1. ArchDaily
  2. Anna Puigjaner

Anna Puigjaner: O mais recente de arquitetura e notícia

Casas sem cozinha: co-living e novos interiores

A ascensão do co-living começou a moldar radicalmente o design de interiores. Em projetos residenciais e empreendimentos comerciais, o co-living está ligado ao surgimento da ideia de uma moradia sem cozinha. Iniciada pela arquiteta espanhola Anna Puigjaner, essa ideia está conectada a uma série de inovações em design de interiores e co-living construídas nos últimos cinco anos. Por sua vez, esses novos interiores começaram a contar uma história de habitação e experiência espacial enraizada na vida moderna.

© Jose Hevia © Jose Hevia © Jose Hevia © Jose Hevia + 11

Anna Puigjaner: Por que devemos adotar a tipologia 'sem cozinhas"?

Cortesia de Anna Alba Yruela via Metropolis
Cortesia de Anna Alba Yruela via Metropolis

A arquiteta espanhola Anna Puigjaner comenta sobre sua tipologia de moradia "sem cozinha" em uma recente entrevista para a Metropolis Magazine como um dos Game Changers de 2018. Depois de receber fundos do Prêmio GSD Wheelwright de Harvard por sua polêmica proposição em 2016 (após a publicação de sua entrevista feita pelo ArchDaily), Puigjaner fala sobre o tempo em que passou viajando pelo mundo e visitando as diferentes culturas que compartilham sua ideia de cozinha comunitária e afirmou que os millennials estão mais inclinados a coabitar e compartilhar recursos.

A cozinha é a parte mais provocativa da casa. Foi utilizada como uma ferramenta política durante muito tempo, até o ponto em que hoje em dia não podemos aceitar viver sem uma cozinha. 

Viver sem cozinha, segundo Anna Puigjaner: Sua casa não precisa ser para a vida toda

A arquiteta Anna Puigjaner imagina um futuro no qual a moradia se adapte as necessidades dos seus habitantes. E isso, às vezes, faz com que não seja necessário projetar uma cozinha, por exemplo. Seu projeto Kitchenless recebeu o Prêmio Wheelwright da Universidade de Harvard, com a doação de 100 mil dólares para pesquisar os modelos de casas coletivas existentes em todo o mundo.

Em um bonito local de Gracia (Barcelona), que funciona mais como co-working do que como estúdio de arquitetura convencional, trabalham os sócios de MAIO, o escritório de Puigjaner, junto com profissionais de outras disciplinas. A equipe de MAIO apostou neste local em 2011, em plena crise, assim que, para sustentá-lo, decidiram abrir o espaço para outros trabalhadores. Em 2016 eles até poderiam se manter sozinhos, mas não existe nenhuma razão que lhes motive a fazê-lo. Este fato poderia resumir sua filosofia e seguramente é uma das razões pelas quais Puigjaner ganhou o Wheelwright, um prêmio particular dentro dos ganhadores de arquitetura, já que não se centra em uma obra ou uma pesquisa, mas sim, na coerência entre ambas, trajetória e ideias.

Do seu estúdio, ela responde a esta entrevista sobre as mudanças no futuro da moradia: você viveria em uma casa sem cozinha?