jônicas do pórtico do museu britânico e os pilotis da Villa Savoye. Hoje, o pilar de seção redonda continua a ser usado em projetos contemporâneos, tanto funcional quanto esteticamente. A seguir, examinamos esses elementos com mais detalhes, incluindo seus materiais, construção, qualidades estruturais e vários exemplos contemporâneos de seu uso.

Donald Trump emite ordem executiva para que os edifícios federais dos EUA sigam o estilo clássico

Uma nova ordem executiva de Donald Trump pode obrigar que qualquer novo edifício federal nos Estados Unidos seja construído imitando o estilo clássico. Com o infame nome Making Federal Buildings Beautiful Again, a ordem exigiria uma revisão das Diretrizes para Arquitetura Federal, publicadas em 1962, para garantir que "o estilo arquitetônico clássico seja o estilo preferido e o padrão" para edifícios federais novos e projetos de renovação.

Capitéis da Antiguidade Clássica: Entenda a diferença entre as Cinco Ordens

Seja para iniciar a análise de um detalhe ou para impressionar alguém em uma roda de conversa ou em uma viagem, o entendimento de uma edificação clássica inicia-se ao ter consciência das diferentes ordens clássicas arquitetônicas. Dentro do referencial bibliográfico pela história, o primeiro relato acerca das ordens foi escrito por Vitrúvio. “[...] As ordens vieram propiciar uma gama de expressões arquitetônicas, variando da rudeza e da firmeza até a esbelteza e a delicadeza. No verdadeiro projeto clássico, a seleção da ordem é uma questão vital – é a escolha do tom” [1], que para o autor, sintetiza a “gramática da arquitetura” [2].

Segundo John Summerson, autor do livro A Linguagem Clássica da Arquitetura, “[...] um edifício clássico é aquele cujos elementos decorativos derivam direta ou indiretamente do vocabulário arquitetônico do mundo antigo – o mundo ‘clássico’ [...]. Esses elementos são facilmente reconhecíveis, como, por exemplo, os cinco tipos padronizados de colunas que são empregados de modo padronizado, os tratamentos padronizados de aberturas e frontões, ou, ainda, as séries padronizadas de ornamentos que são empregadas nos edifícios clássicos”. [3]

Alberto Campo Baeza recebe o Prêmio Piranesi de Roma 2018

A Accademia Adrianea di Architettura di Roma concedeu o Prêmio Piranesi 2018 ao arquiteto espanhol Alberto Campo Baeza por sua destacada carreira profissional relacionada ao Patrimônio Histórico.

O Prêmio Piranesi é um importante reconhecimento internacional, patrocinado pela Accademia Adrianea, a Ordine degli Architetti de Roma e a Casa dell'Architectura, que reconhece as qualidades do trabalho de um arquitecto e a sua aproximação ao clássico.

15 Detalhes do Parthenon raramente vistos

O Parthenon, inquestionavelmente o mais icônico dos templos dóricos antigos dos gregos, foi construído entre 447 e 432 aC. Localizado na Acrópole de Atenas, para muitos arquitetos é dos primeiros edifícios que analisamos ao iniciar nossos estudos. Projetado por Ictino e Calícrates, exibe um repertório único de elementos arquitetônicos que podem ser plenamente apreciados individualmente ou pelo papel que desempenham na formação de um todo completo e magnífico.

Descrito simploriamente, o edifício de 69,5 x 30,9 metros é erguido em um estilóbato de três degraus, com um telhado de duas águas levantado sobre uma estrutura de pilares e lintéis formada por colunas dóricas - 17 em seus lados e 8 em cada extremidade - que suportam um entablamento composto de uma arquitrave, um friso e uma cornija. Em cada pórtico, frontões triangulares com esculturas representam o "Nascimento de Athena" a leste e o "Concurso entre Athena e Poseidon" no oeste.


Observe alguns desses elementos em detalhe, através dessa seleção de imagens em alta resolução.

15 Detalhes do Parthenon raramente vistos 15 Detalhes do Parthenon raramente vistos 15 Detalhes do Parthenon raramente vistos 15 Detalhes do Parthenon raramente vistos + 15