Foster + Partners conclui projeto para o Centro Safra de Ciências do Cérebro em Jerusalém

Foster + Partners conclui projeto para o Centro Safra de Ciências do Cérebro em Jerusalém

A Foster + Partners concluiu recentemente o Centro de Ciências do Cérebro Edmond e Lily Safra, um novo centro de pesquisa dentro do campus da Universidade Hebraica de Jerusalém. O projeto apresenta uma série de laboratórios flexíveis dispostos em duas alas paralelas em torno de um pátio central aberto, que recria a paisagem circundante através de suas árvores cítricas e cursos d'água. A distinta tela da fachada representa a estrutura neurológica do cérebro, desenhada pelo neurocientista espanhol Santiago Ramon y Cajal no início do século XX.

Vista externa do Centro de Ciências do Cérebro Edmond e Lily Safra. O edifício foi cuidadosamente localizado em meio a seu ambiente natural acidentado. Imagem © Studio Harel GilboaMúsicos se apresentando no auditório de 200 lugares. Imagem © Studio Harel GilboaVista do pátio no nível do solo. Plantado com árvores cítricas e um riacho artificial ao longo de sua extensão, o pátio forma um espaço silencioso e reflexivo e um microclima fresco, que pode ser mediado por um telhado retrátil de ETFE.ated por um telhado retrátil de ETFE. Imagem © Studio Harel GilboaVista do pátio interior com árvores. O edifício está organizado em duas alas paralelas em torno deste pátio central. Imagem © Studio Harel Gilboa+ 22

Vista do pátio interno. Plantado com árvores cítricas e um riacho artificial ao longo de sua extensão, o pátio forma um espaço silencioso e reflexivo e um microclima fresco, que pode ser mediado por um telhado retrátil de ETFE. Imagem © Studio Harel Gilboa
Vista do pátio interno. Plantado com árvores cítricas e um riacho artificial ao longo de sua extensão, o pátio forma um espaço silencioso e reflexivo e um microclima fresco, que pode ser mediado por um telhado retrátil de ETFE. Imagem © Studio Harel Gilboa

O novo centro de pesquisa dedicado à exploração do cérebro é uma mistura de espaços sociais e laboratórios projetados para atender à comunidade científica e ao público em geral. Localizado em uma paisagem natural, o projeto, que se tornará uma porta de entrada para a Universidade, incorpora princípios de design biofílico e possui um importante espaço social. O coração do projeto é o pátio central, que estabelece novas rotas de circulação dentro do campus e forma um microclima fresco por meio do uso de vegetação e um elemento de água central.

Os espaços sociais dinâmicos são projetados para atrair cientistas excepcionais, bem como para fomentar o interesse nas atividades de pesquisa do centro dentro da comunidade em geral. Imagem © Studio Harel Gilboa
Os espaços sociais dinâmicos são projetados para atrair cientistas excepcionais, bem como para fomentar o interesse nas atividades de pesquisa do centro dentro da comunidade em geral. Imagem © Studio Harel Gilboa

O projeto tem uma agenda social progressiva que vem sendo aplicada em escala urbana, criando um centro de pesquisa e aprendizagem verdadeiramente inclusivo. O novo edifício está localizado próximo à principal via de pedestres da Universidade, e sua fachada convida à exploração, atraindo as pessoas para dentro para aprender sobre as atividades de pesquisa. - Darron Haylock, arquiteto responsável da Foster + Partners

Os laboratórios apresentam um design flexível que pode acomodar necessidades futuras dentro do processo de pesquisa. As vinte e oito instalações estão interligadas por núcleos sociais, concebidos para "incentivar a interação informal e a troca de ideias". O piso térreo é composto por instalações de ensino, um auditório com 200 lugares, uma biblioteca e um café, bem como uma galeria para exposição de arte relacionada com o cérebro. A estratégia ambiental do projeto incorpora várias técnicas passivas para reduzir o uso de energia. A orientação do edifício minimiza o ganho solar. Os níveis superiores são sombreados pela tela de alumínio, enquanto as coberturas de ETFE translúcido fornecem resfriamento passivo adicional.

Detalhe da tela de fachada cortada a laser. É composto por uma tela de alumínio, com uma representação não repetitiva dos desenhos do início do século XX do neurocientista espanhol Santiago Ramon y Cajal, ilustrando a estrutura neurológica do cérebro. Imagem © Studio Harel Gilboa
Detalhe da tela de fachada cortada a laser. É composto por uma tela de alumínio, com uma representação não repetitiva dos desenhos do início do século XX do neurocientista espanhol Santiago Ramon y Cajal, ilustrando a estrutura neurológica do cérebro. Imagem © Studio Harel Gilboa

  • Foster + Partners Design Team Norman Foster: David Nelson, Spencer de Gray, Stefan Behling, Darron Haylock, Matthew Hayhurst, Parul Singh, Kadri Kaldam, Apostolos Despotidis, Joana Santos, Josef Musil
  • Equipe de engenharia da Foster + Partners: Roger Ridsdill Smith, Xiaonian Duan, Piers Heath
  • Arquiteto colaborador: YBGSNA - Yuval Baer Galit Shifman Nathan Architects

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Cutieru, Andreea. "Foster + Partners conclui projeto para o Centro Safra de Ciências do Cérebro em Jerusalém" [Foster + Partners Completes Safra Center for Brain Sciences in Jerusalem] 19 Ago 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Martino, Giovana) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/966873/foster-plus-partners-conclui-projeto-para-o-centro-safra-de-ciencias-do-cerebro-em-jerusalem> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.