Marina Tabassum é eleita vencedora do Prêmio Carreira da Trienal de Lisboa

Marina Tabassum é eleita vencedora do Prêmio Carreira da Trienal de Lisboa

A arquiteta, pesquisadora e docente Marina Tabassum foi eleita vencedora do Prêmio Carreira Trienal de Lisboa Millennium bcp. Marina é a primeira pessoa do sul global a receber a honraria, juntado-se à estadunidense Denise Scott-Brown (premiada em 2019), a dupla francesa Lacaton & Vassal (2016), o britânico Kenneth Frampton (2013), o português Álvaro Siza (2010) e o italiano Vittorio Gregotti (2007).

O Prêmio Carreira distingue o ateliê ou pessoa cujo trabalho e ideias tenham influenciado e continuem a ter um impacto profundo na prática e no pensamento arquitetônico atuais, sem colocar a ênfase no final de uma carreira, mas antes na ousadia da sua prática. Marina Tabassum e sua atuação ao longo das últimas três décadas em Bangladesh são um exemplo inspirador de como o trabalho em arquitetura com comunidades locais, mesmo nas condições mais adversas, pode ter repercussões em todo o planeta.

O júri internacional responsável pela escolha foi composto por Cristina Veríssimo (Portugal), Diogo Burnay (Portugal), N’Goné Fall (Senegal), Yael Reisner (Israel) e Zhang Ke (China). O grupo destaca que "o trabalho singular desenvolvido por Marina Tabassum a partir de Bangladesh toca os fundamentos elementares do espírito da arquitetura sem perder de vista as suas responsabilidades e potencial impacto."

O arrojado passo em frente dado por Marina Tabassum na transformação da arquitetura, de um modelo de encomenda passiva para um papel propositivo e ativo, continua a mostrar-nos como os profissionais desta disciplina podem enfrentar a crise climática e contribuir para o desenvolvimento social de forma criativa, atenta e inspiradora. — Júri do prêmio

O Prêmio Carreira é dividido em duas etapas. Na primeira, mais de trinta profissionais de renome mundial são convidados a sugerir, cada um, três nomes que considerem merecedores deste reconhecimento. Num segundo momento, todos os nomes são entregues ao júri, que é responsáveis pela decisão final.

Em 2022 as nomeações ficaram a cargo de Alice Rawsthorn, Ana Dana Beroš, Bekim Ramku, Carlos Mínguez Carrasco, Chuka Ihonor, David Basulto, Denise Scott Brown, Ethel Baraona Pohl, Eve Arpo, Fabrizio Gallanti, Hanna Dencik Petersson, Herbert Wright, Jimenez Lai, Joanna Wasko, Josephine Michau, Julija Reklaitė, Marina Otero Verzier, Martynas Germanavičius, Matevž Čelik, Mimi Zeiger, Nathalie Weadick, Olamide Udoma-Ejorh, Paul Preissner, Paula Nascimento, Saimir Kristo, Sevra Davis, Shumi Bose, Sini Parikka, Taro Igarashi, Vera Sacchetti, Victoria Thornton e Zahra Ali Baba. 

A edição de 2022 da Trienal de Lisboa tem como tema Terra, um mote que expressa o território, a urbe, a paisagem, o lugar ao qual pertencemos ou um continente visto do mar. A curadoria geral desta edição ficou a cargo de Cristina Veríssimo e Diogo Burnay, dupla portuguesa fundadora do escritório CVDB.

Fonte: Trienal de Arquitetura de Lisboa

Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Marina Tabassum é eleita vencedora do Prêmio Carreira da Trienal de Lisboa" 06 Ago 2022. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/986678/marina-tabassum-e-eleita-vencedora-do-premio-carreira-da-trienal-de-lisboa> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.