Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Laurian Ghinitoiu

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Como o BIM pode tornar as reformas e retrofits mais eficientes

BIM (Building Information Modeling) é uma sigla cada vez mais usual entre os arquitetos. A maioria dos escritórios e profissionais já vem migrando ou planeja mudar para esse sistema, que representa digitalmente as características físicas e funcionais de uma edificação, integrando diversas informações sobre todos os componentes presentes em um projeto. Através dos softwares BIM é possível criar digitalmente um ou mais modelos virtuais precisos de uma construção, o que proporciona maior controle de custos, eficiência na obra. Também há possibilidade simular o edifício, entendendo seu comportamento antes do início da construção, e seu respectivo suporte ao projeto ao longo de suas fases, inclusive após construído ou na sua desmontagem e demolição.

Reforma do Mason Bros Warehouse / Warren and Mahoney. Image © Simon Devitt Reforma do Mason Bros Warehouse / Warren and Mahoney. Image © Simon Devitt © Bruce Damonte Novo Laboratório, Centro de Pesquisa e Fábrica / Marvel Architects. Image © David Sundberg | Esto + 9

Edifício Heights / BIG

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 25

  • Arquitetos: Bjarke Ingels Group
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 16700.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

Junya Ishigami vence o primeiro Prêmio Obel com projeto de jardim artificial

A primeira edição do Prêmio Obel foi concedido ao projeto Art Biotop Water Garden de Junya Ishigami + Associates. Anunciado em uma cerimônia no Utzon Center em Aalborg, na Dinamarca, o prêmio reconhece as conquistas arquitetônicas e é apresentado anualmente pela Fundação Henrik Frode Obel. O prêmio é de 100.000 euros e uma obra do artista Tomás Saraceno.

© Laurian Ghinitoiu Cortesia de Henrik Frode Obel Foundation Cortesia de Henrik Frode Obel Foundation Cortesia de Henrik Frode Obel Foundation + 8

A opinião da crítica sobre a Bienal de Arquitetura de Chicago 2019

A terceira edição da Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) foi inaugurada em Chicago com uma série de novas exposições e instalações em toda a cidade. Com o tema "...E outras histórias semelhantes", a bienal mostra o trabalho de mais de 80 colaboradores, incluindo o MASS Design Group, Forensic Architecture, Theaster Gates e muito mais. No principal espaço da Bienal, mergulhamos em algumas das exposições e histórias emergentes.

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 26

Usina de energia e centro de recreação urbana CopenHill / BIG

© Laurian Ghinitoiu © Soren Aagaard © Rasmus Hjortshoj © Dragoer Luftfoto + 19

Copenhague, Dinamarca
  • Arquitetos: Bjarke Ingels Group
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 41000.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

CopenHill: a usina de energia com uma pista de esqui na cobertura projetada pelo BIG

Após quase uma década em construção, a usina de geração de energia a partir de resíduos CopenHill, imaginada pela primeira vez pelo Bjarke Ingels Group, foi finalmente inaugurada em Copenhague. O ArchDaily cobriu inicialmente o projeto do BIG em janeiro de 2011, mas a usina incluiria posteriormente ideias hedonísticas do primeiro gerador de anéis de vapor do mundo e o financiamento coletivo através do Kickstarter. Hoje, o projeto cumpriu muitas de suas promessas e a CopenHill permanece como um zeitgeist arquitetônico moderno, refletindo a própria evolução do BIG.

© Justin Hummerston © Laurian Ghinitoiu © Soren Aagaard © Dragoer Luftfoto + 14

Cinco exposições imperdíveis da Bienal de Arquitetura de Chicago 2019

Em sua terceira edição, a Bienal de Arquitetura de Chicago (CAB) já é considerada por muitos um dos principais eventos da arquitetura mundial. Inaugurada no último dia 19 de setembro, a Bienal tomou conta das principais ruas da cidade de Chicago apresentando uma série de exposições e instalações. Com curadoria da diretora artística Yesomi Umolu e sob o mote ...And other such stories, a bienal deste ano apresenta o trabalho de mais de oitenta colaboradores, dentre os quais dois brasileiros: a Usina - CTAH e o FICA - Fundo Imobiliário Comunitário para Aluguel. Entre os convidados internacionais figuram o MASS Design Group, o Forensic Architecture, o Theaster Gates entre muitos outros. Depois de visitar as principais exposições nestes primeiros dias de Bienal, apresentamos em primeira mão tudo aquilo que você não pode perder de vista, ou caso em Chicago, não deixe de visitar.

