Três razões por que precisamos de arquitetos nos sistemas de saúde

Três razões por que precisamos de arquitetos nos sistemas de saúde

Quando pensamos em saúde, pensamos em médicos, enfermeiras, cirurgiões, radiologistas e anestesistas  – as pessoas que tratam doenças e salvam vidas.

Mas esquecemos um grande grupo de pessoas que os tornam bem-sucedidos em salvar vidas – especialistas em codificadores médicos, gerentes de serviços de saúde, arquitetos e engenheiros hospitalahres e outros que correm nos bastidores para trazer resultados positivos para a saúde.

De acordo com um relatório publicado pela Fortune Business Insights, intitulado “Mercado de Arquitetura de Saúde: Análise, Insights e Previsão de Mercado Global, 2018-2025” em 2017, o Mercado de Arquitetura de Saúde Global foi avaliado em US$ 5,9 milhões, deverá progredir em cerca de 4,1% e chegará a US $ 8,2 milhões no final de 2025.

Na última década, o setor de saúde também começou a incluir cientistas de dados, pesquisadores e funcionários de qualidade para melhorar os serviços de saúde. No entanto, há uma lacuna na forma como as pessoas recebem serviços de saúde. De filas mais longas no hospital a interações interrompidas entre aplicativos de saúde e seus usuários, a qualidade da experiência do paciente ainda não é o que deveria ser.
Para preencher essa lacuna, precisamos de solucionadores de problemas.

Aqueles que podem pesquisar, encontrar problemas e fazer perguntas para descobrir lacunas nos processos existentes. Em suma, pessoas curiosas e que se comunicam bem. Resumindo, precisamos de designers e criativos.

O motivo é a nova mudança na forma como as pessoas recebem serviços de saúde no mundo afetado pela pandemia. Com o boom dos serviços de telemedicina, muitos médicos estão agora a apenas uma videochamada de distância. Mas mesmo que o virtual seja a nova realidade, ele vem com uma boa quantidade de desafios.

Vamos dar uma olhada em alguns problemas de saúde exclusivos e como os designers podem resolvê-los.

Prevenindo e reduzindo erros de saúde

A saúde é um domínio complexo. É complexo devido à diversidade de tarefas envolvidas na prestação de cuidados ao paciente. Da admissão do paciente ao tratamento, do convênio à alta do paciente, cada etapa requer o uso de diferentes ferramentas, aplicações e diretrizes de segurança. Um pequeno erro pode causar um efeito cascata e espalhar o caos em diferentes níveis.

Três razões por que precisamos de arquitetos nos sistemas de saúde - Imagem 2 de 3
Hospital Nobo Otrobanda Curaçao / OZ. Foto © Roos Aldershoff

Dito isso, nenhum sistema no mundo é à prova de erros. Portanto, o sistema de saúde (ou qualquer outro sistema) pode ser melhorado evitando que esses erros aconteçam. Os designers estão mais bem equipados para ajudar a resolver esses problemas.

Por exemplo, considere um aplicativo de saúde que ajude os usuários a manter um controle geral da saúde e do bem-estar. Para acessar este aplicativo, os usuários precisam preencher muitos dados pessoais, como número de telefone, identificação de e-mail, identificação de seguro e assim por diante.

Os designers entendem que errar é humano. Eles também entendem que nem todo mundo é alfabetizado digitalmente, especialmente aqueles que estão usando o aplicativo pela primeira vez. Portanto, eles evitam os erros que os usuários podem cometer e criam interações que podem impedi-los de cometer esse erro. Para que a saúde digital seja eficiente, precisamos projetar interfaces que sejam complacentes e abrangentes.

Resolvendo problemas por meio de pesquisa de design

Com os novos desafios em nosso mundo afetado por uma pandemia, precisamos de uma abordagem orientada para a pesquisa para compreender e descobrir as lacunas na área da saúde. Os designers, com sua criatividade e habilidades de resolução de problemas, podem aproximar consumidores e fornecedores de serviços de saúde.

Algumas perguntas que o design pode ajudar a responder são:

  • O que podemos fazer para gerar um melhor envolvimento do paciente, especialmente para aqueles que têm problemas de acessibilidade?
  • Como podemos combinar pontos de contato digitais e físicos na área de saúde?
  • Como transformar hospitais em ambientes que curam através da empatia e que sejam mais humanos?
  •  O que podemos fazer para melhorar as relações médico-paciente no mundo virtual?
  •  Como podemos usar o design para reduzir as tarefas administrativas de médicos e profissionais de saúde?
  • Como integrar terapias integrativas nos espaços de saúde?
  • Como adicionar a natureza no processo de cura do corpo?

Envolvendo os pacientes de forma significativa

A saúde no mundo pós-pandemia só pode florescer se for envolvente, eficiente e integrada. Isso porque as pessoas estão acostumadas a cuidados e atenção presencial de enfermeiras, funcionários do hospital e médicos. Precisamos traduzir essa experiência para que a conexão pessoal e o cuidado íntimo não sejam perdidos nas interações digitais.

Três razões por que precisamos de arquitetos nos sistemas de saúde - Imagem 3 de 3
Maggie’s Leeds Centre / Heatherwick Studio. Foto © Hufton+Crow

Por exemplo, como podemos nos envolver com uma pessoa que fez um transplante de fígado e recebeu alta com instruções de cuidados para seguir em casa? Como podemos garantir que os cuidadores e o paciente entendam e sigam uma dieta que auxilia na recuperação rápida? Que tipo de experiência podemos projetar que fará com que o paciente deseje aderir e sustentar seu novo estilo de vida?

Este é um problema que os designers podem enfrentar, armados com sua perspicácia criativa. Ao projetar interfaces que criam interações significativas, os designers podem educar e motivar os pacientes a serem participantes ativos na cura de suas doenças. Com os toques certos na hora certa, eles podem orientar os pacientes para a criação de melhores resultados de saúde.

Além disso, segundo um artigo da Healthcare Design Magazine, profissionais criativos que repensem os modelos de hospitais tradicionais, criando ambientes holísticos ou de tratamento humanizado para desafogar sistemas de saúde tradicionais seriam um nicho importante em tempos de pandemias cada vez mais frequentes.

O design não é uma resposta para todos os problemas de saúde. Mas o design é definitivamente uma resposta para tornar a saúde mais inclusiva, acessível e eficiente.

Via Tabulla.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Marília Matoso. "Três razões por que precisamos de arquitetos nos sistemas de saúde" 20 Mar 2022. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/977563/tres-razoes-por-que-precisamos-de-arquitetos-nos-sistemas-de-saude> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.