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 14

Museu The Twist / BIG

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 23

  • Arquitetos: Bjarke Ingels Group
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 1000.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

Opus / Zaha Hadid Architects

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Zaha Hadid Architects + 12

Occidentului 40 / ADNBA

© Cosmin Dragomir © Laurian Ghinițoiu © Andrei Mărgulescu © Cosmin Dragomir + 24

București, Romênia
  • Arquitetos: ADNBA
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 2765.6 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2017

Vídeo registra a esfera espelhada projetada pelo BIG para o Burning Man

Uma das principais atrações do Festival Burning Man de 2018 foi o ORB, projetado por Bjarke Ingels, Iacob Lange e Laurent de Carniere. A esfera espelhada foi criada como uma representação conceitual da expressão da Terra e humana, não deixando rastro após ser desinflada. O projeto exigiu 30 toneladas de aço, 1.000 horas de soldagem e costura, e US$ 300.000 de recursos.

Como parte de sua série de mini-filmes, a dupla another :, em parceria com o compositor Yu Miyashita, produziu um vídeo que explora o processo de criação do ORB de uma forma sobrenatural.

L’Arbre Blanc de Sou Fujimoto, pelas lentes de Laurian Ghinitoiu

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 25

No início deste ano, o projeto L'Arbre Blanc foi concluído em Montpellier, França. Projetado por Sou Fujimoto, Nicolas Laisné, Manal Rachdi e Dimitri Roussel, a estrutura em forma de árvore apresenta varandas em balanço que se projetam a partir de seu "tronco" para todas as direções. Com sua silhueta incomum, o edifício já é um marco na paisagem de Montpellier e vem atraindo muitos turistas.

Centro Cultural MÉCA / BIG

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 27

Bordeaux, França
  • Arquitetos: Bjarke Ingels Group
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 18000.0 m2
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2019

O que vem causando a onda de remodelações na China?

A China parece estar no auge de uma febre de reformas e remodelações. Não apenas as ruelas (hutongs) nos centros históricos, mas também as fábricas abandonadas estão se tornando novos pólos tecnológicos ou culturais, e mesmo os edifícios com risco de colapso estão sendo reformados para prolongar sua vida útil. Por que isso está acontecendo? Quem está investindo? Como isso pode acontecer em um país onde você não pode comprar propriedades?

Nesta edição do Editor's Talk, nossas editoras do ArchDaily China compartilham o que pensam sobre essa febre de remodelações nas grandes cidades daquele país, que há anos passa por um acelerado processo de desenvolvimento.

Faça um passeio virtual pelo Serpentine Pavilion 2019

Para aqueles que não podem experienciar fisicamente o Serpentine Pavilion de Junya Ishigami, em Londres, o fotógrafo Nikhilesh Haval, do estúdio nikreations, publicou um passeio virtual pela estrutura. Semelhante às produções anteriores do pavilhão 2018 de Frida Escobedo, do pavilhão 2016 do BIG e do pavilhão 2015 do SelgasCano, o tour permite que os espectadores experimentem o espaço livre que define o pavilhão.

Primeiras imagens do Serpentine Pavilion 2019 de Junya Ishigami

O Serpentine Pavilion 2019, do arquiteto japonês Junya Ishigami, está tomando forma em Londres. Uma série de fotografias de Laurian Ghinitoiu mostra o projeto com sua cobertura de forma livre. Ishigami é o segundo mais jovem arquiteto a projetar o pavilhão, e seu trabalho é conhecido por uma abordagem leve e efêmera. O pavilhão de 2019 consiste em uma superfície de ardósia que se eleva do solo, sustentada por pilotis que formam uma espécie de campo interno sob a cobertura.

2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu 2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu 2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu 2019 Serpentine Pavilion. Imagem © Laurian Ghinitoiu + 12